Posts

Denúncias de violação a direitos de crianças caem em 2018

As denúncias de violações de direitos de crianças e adolescentes recebidas pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) caíram cerca de 10% entre 2017 e 2018, saindo de 84 mil para 76,2 mil. Na comparação entre os primeiros quatro meses de 2018 e 2019, a queda foi de 19%, com uma redução de 5,8 mil denúncias no período em 2017, para 4,7 mil até abril de 2018.

Os dados foram apresentados pela equipe do Ministério em reunião da Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes realizada hoje (14) na Câmara dos Deputados. As denúncias foram recebidas pelo Disque 100, sistema de atendimento telefônico criado pelo Ministério para receber reclamações de violações de direitos humanos sobre diversos temas.

A evolução das denúncias nos últimos anos sinaliza uma oscilação do fenômeno. O total de denúncias relacionadas a crianças e adolescentes foi de 80,4 mil em 2015, 76,1 mil em 2016, 84 mil em 2017 e 76,2 mil em 2018.

O ouvidor nacional de Direitos Humanos, Fernando César Ferreira, apontou problemas no sistema do Disque 100 nos últimos anos, como a demora no atendimento. Ele, no entanto, evitou estabelecer uma relação entre o problema e a evolução dos dados: “Não podemos precisar se isso [a queda das denúncias] foi em função da ineficiência do atendimento. Mas, por outro lado, a gente percebe que a redução das denúncias no Disque 100 acompanha a mesma tendência de redução de criminalidade”.

No recorte geográfico, os estados com maiores índices de reclamações de violações envolvendo crianças e adolescentes em 2018 foram Distrito Federal, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Amazonas. Os com menos registros deste tipo no ano passado foram Roraima, Amapá, Sergipe, Pará e Tocantins.

Violência sexual

Dentre as denúncias recebidas em 2018, mais de 17 mil foram de violência sexual envolvendo crianças e adolescentes. Destas, 13,4 mil foram de abuso sexual e 3,6 mil de exploração sexual. O abuso abrange violações de cunho sexual com meninos e meninas. Já o termo exploração é usado quando essa prática envolve algum ganho financeiro por parte do autor.

No recorte por gênero de denúncias de abuso sexual, em 73,4% dos casos a vítima era menina e em 18,6%, menino. Já nas ligações comunicando exploração sexual, a proporção foi de 75% de vítimas do gênero feminino e 12% do gênero masculino.

A ministra do MMFDH, Damares Alves, chamou a atenção para o perfil dos autores das agressões: mais de 70% são parentes, como pais, mães e padrastos; evidenciando a ocorrência de parte importante desses episódios dentro de casa. “Campanha de combate à exploração sexual a gente tava focado muito nas ruas, nas estradas, será que não vamos ter que focar dentro do lar, conversar com as crianças diretamente?”, questionou a titular da pasta.

Disque 100

Na reunião da Frente Parlamentar, a equipe do MMFDH relatou problemas com o Disque 100, como a demora de até 50 minutos para uma ligação ser atendida e o fato de 40% das chamadas não serem sequer respondidas. O ouvidor nacional de Direitos Humanos, Fernando César Ferreira, anunciou a criação de um Sistema Integrado Nacional de Direitos Humanos que vai reunir os canais existentes (como o Disque 100 e o Disque 180, voltado a denúncias de violações de direitos das mulheres).

Segundo o ouvidor, o novo sistema terá diferentes formas de envio de denúncia para além do contato telefônico, como por meio de redes sociais, de aplicativos ou de sites. Além disso, o projeto prevê uma plataforma com as informações sobre as denúncias. “Os dados estarão disponíveis e abertos ao cidadão de forma clara e precisa”, afirmou Ferrreira.

*Agência Brasil

Criança morre eletrocutada em Campo Novo

Por volta das 15h30min desta segunda-feira (07/01) uma criança morreu eletrocutada na localidade de Vila São Pedro, interior de Campo Novo.

Segundo informações de moradores das proximidades Alex Chagas de Souza, 07 anos, sofreu descarga elétrica ao tentar passar por baixo de uma fiação de rede de alta tensão que estava caída na estrada vicinal que liga a sede do município a localidade da Vila São Pedro.

A ambulância do município chegou o socorrer a vítima porém a mesma não resistiu e veio a óbito.

Já no Hospital de Campo Novo era visível a revolta dos moradores da comunidade em razão de que segundo eles, a empresa responsável pela manutenção da rede elétrica teria sido comunicada as 12h30 sobre a queda da fiação a qual apresentava grande perigo já que estava aproximadamente a 80 centímetros do chão e no leito da estrada.

