Posts

Crissiumal – Agradecimento da família em memória de Ireni Maria Drexler

Ireni faleceu no dia 20/06/20, aos 61 anos

O esposo Rudi Drexler juntamente com os filhos Fabiano e Beatriz, genro Antenor Przygodda, nora Luana, netos Gustavo, Mateus e Nicoli ainda consternados com a perda da esposa, mãe, sogra e avó Ireni Maria Drexler, vem em público agradecer a equipe do Hospital de Caridade de Crissiumal, aos médicos e equipe de enfermagem que prestaram os primeiros socorros, a cedência da ambulância que se deslocou a Santa Rosa, a equipe do Hospital Vida e Saúde que não mediram esforços para salvar a vida da ente querida, aos vizinhos Rudi e Edite Schmidt pelo apoio nos primeiros socorros, a funerária Lermenn pela ajuda e serviços prestados, a todos que estiveram presentes no momento do velório e sepultamento, a sociedade de Damas Zona Quantz, ao grupo de Idosos de São Sebastião e todos os amigos que apesar da pandemia vieram prestar a última homenagem a Ireni, enfeitando seu túmulo de coroa e flores a todos fica nosso agradecimento.

Ireni Maria Drexler faleceu no dia 20 de junho de 2020, às 16h24min na UTI do Hospital Vida e Saúde de Santa Rosa, com a idade de 61 anos, 03 meses e 03 dias, foi vítima de AVC Hemorrágico.

Mensagem:

Mãe!! Hoje você não está mais ao nosso lado, sua falta nos deixa de coração partido, as lembranças vem a mente todos os momentos e a saudade aperta nossos corações.

Junto disso aquela enorme tristeza e ficamos sem entender o porque você nos deixou tão cedo, mesmo sabendo de todos os problemas de saúde que você tinha e todas as lutas que você enfrentou, da sua vida sofrida e da coragem e força de vontade que você teve sempre para superar tudo com muita fé e confiança em Deus.

Mãe você partiu dessa vida deixando em nossos corações um imenso vazio, em nossa mente todas as lembranças possíveis de tudo o que vivemos ao teu lado e a certeza de que a Saudade será eterna.

Fostes um esposa querida mãe amiga sempre pronta para nos ajudar no que estava ao seu alcance, trabalhou tanto na vida para não deixar faltar nada aos filhos.

Apesar de muitas vezes não estar bem nos esperava sorrindo alegre e feliz.

Hoje o que ameniza nossa enorme dor é a certeza de que estas com Deus em um lugar onde não há dor e nem sofrimento. Jesus disse: “Vim de a mim todos que estão cansados e sobrecarregados que vós aliviarei”.

Muitas vezes não entendemos os planos de Deus, mas devemos confiar.

Pedimos à Ele forças para seguir nossa vida longe de você mãe amada, sabemos que não será fácil, nossa vida longe de você, mas a nossa única certeza que temos é de um dia também iremos partir e nos reencontrar novamente junto de Deus pai.

A todos fica um muito obrigado da família de Rudi Drexler……

Nota de Agradecimento da família de Gustavo Savian Voss

Gustavo nasceu no dia 03/01/2002, em São Borja, RS. E  faleceu dia 30/05/2020, aos 18 anos e 4 meses

Querido e amado filho Gustavo, já são sete dias sem você, sua partida foi inesperada e cedo demais; deixou-nos sem chão.

Agradecemos a Deus por ter confiado você a nós, para amar e cuidar com todo o nosso amor. A sua lembrança estará viva para sempre em nossos corações, desse menino inteligente, amável, educado, carinhoso, dedicado, cheio de vida e planos para o futuro.

O pai e a mãe sempre tiveram  muito orgulho de ti Gustavo, você era especial.

A nossa alegria era ver você feliz, e o que nos conforta é que você era feliz, gostava de estar juntos com seus amigos, amava a vida, conversar com os avós e andar de moto, sua paixão.

Nossa esperança é que toda essa tristeza que estamos sentindo neste momento se transforme em alegria quando nos reencontrarmos.

Te amaremos para sempre, um beijo e um abraço!

