Posts

Covid-19: Ministério da Saúde anuncia nova plataforma com dados totais

Plataforma divulgará informações completas diariamente às 18h30

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, apresentou a nova plataforma de consolidação dos dados sobre a covid-19 no país. Uma nova plataforma será criada e disponibilizada e a forma de contabilização das mortes será alterada. As secretarias estaduais enviarão as informações até as 16h e os dados totais nacionais serão divulgados até as 18h30.

“Num primeiro momento a gente vinha trabalhando com data de notificação. Ela prejudica uma análise. Nossa intenção é trabalhar com a data de ocorrência e ao momento em que apareceram os sintomas de cada paciente”, afirmou Franco.

O diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis, Eduardo Macário, acrescentou que o objetivo é parar de reunir as planilhas dos estados e que eles possam alimentar os registros diretamente.

“A partir do momento em que tivermos sistema de informação implantado nos municípios que atendam aos requisitos mínimos, vamos deixar de receber planilhas em que pode haver erros de atualização para adotar plenamente o sistema de informação que têm importância, como sintomas, sexo, cor, profissão, fatores de risco”.

Na apresentação da nova plataforma pelos representantes do Ministério da Saúde, a principal dúvida girou em torno do que acontecerá com os óbitos de dias anteriores cuja confirmação da infecção com o novo coronavírus seja descoberta posteriormente e se estas seriam contabilizadas no total. Perguntado sobre isso na entrevista coletiva, Élcio Franco respondeu que “o total continua o total”. Eduardo Macário completou que o total de registros do dia (as mortes notificadas, independentemente de quando ocorreram) continuará sendo divulgado, mas o dia de ocorrência será considerado e isso impactará a curva epidemiológica de evolução da pandemia.

Até então, os dados estavam disponibilizados no site Painel Covid. Além disso, há dados de hospitalizações e mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), dentre as quais as por covid-19, no sistema de vigilância da gripe. Outra base de dados utilizada é a geral do Sistema Único de Saúde, o OpenDataSus. O intuito é consolidar essas bases de dados na nova plataforma.

O novo sistema será disponibilizado até esta terça (09) como parte do processo de mudança da forma de consolidação das informações pelo ministério anunciada no último domingo (7). Desde a semana passada, a pasta vinha divulgando os dados mais tarde, por volta das 22h.

A alteração sofreu questionamentos do Ministério Público Federal (MPF) e da Câmara dos Deputados. A Organização Mundial da Saúde, em entrevista coletiva hoje, também defendeu que o Brasil seja mais transparente.

Sobre a divulgação números diferentes ontem pelo Ministério da Saúde, o secretário Élcio Franco não explicou a origem e motivação da diferença entre os dados e a redução do número de mortes.

Elcio Franco também ressaltou que não há intenção de recontagem de vítimas da covid-19.

“Não há essa intenção. Esses dados são divulgados pelos estados e municípios, eles estão sendo baseados em análise clínica, o diagnóstico de um médico, que é um profissional de saúde. Eles são confirmados por testagem, feita em laboratórios particulares oficiais, então, da mesma forma que nós acreditamos nesses dados que nós estamos apresentando agora, nós acreditamos nos dados que foram carregados por estados e municípios”, disse o secretário executivo do Ministério da Saúde.

Para o governo, a divulgação do acúmulo de casos, como vinha sendo feito até o momento, dificulta a verificação das mudanças dos cenários regionais, estaduais e municipais. “O dado acumulado pode indicar uma grande quantidade de casos em localidades que já estão em outra fase da curva epidemiológica”, informou.

Nos últimos dias, o governo já havia deixado de apresentar alguns dados consolidados e mudado a dinâmica de divulgação. Antes, a pasta divulgava boletins atualizados diariamente entre 17h e 18h, durante coletivas de imprensa. Desde a última quinta-feira (4), os dados têm sido divulgados próximo às 22h.

Segundo o ministério, a adequação dos horários de divulgação dos dados é parte da estratégia da obtenção de informações mais precisas, pois o momento de divulgação está atrelado ao fechamento dos boletins epidemiológicos estaduais.

Fonte: Agência Brasil

Secretaria de Saúde de São Martinho confirma dois casos de covid-19

Nat tarde desta terça-feira(26) a Administração Municipal de São Martinho, através da Secretaria Municipal de Saúde confirmou o registro de dois casos de COVID-19.

Trata-se de um paciente do sexo masculino, 40 anos e uma do sexo feminino de 46 anos, ambos encontram-se em isolamento domiciliar com quadro clinico estável.

Os familiares também foram orientados ao isolamento domiciliar e estão sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde.

 

*Observador Regional

Brasil tem 363 mil casos confirmados de covid-19 e 22 mil mortes

Total de pacientes recuperados soma 149.911

O Ministério da Saúde divulgou neste domingo (24) boletim atualizado sobre os números da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem 363.211 casos confirmados da doença e 22.666 mortes foram registradas. Os casos recuperados somam 149.911.

Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 15.813 novos casos e 653 mortes.

Entre a unidades da federação com o maior número de casos, o estado de São Paulo figura em primeiro lugar, com 82.161 casos confirmados e 6.163 óbitos. Rio de Janeiro aparece na segunda posição com 37.912 e 3.993 mortes. Em seguida estão Ceará (35.595 casos e 2.324 mortes) e Amazonas (29.867 casos e 1.758 mortes) .

De acordo com o Ministério da Saúde, 190 mil casos estão em acompanhamento e 3,5 mil óbitos em investigação.

 

*Agência Brasil

Brasil chega a mais de 20 mil mortes por covid-19

País tem 310.087 casos confirmados e 125.960 pacientes recuperados

Foto: Agência Petrobras

O Brasil superou mais uma vez o número de mortes registradas em um dia, atingiu 1.188. Com este acréscimo, o total chegou a 20.047. O resultado representou um aumento de 6,2% em relação a ontem(20), quando foram contabilizados 18.859 mil falecimentos por covid-19.

O país passou da casa dos 300 mil casos confirmados do novo coronavírus, de acordo com o balanço do Ministério da Saúde divulgado hoje (21). Foram registrados 18.508 novas pessoas infectadas por covid-19, totalizando 310.087. O resultado marcou um acréscimo de 6,3% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 291.579.

Do total de casos confirmados, 164.080 (53%) estão em acompanhamento e 125.960 (40,6%) foram recuperados. Há ainda 3.534 óbitos em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (5.558). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (3.412), Ceará (2.161), Pernambuco (1.925) e Pará (1.852).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (1.620), Maranhão (663), Bahia (376), Espírito Santo (363), Alagoas (262), Paraíba (245), Minas Gerais (191), Rio Grande do Norte (178), Rio Grande do Sul (166), Amapá (151), Paraná (141), Rondônia (101), Santa Catarina (98), Piauí (91), Goiás (85), Acre (78), Distrito Federal (84), Sergipe (76), Roraima (72), Tocantins (47), Mato Grosso (34) e Mato Grosso do Sul (17).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (73.739), Rio de Janeiro (32.089), Ceará (31.413), Amazonas (25.367) e Pernambuco (23.911). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Pará (19.756), Maranhão (16.058), Bahia (11.941), Espírito Santo (8.878) e Paraíba (6.238).

Fonte: Agência Brasil

Confirmado 7º caso da Covid-19 em Horizontina

O Boletim do COES– Comitê de Emergência em Saúde de Horizontina – confirmou no final da tarde desta quinta-feira (21/05), o 7º caso de coronavírus no município.

Trata-se de uma paciente de 53 anos que estava internada desde o dia 17 deste mês no Hospital Regional de Referência Abosco de Santa Rosa e aguardava o resultado de exame feito e remitido à análise no LACEN. Hoje, o Laboratório Central do Estado retornou com o exame atestando positivo para Covid-19.  Conforme o boletim informativo do COES, a paciente está na UTI e seu estado de saúde é considerado grave.

Os outros casos confirmados em Horizontina são de um paciente do sexo masculino, 58 anos, que segue internado em estado grave na UTI do hospital de referência Abosco em Santa Rosa; um paciente de 41 anos que está em casa, cumprindo isolamento domiciliar; e uma paciente de 62 anos de idade, que teve o caso confirmado no dia de ontem, e que também cumpre isolamento domiciliar, juntamente com familiares. Os outros três casos confirmados em Horizontina todos já receberam alta por cura.

Atualmente 60 pacientes estão em monitoramento domiciliar por apresentar sintomas leves de gripe ou por terem contato próximo com casos confirmados de coronavírus na cidade ou região.

 

*Jornal Novo Horizonte

Aumenta para 55 o número de casos confirmados de covid-19 em Três Passos

Criança de três anos está entre os novos casos

Conforme divulgado pela Administração Municipal de Três Passos nesta quinta-feira, dia 21 de maio, o número de casos positivos de coronavírus no município passou de 48 para 55.

Trata-se de uma criança (sexo masculino) de três anos; um homem de 43 anos; uma adolescente de 15 anos; homem de 38 anos, homem de 37 anos , mulher de 37 anos e homem de 25 anos.

Todos os sete novos pacientes que testaram positivo não apresentam gravidade. Eles estão cumprindo isolamento domiciliar.

Destes setes casos recentes registrados hoje, quatro foram diagnosticados na JBS/Seara entre funcionários do setor administrativo.

A testagem de pacientes com sintomas gripais será aumentado.

 

*TP News

 

 

Brasil registra mais de 241 mil casos de covid-19

Número de mortes chegou a 16.118, 485 em 24 horas

O Brasil registrou 485 novas mortes pelo novo coronavírus (covid-19) nas últimas 24 horas, totalizando 16.118. Até sábado (16), eram 15.633 mortes notificadas. A letalidade (número de mortes pela quantidade de casos confirmados) da doença no país está em 6,7%, a mesma de sábado (16).