O corpo de Alex será encaminhado para necropsia, a Brigada Militar e a Polícia Civil atenderam a ocorrência.

Fonte/Foto: Observador Regional

Criança é atropelada por moto e condutor foge sem prestar socorro em Coronel Bicaco

No final da tarde desta quinta-feira (27/12) uma criança de 07 anos foi atropelada por uma motocicleta na Avenida Presidente Vargas, próximo ao Detran em Coronel Bicaco.

Segundo informações o motoqueiro e a moto não foram identificados, pois após atropelar a criança fugiu sem prestar socorro.

A vítima foi socorrida e levada até o Hospital de Coronel Bicaco onde recebeu os primeiros socorros e logo após transferida para o Hospital Santo Antônio de Tenente Portela, informações são de que a criança sofreu escoriações principalmente no rosto.

Fonte: Observador Regional

Criança de três anos morre após afogamento na piscina de casa

Família prestou primeiros socorros com apoio telefônico dos Bombeiros, que atenderam a ocorrência e chegaram a encaminhar a vítima para o hospital.

Um menino de três anos morreu nesta segunda-feira, 3, depois de afogar-se na piscina da própria casa, no bairro Nova Esperança, em Guaramirim, na região Norte de Santa Catarina. Ele foi encontrado pelo familiares dentro da água por volta das 15h30, já inconsciente. O Corpo de Bombeiros Voluntários de Guaramirim foi acionado e começou o atendimento pelo telefone, com um dos bombeiros passando informações sobre os primeiros socorros à família.

Segundo os bombeiros, a guarnição chegou à casa em cerca de quatro minutos. Foram realizados os procedimentos de salvamento em caso de parada cardiorrespiratória e o menino foi encaminhado para o Hospital Santo Antônio. Na unidade hospitalar, a criança ficou em atendimento por cerca de uma hora, mas não foi possível reverter o quadro.

Segundo dados dos bombeiros, no Brasil, afogamento é a segunda causa de morte entre crianças de um a nove anos de idade e a terceira de 10 a 19 anos. No caso de crianças com menos de 10 anos, a maioria dos afogamentos ocorrem em piscinas e em casa. Por isso, é importante haver proteção ao redor das piscinas para quem tem crianças pequenas em casa, e nunca deixar uma criança brincando desacompanhada, na piscina, nos rios ou na praia.

*Diário Catarinense

Polícia encontra corpo de criança e suspeita que seja de menina desaparecida

Familiares estão no local para fazer o reconhecimento

Brigada Militar e Polícia Civil estão no local e isolaram a área | Foto: Alina Souza

O corpo de uma criança foi encontrado em Alvorada, na região Metropolitana, na manhã desta segunda-feira. A suspeita é de que seja a menina sequestrada na noite de domingo, na zona Norte de Porto Alegre. Familiares da vítima estão no local e aguardam para fazer o reconhecimento.

O corpo está às margens do rio Gravataí, no limite entre Gravataí e Alvorada, e foi encontrado por um popular. Apenas um barranco separa o rio da ERS 118, que já apresenta lentidão no km 23. Devido ao movimento das polícias, muitos motoristas que circulam pela rodovia estão diminuindo a velocidade para verificar o que aconteceu, por isso o Comando Rodoviário da Brigada Militar está orientando o trânsito.

A menina está desaparecida desde as 20h45min de ontem, quando foi sequestrada. Ela brincava com o irmão em frente a sua casa no bairro Rubem Berta, em Porto Alegre. De acordo com a Brigada Militar, houve uma queda de luz na região, quando um veículo de cor vermelha passou no local. O motorista teria chamado a vítima e seu irmão, sequestrando a menina.

Segundo a mãe, que teria entrado na casa para verificar se a energia elétrica havia retornado, imagens de uma câmera de segurança flagraram o carro vermelho passando em frente à casa e depois fazendo o retorno para ir até onde as crianças brincavam. À reportagem do Correio do Povo, a mãe garantiu que não sofria ameaças.