Agradecimentos

Agradecemos a todos aqueles que prestaram socorro imediato ao Gustavo, os moradores da localidade de Vista Nova , em especial ao Claudir Jungues, que nos avisou com todo o cuidado; os bombeiros, os policiais, o médico que passava no momento e prestou atendimento a ele.

Agradecer aos avós Ruben e Lovaide Voss, que tiveram a tarefa mais difícil de suas vidas de ir ao local do acidente para reconhecer neto.

Agradecer o primo Augusto Schinader que se disponibilizou para ir junto ao IML em Palmeiras das Missões.

Agradecemos aos familiares e amigos que no dia estiveram aguardando a nossa chegada de viagem e nos abraçaram e nos confortaram naquela hora tão difícil. Da mesma forma agradecemos a todos familiares e amigos que estiveram presente no velório, os que mandaram mensagens de conforto, oração e solidariedade.

O Gustavo nasceu no dia 03/01/2002, em São Borja, RS. E  nos deixou no dia 30/05/2020 com 18 anos e 4 meses. Trabalhava junto com seus pais na Ótica ouro e prata a 3 anos. Deixaram enlutados os pais Paulo Voss e Tania, irmãos Arthur e Ana Paula, avós, bisavós, tios e primos.

Com áudio – Mensagem de agradecimento em memória de Andressa Elianete Bender Schlosser

Andressa Elianete Bender Schlosser, faleceu no dia 17 de maio de 2020 aos 32 anos

Os pais Airton Nestor e Elisete Beatriz Schlosser, irmão Anderson Tiago, cunhada, Suellen, sobrinho Heitor Schlosser, com muita dor e pesar ainda consternados pela perda repentina e precoce da filha, irmã, cunhada e tia professora Andressa Elianete Bender Schlosser (mana) vem em de público agradecer, a Secretaria Municipal de Saúde pela ambulância com o motorista Evandro pelo pronto atendimento.

Ao Hospital de Caridade Dr. Bonotto, Dra. Rosa. Dr, Martin, equipe de enfermagem que fizeram de tudo para reanimar a Andressa.

A funerária Lermenn pelo serviço prestado.

Aos vizinhos e amigos (não mencionando nomes para não esqueceu de alguém) pela ajuda prestada.

Ao Pastor Jonas de Humaitá pelas palavras de fé e consolo nas encomendações e no cemitério.

Agradecer a todos pelas lindas homenagens e mensagens de carinho e conforto também pelas coroas e flores que enfeitaram a sua eterna morada.

Ao Colégio Ipiranga de Três Passos, a Setrem de Três de Maio, a LUCRI de Crissiumal, a Escola Ponche Verde, a Escola Rocha Pombo, a Escola Madre Paulinha atualmente Benno Bender, a Escola Riachuelo-Vila Planalto, a Escola Rotermund, a UNOPAR, aos Colegas, professores e alunos, familiares e amigos pelas palavras de consolo, alento e fé fica o nosso muito obrigado da família enlutada.

Andressa Elianete Bender Schlosser, nasceu no dia 06 de abril de 1988 em Crissiumal.

Acabou falecendo no dia 17 de maio de 2020, as 18:45hs no Hospital de Caridade de Crissiumal, por Infarto Agudo de Miocárdio.

Com a idade de 32 anos, 01 mês e 11 dias, deixando enlutados os pais, Airton e Elisete, irmão Anderson, cunhada Suellen, sobrinho Heitor, avós Ido e Célia Schlosser, avó Ilsa Bender, tios, tias, primos e um vasto circulo de parentes e amigos. Sendo que o avô Fernando que já lhe antecedeu na morte.

Mensagem familiar: Ficará em nossos corações e na memória os momentos que pudemos ter ao lado de uma pessoa com um coração gigante. Mana alegrava por onde passava com seu sorriso largo e amigo. Simpática, alegre, carinhosa, carismática, essas eram apenas algumas de suas tantas qualidades. Disposta à ajudar quem quer que fosse, com conselhos, palavras de tranquilidade e um apertado abraço. Guerreira, determinada, responsável e comprometida com seus estudos e trabalho. Tinha uma missão para com seus alunos que a realizava com grande maestria. Repassava não só seus conhecimentos mas sua experiência de vida, sempre despertando nesses alunos a curiosidade e a vontade de crescer. Era além de uma professora, uma amiga que eles sabiam que podiam contar, brincalhona e verdadeira. O que nos conforta é a certeza que por onde ela passou ela deixou muito, pois ela era intensa e dedicada em tudo que fazia. Sempre aberta à novos conhecimentos, determinada e atualizada na sua vida profissional.

