Posts

Polícia Civil divulga dicas de segurança contra golpes praticados na região

A 22ª DPRI, através do Delegado de Polícia de Crissiumal William Garcez, divulgou nessa quarta-feira (09/01) dicas de segurança para que a população não caia em golpes recentemente praticados em nossa região.

  • NÃO CAIA NO GOLPE DO “FALSO SEQUESTRO”

FALSO SEQUESTRO: A vítima recebe uma ligação. Do outro lado da linha alguém diz que está em poder de seu filho e exige dinheiro para libertá-lo. A pessoa não pode se apavorar. Desligue o telefone imediatamente e tente fazer contato com a suposta vítima e conversar com familiares. Não forneça nenhum dado e não efetue qualquer depósito.

  • NÃO CAIA NO GOLPE DO “CARRO ESTRAGADO

CARRO ESTRAGADO: O estelionatário se passa por parente ou conhecido da vítima, dizendo que está com o carro quebrado e que precisa de dinheiro para o guincho ou para pagar o mecânico. Acreditando que o parente ou conhecido está com dificuldades, a vítima realiza o depósito bancário ou ainda coloca crédito de celular para supostamente realizar contato com a seguradora.

Ao receber este tipo de telefonema adote as seguintes medidas: 1. Desligue o telefone; 2. Não faça qualquer tipo de depósito ou transferência bancária; 3. Não forneça nenhum dado (nome completo, CPF ou RG); 4. Procure contato autêntico com a pessoa que se diz na ligação (o suposto parente); 6. Após, procure uma Delegacia de Polícia e informe o fato.

Outra dica: Pergunte ao “suposto parente” (golpista) algo que só a verdadeira pessoa poderia saber, como o nome do seu cachorro, um fato familiar recente, etc.

 

Fonte: Polícia Civil Gaúcha

Polícia Civil Gaúcha alerta população sobre golpes em compras pela internet

A Polícia Civil Gaúcha, notadamente à 22ª DPRI, regional de Três Passos, solicitou na tarde desta terça-feira (08/01), a veiculação do texto abaixo para conhecimento e alerta da sociedade, a fim de orientar a população sobre os riscos decorrentes de compras efetuadas pela internet.

  • ATENÇÃO AO COMPRAR NA INTERNET: EVITE GOLPES

O consumidor que faz compras pela internet para fugir do movimento nas ruas e conseguir preços mais baixos deve tomar cuidado com os golpes virtuais. Muitos sites que parecem legítimos podem ser verdadeiras armadilhas. Abrir uma loja virtual é fácil e barato. Pessoas de má-fé podem copiar fotos, textos e criar uma boa estrutura de navegação para compra e emissão do boleto bancário. Depois, como numa loja séria, ainda enviam para o consumidor um e-mail dando os “parabéns” pela compra. Hoje em dia, se você ligar para o telefone da loja fraudulenta ele existe. Se você mandar o e-mail, ele é respondido. Mas, na verdade tudo está sendo preparado para o golpe. Depois que o dinheiro das pessoas é coletado, tudo desaparece. Recentemente o PROCON/SP (Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor) atualizou a lista de sites que devem ser evitados pelos brasileiros. Com isso, a sua “lista negra” passa a contar com 421 endereços que apresentam perigo aos consumidores. A lista está disponível em:

 http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php

 A falta de entrega do produto é a principal reclamação contra as lojas virtuais fraudulentas. Antes de comprar, portanto, recomenda-se que o consumidor busque informações a respeito do fornecedor para não cair em armadilhas.

Confira adiante 11 dicas para evitar golpes:

  • Desconfie de preços muito baixos. Não existe milagre: desconfie de ofertas vantajosas demais.
  • O site tem que oferecer uma compra segura (garantir que ninguém mais tenha acesso a seus dados pessoais). Para isso, na hora da compra, deve aparecer um “cadeado” na barra inferior do navegador. Mas cuidado: muitos sites falsos copiam essa imagem e inserem dentro página. Clique duas vezes sobre esse ícone e uma pequena janela com informações sobre a autenticidade do site deve aparecer. Em alguns sites falsos, o cadeado pode até aparecer, mas será apenas uma imagem e ao clicar duas vezes sobre ele nada irá acontecer.
  • Atenção ao endereço que aparece na hora de fazer a compra: Depois do “http” deve aparecer a letra “s” que significa “security” (segurança). Se a página for segura, tem de começar com “https”. Se for só http, cuidado.
  • No ato da compra, minimize a página: se o teclado virtual for minimizado também, está correto. No entanto, se ele permanecer na tela sem minimizar junto com esta, está errado.
  • Sempre que fornecer seus dados sigilosos, como por exemplo do cartão de crédito, digite sua senha “errada” na primeira vez. Se aparecer uma mensagem de erro, significa que o site é realmente do banco, pois o sistema tem como checar a senha digitada. Mas, se digitar a senha errada e não acusar erro é um mau sinal. Alguns golpistas querem apenas capturar senhas.
  • Atenção para a forma de pagamento. Evite comprar em sites que recebem apenas por boleto bancário ou depósito em conta. Ainda, veja quem é o titular da conta bancária. se for uma pessoa física e não uma empresa, não compre!
  • Procure no site a identificação da loja em que pretende realizar a compra (razão social, CNPJ, telefone e outras formas de contato além do e-mail).
  • Prefira fornecedores recomendados por amigos ou familiares.
  • Imprima ou salve todos os documentos que demonstrem a compra e a confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios etc.).
  • Instale programas de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) e os mantenha atualizados em seu computador.
  • Nunca realize transações online em lan houses, cybercafés ou computadores públicos, pois podem não estar adequadamente protegidos.

 

Fonte: William Garcez – Delegado de Polícia / Polícia Civil Gaúcha/ 22a DPRI

Homem é morto a golpes de faca no Noroeste do RS

Um homem foi morto a facadas em Santo Ângelo registrando-se como o primeiro homicídio de 2019 na Capital das Missões de acordo com as autoridades da área de segurança pública.

Um homem de 24 anos foi morto com vários golpes de faca durante briga no bairro Sagrada Família, zona leste da cidade.

A ocorrência foi registrada por volta da 1h45min, próximo ao Case.

A vítima foi identificada como sendo Juliano de Bastos Antunes. A polícia já tem suspeito da autoria.

Fonte: Rádio Cidade SA