O país teve 7.938 novos casos confirmados e chegou ao total de 241.080. Até o sábado, eram 233.142 infectados.O número de recuperados, de acordo com o boletim diário do Ministério da Saúde, chegou a 94.122, 39% do total de infectados. Outros 130.840 casos (54,3%) estão em acompanhamento. Há ainda 2.450 mortes em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes (4.782). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (2.715), Ceará (1.641), Pernambuco (1.516) e Amazonas (1.413).Foram registradas mortes no Pará (1.239), Maranhão (549), na Bahia (295), no Espírito Santo (285), em Alagoas (210), na Paraíba (194), em Minas Gerais (156), no Rio Grande do Norte (139), Rio Grande do Sul (142), Paraná (124), Amapá (119), Santa Catarina (83), Sergipe (77)Rondônia (74), Piauí (72), Goiás (70), Acre (60), Distrito Federal (59), Roraima (51), Mato Grosso (27), no Tocantins (31) e Mato Grosso do Sul (15).

São Paulo tem o maior número de casos confirmados (62.345), seguido de Ceará (24.255), Rio de Janeiro (22.238), Amazonas (20.328), Pernambuco (19.452), Pará (13.864), Maranhão (12.492), Bahia (8.443), Espírito Santo (6.744) e Santa Catarina (4.776).

 

*Agência Brasil

Crissiumal possui cinco novos casos notificados de dengue

Total oficial é de 13 casos até o momento no Município


O município de Crissiumal trabalha durante o ano inteiro com orientações sobre a dengue, realizada pela equipe de agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde, realizando orientações domiciliares, auxiliando na eliminação de agua parada e de focos do Aedes aegypt, realizando ainda o LIRA (Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes) três ciclos no ano, LI+T (Levantamento de índice mais tratamento) seis ciclos no ano.

No último ciclo tivemos um índice de infestação de 1,25%, sendo que o recomendado pelo Ministério da Saúde é até 1% satisfatório, de 1% a 4% é estado de alerta e acima de 4% é extremo perigo para epidemia de dengue.

Durante o ano inteiro a equipe continuou com as atividades, inclusive na passagem do Fumacê em casos críticos, ressalta-se aqui que o Fumacê é um inseticida que não deve ser utilizado indiscriminado, utilizado mais em barreiras sanitárias e bloqueios, após casos suspeitos ou confirmados.

O município tem atendido casos suspeitos, realizado as barreiras sanitárias com fumacê, e notificado casos através de exames laboratoriais, mesmo os que fazem particular, ou até mesmo notificando os casos através da história clínica.

A última nota informativa do Governo Federal, baseada no Guia de Vigilância em saúde é que “Após a confirmação laboratorial dos primeiros casos de uma área, os demais casos de dengue podem ser confirmados por critério clínico, exceto casos graves, que devem ocorrer preferencialmente por critério laboratorial). Ou seja, somente casos graves o laboratório LACEN que é a referência SUS está aceitando, caso paciente não esteja hospitalizado não deverá ser encaminhado coleta de exame.

“Acreditamos que possam ter ocorrido mais casos, e pelo fato de a pessoa apresentar sintomas leves não ter procurado a Unidade de Saúde e não ter sido notificado. A dengue é um vírus que veio pra ficar, pra conviver conosco, então temos que ter cuidado o ano inteiro eliminando a água parada e eliminando focos do mosquito”. Diz Secretária de Saúde Suelen Cocco.

Fonte: SMS de Crissiumal

Região Celeiro registra neste sábado nove novos casos da Covid-19

A Região Celeiro registrou neste sábado (09/05), mais 09 novos casos de coronavírus. Sendo 06 em Esperança do Sul, 02 em Três Passos e 01 em Braga.

O número de casos até o momento é de 50 em sete cidades da Região, são elas com seus respectivos números:

Três Passos 32 casos ;

Esperança do Sul 13 ( sendo sete casos curados) ;

Derrubadas 01 caso;

Braga 01 caso;

Coronel Bicaco 01 ( já curado);

Crissiumal 01 ( já curado);

São Valério do Sul 01 caso.

 

*Com informações do TP News

Horizontina confirma quarto caso de Coronavírus

O Boletim do COES de número 52 divulgado neste sábado dia 09 de maio está confirmando o 4º caso de coronavírus em Horizontina.

Trata-se de paciente do sexo masculino, 58 anos, internado em estado grave no hospital de referência regional Abosco em Santa Rosa.

O exame no Lacen confirmou a existência do vírus no organismo desse paciente. Dos outros três casos, dois já receberam alta por cura e um, assintomático, segue em isolamento domiciliar.

Na data de ontem, sexta-feira dia 08 a região Fronteira Noroeste a qual pertencemos registrou as duas primeiras mortes por Covid 19. Um homem de Doutor Mauricio Cardoso do grupo de risco por histórico e uma mulher de Santa Rosa de 89 anos.

 

*Portal FC