Mana exercia sua profissão com verdadeira paixão e por isso era tão admirada. Sempre demonstrou amor e carinho por crianças e certamente foi devido à isso que escolheu ser professora.

Viveu com grandes sonhos e um deles era o ser tia. Desejo, esse, que foi realizado e para sua felicidade ser completa foi convidada para uma bela missão de ser madrinha. A qual aceitou prontamente. A ansiedade era tanta que assim que soube que seria um menino de imediato começou a comprar presentes relacionados ao time do coração (grêmio), antes mesmo dele nascer. Após o nascimento do afilhado, mesmo longe sempre esteve muito presente, demonstrando muito carinho e preocupação. Quando estavam juntos era pura alegria, aproveitando ao máximo os momentos que pode compartilhar junto dele. Resta nós futuramente contar para ele o quanto foi amado e desejado por essa tia/madrinha que agora virou uma estrelinha cuidando de todos nós. E como diz o vovô Heitor: Amenizar a dor com seu jeitinho carismático que herdou de sua madrinha Andressa.

Algumas dores são difíceis de suportar, principalmente aquelas que são causadas pela morte de alguém que amamos tanto. Mas tudo fica um pouco mais fácil quando temos ao nosso lado pessoas que nos apoiam de coração em momentos como esse. À todos da família, os amigos e pessoas conhecidas que de alguma forma fizeram chegar até nas palavras de conforto, o nosso muito obrigado. Pois nesse momento de luto e dor todo o apoio é essencial; Nosso agradecimento à todos que tentaram aliviar esta profunda tristeza. Enxugar as lágrimas e cuidar das feridas é a primeira tarefa a fazer após a morte de um ente querido. É um momento que sozinhos jamais conseguiríamos suportar. Fica um vazio em nossos corações. Mas a vida tem que seguir, as feridas terão que ser curadas com o tempo e continuaremos unidos, vivendo um dia de cada vez, enfrentando com coragem, com Deus em nossos corações e com a grande certeza que ela estará nos cuidando e continuará pra sempre em nossos corações, um dia todos nós estaremos juntos novamente num lugar chamado céu. Descança em paz. Te amaremos eternamente…

Ouça áudio:

Mensagem de agradecimento de um ano de falecimento em memória de Clementino Ribeiro

Clementino Ribeiro faleceu no dia 16 de maio de 2019, aos 65 anos

A esposa Ana, filhos: Claudiomir, Daniel e José. Filhas; Janete, Angélica, Ilizete, Fernanda e Andréia. Netos: João, Gustavo, Priscila e Daniela, genros, noras e demais parentes e amigos ainda muito entristecidos com a perda do esposo, pai, sogro e avô Clementino Ribeiro vem a público agradecer a toda equipe médica do HCC , em especial ao Dr. Martin Burgos.

Aos motoristas da Secretaria Municipal de Saúde, a Funerária Lermen pelos serviços prestados, a Pastora Regina Bertaluci, em fim a todos que de uma ou outra forma apoiaram a família.

Clementino Ribeiro faleceu no HCC no dia 16.05.2019, às 23h43min, aos 65 anos de idade, deixando enlutados a esposa, cinco filhas, três filhos, cinco netos, quatro genros e três noras.

Mensagem:

Querido pai, nosso melhor amigo!

Deus levou consigo para a morada celestial. Teus sonhos e planos foram interrompidos pelas sábias mãos de Deus, mas sabemos que permaneces conosco, nos amparando e protegendo. Foste pai exemplar, tua família era teu tesouro, por isso tua ausência nos faz sofrer tanto, buscamos em Deus o consolo e a fé, pois de cada um de nós, levaste um pouco. Pedimos a Deus que nos de forças para continuarmos nesta caminhada sem você. No entanto, sabemos que estás bem nos braços do Pai Eterno e de lá continuarás zelando por nós. Não é fácil viver sem teu sorriso amigo, teus gestos de carinho para com todos, tuas palavras amigas, tuas brincadeiras. Honestidade, simplicidade, aquele sorriso alegre, amoroso e muito amigo, eram qualidades que sempre se destacavam em você.

Que Deus te abençoe.

 

 

 

Agradecimento da família de Neri Antônio Bigolin

Neri Antônio Bigolin faleceu no dia 27 de março , aos 68 anos

Os familiares ainda entristecidos com a repentina perda do esposo, pai sogro e avô, Neri Antônio Bigolin, no último dia 27, vem por meio deste agradecer a agente de saúde Juliane, a equipe da ambulância e enfermagem juntamente com o Doutor Bonotto do Hospital de Caridade de Crissiumal, a funerária Zillmer pelos serviços prestados, aos meios de comunicação pela divulgação, ao padre Olindo e ao ministro de Eucaristia José Agostinho pelas palavras de fé e conforto. A todos que participaram do tríduo. Não citando nomes para não ocorrer o erro de esquecer de alguém.

Agradecemos carinhosamente a todos os familiares e amigos que manifestaram suas condolências pela nossa grande perda. Pelos gestos, palavras de conforto pessoalmente e nas redes sociais, pelo carinho e atenção que tiveram e estão tendo conosco. E a todos que enviaram flores e coroas para enfeitar a sua eterna morada. O nosso muito obrigado da família enlutada.

Sem vocês ao nosso lado cremos que não conseguiríamos estar novamente em pé. Há momentos na vida em que nada é capaz de acalentar o coração enlutado, mas saber que temos muitos amigos e pessoas que nos amam traz mais conforto. Deixamos a todos os mais cincerros agradecimentos.

Neri Antônio Bigolin faleceu no dia 27 de março de 2020, aos 68 anos, 07 meses e 3 dias, deixando enlutada a esposa Lira Pinheiro Bigolin, filhos Odir, Lizane e Daiane, nora Leopoldina, genros Gilmar e Noel, netas Marina e Francini, irmãos, cunhadas, cunhados, sogra, primos, sobrinhos e um vasto círculo de parentes e amigos.

MENSAGEM

Querido esposo, pai, sogro e avô ! Nosso melhor amigo, Deus levou consigo para a morada celestial. Teus sonhos e planos foram interrompidos pelas sábias mãos de Deus, mas sabemos que permaneces conosco, nos amparando e protegendo. Foste pai exemplar, tua família era teu tesouro, por isso tua ausência nos faz sofrer tanto, buscamos em Deus o consolo e a fé, pois de cada um de nós, levaste um pouco. Pedimos a Deus que nos de forças para continuarmos nesta caminhada sem você. No entanto, sabemos que estás bem nos braços do Pai Eterno e de lá continuarás zelando por nós. Não é fácil viver sem teu sorriso amigo, teus gestos de carinho para com todos, tuas palavras amigas, tuas brincadeiras. Honestidade, simplicidade, aquele sorriso alegre, amoroso e muito amigo, eram qualidades que sempre se destacavam em você. Que Deus te abençoe.

Pai, você sempre foi um lutador, sempre batalhou pela nossa família, pelos seus e pelos nossos sonhos e nos ensinou a sermos pessoas corretas. Nós todos temos muito orgulho de você! Você parte mas deixa o exemplo de vida, de determinação e coragem. Estará sempre presente em nossas vidas, o seu amor nos manterá unidos e nos guiará para sempre. Obrigado por ter dedicado à sua vida a nós, obrigado por ter sido sempre um filho, irmão, esposo, pai, sogro, avô e amigo maravilhoso. Descanse em paz, é hora de repousar ao lado de Deus. Sentiremos saudades e quando a saudade bater  lembraremos da sua frase escrita no armazém que deixaste escrita: “Nunca desista dos seus sonhos, dias melhores virão! Tudo o que é bom é de graça!”

Te amaremos para sempre!

Descanse em paz!

Mensagem de agradecimento da família de Anna Laura Petry

Anna Laura Petry faleceu no dia 15 de março de 2020 aos 78 anos

A Família de Anna Laura Petry ainda consternada com o seu falecimento, vem por meio deste agradecer a todas as pessoas que manifestaram o seu carinho e conforto pela perda da ente querida.

Queremos agradecer a todos que nos abraçaram, nos enviaram flores e coroas, mensagens de apoio, conforto neste momento de dor e sofrimento.

Aos médicos e a equipe de enfermagem do Hospital de Caridade de Crissiumal e Ijuí. A funerária Lermen pelos bons serviços prestados, ao Grupo de Idosos 30 de Setembro de Linha Principal e grupo de campistas pelas homenagens prestadas, as palavras de conforto do Padre Olindo e ministra de Eucaristia Inês Lücke, a todos os amigos que nos ajudaram no período de 09 meses de enfermidade e também no momento da dor pela despedida da ente querida. Não citando nomes para não esquecer alguém, a todos nossa gratidão.

Vó Anna para a família e Laura para os conhecidos.

Anna Laura Petry faleceu no dia 15 de março de 2020 aos 78 anos, 03 meses e 21 dias, deixando enlutado o esposo Altino José Petry, filhos Maria Adelaide, Vera Lucia e Luis Carlos, nora Liane, genros Pedro e Santiago, netos Mateus, Francieli, Nicole, Mônica, Gabriel, Lucas e Brenda, cunhadas, cunhados, sobrinhos e um vasto círculo de parentes e amigos.

MENSAGEM

Querida mãe, temos a certeza que no céu onde você estiver vai nos dar força e coragem para nós superar a dor e o sofrimento pela sua perda. Temos a certeza que um dia nos encontraremos na vida eterna.

Convidamos os amigos e familiares  para que nesta data elevem a Deus uma prece em tua memória.

 

Agradecimento e convite para culto em memória de Celson Valdir Ruppenthal

Celson Valdir Ruppenthal faleceu no dia 10 de janeiro de 2020, aos 54 anos

A esposa Eliane da Rosa Ruppenthal, filhos Daniel e Darlan, nora Giliane, neto Janiel e demais familiares ainda consternados com a perda de Celson Valdir Ruppenthal, vem através deste agradecer em especial ao sobrinho Rodrigo Henicka, o casal Adelmo e Madalena Diel, aos colegas e direção do supermercado Benedetti, aos médicos Dr. Bonotto, Dr. Martim, a equipe de enfermagem do Hospital de Caridade de Crissiumal, a Funerária Zillmer pelos serviços prestados, ao Pastor Jonas Ronei Gunsch pelas palavras de fé e conforto, enfim a todos os amigos e familiares que prestaram solidariedade naquele momento de dor e sofrimento pela perda do ente querido Celson… O nosso muito obrigado da família enlutada.

Celson Valdir Ruppenthal nasceu em 16.06.1965 e acabou falecendo no dia 10.01.20, aos 54 anos, 06 meses e 24 dias, deixando enlutados a esposa, 02 filhos, 01 nora, 01 neto, pai, sogro, 01 irmã, 08 cunhados, 07 cunhadas, tios, tias, primos, sobrinhos e um vasto círculo de parentes e amigos.

A família convida para o culto nesse sábado, dia 25.01.20, às 19h na Igreja Trindade de Crissiumal, para mais esse ato de fé a família agradece.

Mensagem:

Meu pai, hoje você não está mais entre nós, você partiu para a sua última viagem e no meu coração deixou um eterno vazio.

Mas, não quero pensar ou falar só em tristeza, pois, não quero associar seu nome ao sofrimento.

Hoje, amanhã e sempre eu quero recordar quem você foi em vida. Quero apenas lembrar eternamente carregar no coração o pai maravilhoso que eu tivesse a oportunidade de conhecer o exemplo de homem pai, marido que você foi para todos. Eu quero tornar eterna sua memória honrá-la com minha vida.

Você deixa muita saudade, nosso pai, mas também mito amor, muitas aprendizagens, seu valioso exemplo como pessoa e a certeza de jamais será esquecido. Nós amamos muito você e para sempre amaremos. Descanse em paz, nosso amado pai Celson…

 

Agradecimento e convite para Missa em memória de Sérgio Luis Jeziorski

Sérgio faleceu no dia 15 de janeiro de 2020, aos 48 anos

A família de Sérgio Luis Jeziorski, ainda consternada com o seu falecimento, vem agradecer a todas as pessoas que de alguma forma manifestaram seu carinho e apoio durante a perda do ente querido.

É nos momentos de tristeza que valorizamos cada palavra e gesto de apoio que nos motiva para enfrentar o desânimo e a tristeza.

Agradecemos a todos que se disponibilizaram a ajudar. Não sabemos como retribuir todo o carinho recebido durante este momento difícil. O tempo não volta atrás, mas com as pessoas certas ao nosso lado é possível olhar para o futuro.

Os nossos agradecimentos é extensível a funerária Lermen pelo serviço prestado, aos vizinhos e amigos pelo carinho de sempre, a todos os envolvidos nas investigações, Polícia Civil e Brigada Militar. Ao padre e ao ministro pela celebração e palavras de conforto. A empresa John Deere, o sindicato dos Metalúrgicos  e aos colegas de trabalho pelas homenagens prestadas. A todos que de alguma forma auxiliaram nesse momento de tristeza.

Sérgio faleceu no dia 15 de janeiro de 2020, aos 48 anos. Deixando com saudade sua filha Isabella, seus pais José Bonifacio e Conceição, seus irmãos Vicente, Lurdes, Ari, Inês e André, cunhados, cunhadas, parentes e amigos.

Compreender os propósitos de Deus muitas vezes pode ser uma tarefa difícil. Lágrimas passam pelos nossos olhos constantemente e a saudade aumenta o sofrimento. Que a dor da nossa perda possa ser diminuída um pouquinho a cada dia. O vazio que fica jamais será preenchido e o que nos resta é lembrar dos momentos maravilhosos que passamos juntos, do pai exemplar e do ser humano alegre e de bom coração.

A família convida a todos para a Missa em memória de Sérgio a realizar-se no dia 25 de janeiro, às 19h na Igreja Matriz Três Santos Mártires de Crissiumal.

Ninguém morre enquanto continuar vivo na lembrança. Sérgio deixou um belo legado de vida para todos, sorrir para todos, calar-se para ouvir, aprender com os erros e acreditar que tudo vai mudar. Suas atitudes e princípios estará presente na memória de muitos.

Desde já o nosso muito obrigado.

Agradecimento da família de Pedronilo Ruppenthal

Pedronilo faleceu no dia 11/12/19 aos 74 anos

A esposa Nilva Gress Ruppenthal, filhos Jair, Janete e Judite, nora Simoni, genro Luiz Carlos, netos Wilian, Amanda, Diego, Marina, Rafaela e Guilherme ainda consternados com a perda do esposo, pai, sogro e avô Pedronilo Ruppenthal, vem através deste agradecer aos vizinhos Nelson Wenschenfelder e família, Valdir Fenner e família pelos primeiros socorros, ao motorista da ambulância pela corrida, ao Dr. Bonottto e a equipe de funcionários do H.C.C. pelo atendimento, a funerária Zillmer pelos serviços prestados, Pastor Olavo pelo culto e pelos atos fúnebres no cemitério, a Natacha pelos cantos entoados, ao centro Comunitário de Lajeado Guabirova pela cedência do salão para a realização do velório, as cozinheiras pelas refeições, Grupo de bocha Bragantino, Sociedade Sempre Unidas, Emater 05 de julho, Grupo Chapéu de Palha, Rede de água, Sociedade Ponte Preta e Sociedade 30 de Julho pelas homenagens e pelas coroas doadas. Aos abraços e palavras de apoio naquele momento de dor, de despedida do ente querido. Enfim, a todos os amigos, vizinhos e parentes que de alguma forma fizeram chegar até nós palavras de muito conforto após o falecimento do nosso ente querido Pedronilo.  O nosso muito obrigado.

Pedronilo Ruppenthal nasceu 29.06.1945, faleceu no dia 10.12.19, com a idade 74 anos, deixando enlutados a esposa, 01 filho, 02 filhas, 01 nora, 01 genro, 06 netos e um vasto circulo de parentes e amigos. Sendo que já lhe antecederam 03 irmãos.

A família convida para o culto, no dia 09.02.20, as 10h15, na Igreja Evangélica de São Sebastião.

Mensagem

É em momentos como esse que percebemos o poder destrutivo que tem a morte, ela leva as pessoas mais importante das nossas vidas, deixando um vazio em nossos corações, continuaremos unidos vivendo um dia de cada vez enfrentando com coragem os momentos de tristeza para superar essa dor.

Tudo tem seu tempo determinado e todo propósito do céu tem seu tempo. Há tempo para plantar e tempo de colher. Há tempo de ferir e tempo de curar. Há tempo de derrubar e tempo de construir. Há tempo de chorar e tempo de rir. Há tempo de buscar e tempo de perder. Há tempo de amar e tempo de julgar. Para todas as coisas há um tempo determinado por Deus.

Da esposa Nilva Ruppenthal, filhos, netos, genro e nora.

Agradecimento da família de Ilga Kunz Both

Ilga Kunz Both faleceu no dia 29 de novembro de 2019, aos 86 anos

Os filhos: Pedro Inácio, Maria Roseli, Clarines, Leunice Maria, Leoni Maria (em memória) e Valdenir José, noras, genros, netos, bisnetos e demais familiares ainda consternados com a perda da mãe, sogra, avó e bisavó  Ilga Kunz Both vem através desta nota, agradecer a todos os amigos e familiares que a visitaram durante a sua enfermidade, ao médico Flávio e a enfermeira Maria Helena pelas consultas na residência, ao motorista da ambulância pelas corridas, os funcionários do Posto de Saúde pelos atendimentos, ao Dr. Martim e a equipe de enfermagem que não mediram esforços para salvar a vida da ente querida,  ao padre Olindo pelas rezas na residência, ao padre Gilberto pela missa de corpo presente, os ministros Augustinho e Teresinha pelos atos fúnebres, a irmã Lurdinha pela reza, ao apostolado da oração,  o M.C.C. da Paróquia, a Escola Tuiuti de Vista Nova, CAEP, ao Grupo 29 de novembro, a Confraria Colorada e o CTG pelas homenagens prestadas e coroas e flores doadas,  a funerária Zillmer pelos serviços prestados, a ministra Marlene Schumacker pela reza do tríduo e todos os parentes, vizinhos e amigos pela presença no tríduo. Enfim a todos que de uma ou outra forma apoiaram a família, naquele momento de dor e sofrimento, o nosso muito obrigado.

Ilga Kunz Both, filha de Jacob e Ermina Kunz, nasceu no dia 01 de julho de 1933 em Vila Santa Clara do Sul; casou-se com Francisco Olipio Both no dia 02 de julho de 1955 em Vila Santa Clara do Sul. E com a graça de Deus e amor nasceram os filhos.

Ilga Kunz Both faleceu com a idade de 86 anos, 04 meses e 29 dias, no Hospital de Caridade de Crissiumal, no dia 29.11.19, as 19h deixando enlutados 06 filhos, 02 noras, 02 genros, 08 netos, 02 bisnetos, sendo que o esposo, uma filha, um neto já lhe antecederam na morte.

A família convida para missa sábado, dia 07.12.19, de sétimo dia, na Igreja Matriz de Crissiumal, às 19h.

Mensagem:

Mãe, sogra, avó e bisavó Ilga ! Você foi  um exemplo de vida, fé e esperança. Sempre foi uma mulher honesta, trabalhadora, amiga, nunca foi uma pessoa sem saída, nunca houve uma barreira que você não rompeu; mas infelizmente partiu. Não imagina a falta que faz em nossas vidas e corações. Só nos restam lembranças, saudades, vontade, força e muita fé. O seu lugar sempre será seu, pois foi e será a pessoa mais amada e amiga de nossas vidas. A saudade é grande desde que partiu, mas temos certeza de que junto com o Pai de céu está orando e cuidando de nós. Mas sabemos que agora estás junto ao Pai Eterno, sem sofrimento e sem dor. Amamos-te, eternamente.