Fonte: CP

Criança morre ao cair do sexto andar em Erechim

Menino era autista e estaria acompanhado do irmão no momento do acidente

Divulgação

Um menino de nove anos morreu ao cair do sexto andar de um prédio no Centro de Erechim, no Norte do RS, na tarde desta terça-feira (9). O caso é tratado como acidente.
Conforme a Brigada Militar, o menino era autista e estava em casa acompanhado de um irmão. O Samu foi ao local, mas a criança estava sem vida.
O corpo foi encaminhado ao Departamento Médico Legal de Passo Fundo, e as circunstâncias do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

Fonte: Gaúcha ZH

Padre é condenado em SC a 33 anos de prisão por estupro de vulnerável

Sacerdote foi preso em junho do ano passado na casa da mãe

Menino conseguiu ir ao banheiro e mandar mensagens para o celular do pai com pedido de socorro (Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal)

O padre Marcos Roberto Ferreira, preso em junho de 2017 quando era suspeito de abusar de crianças em São Francisco do Sul,  foi condenado na última segunda-feira (7), em primeira instância, a 33 anos, dois meses e seis dias de prisão em regime fechado por estupro de vulnerável.
O sacerdote, de 37 anos, teve prisão temporária decretada após investigação da Polícia Civil e foi preso na casa da mãe dele no bairro Jardim Paraíso, em Joinville, ainda no ano passado.
Marcos atuava na Paróquia Santa Paulina, na praia de Ubatuba, no Norte de Santa Catarina e foi afastado do sacerdócio ainda no ano do crime. Ele está preso desde então na Unidade Prisional Avançada (UPA) de São Francisco do Sul e deve ser intimado nas próximas horas.
O crime veio à tona no fim de maio de 2017, quando uma das vítimas, que segundo o inquérito tinham entre 12 e 17 anos na época do ocorrido, conseguiu mandar uma mensagem por celular para os pais contando os abusos. O padre é acusado de molestar as crianças e adolescentes na casa paroquial da igreja do Sagrado Coração de Jesus.

Fonte: Gaúcha ZH

Menino de 11 anos morre após ser atingido por veículo desgovernado em Carazinho

A vítima, que não teve a identidade revelada, estava brincando com amigos na frente de casa, em Carazinho.

1477003806_93

Foto: Rádio Gazeta

Um menino de 11 anos morreu após ser atingido por uma caminhonete na tarde desta quinta-feira (20) em Carazinho, no Alto Jacuí. Segundo a Polícia Civil, a vítima – que não teve a identidade revelada – estava brincando com amigos na frente de casa, na rua Guanabara, quando foi atropelada por uma caminhonete S10.
O veículo estava estacionado e se deslocou após ser atingido por uma Ford Pampa, que estava parada em uma lomba e começou a andar sozinha.
A polícia investiga se a caminhonete não estava com o freio de mão acionado.

Fonte: Rádio Gaucha

Grupo de Trabalho Humanizador do HCC anima o Dia das Crianças

gth-dia-das-criancas

Para comemorar o Dia das Crianças, o GTH realizou uma atividade diferente na Pediatria do HCC. As crianças que estavam internadas receberam uma visita muito especial, onde integrantes do grupo se vestiram de palhaço e levaram um pouco de alegria para elas.

Também foram entregues presentes (brinquedos) além de um lanche diversificado especial para o público infantil, como docinhos, bolo e algodão doce.

O objetivo da ação é lembrar, carinhosamente, das crianças que estão internadas nesta data, fazendo com que as dores das enfermidades sejam substituídas por momentos de alegria a diversão, como toda criança merece.

Nos próximos dias o GTH realizará uma atividade envolvendo os colaboradores da instituição e seus filhos. (A princípio, dia 5 de novembro, no CAD)

Fonte/Foto: HCC

Criança recém-nascida é abandonada em matagal em Sobradinho, no RS

1474446293_42

Após ser encontrada, criança foi levada para hospital (Foto: Fabricio Ceolin, divulgação/Rádio Sobradinho)

 

Um bebê recém-nascido foi encontrado em um matagal no interior de Sobradinho, no Vale do Rio Pardo, interior do Rio Grande do Sul. Segundo a Brigada Militar, a mãe da criança, de 20 anos, teria feito o parto sozinha durante a madrugada desta terça-feira (20) e, em seguida, abandonou o bebê.
A menina nasceu com 3,6 quilos. A mãe da criança foi encontrada pela família no começo da manhã e foi levada para o Hospital São João Evangelista, com suspeita de estupro. Entretanto, um enfermeiro desconfiou da situação e chamou a polícia. Foi quando a jovem acabou confessando que fez o parto.
A criança foi encontrada pela cunhada e foi levada ao hospital, enrolada em um pano. Ela foi submetida a exames e passa bem. A menina está sendo amamentada pela mãe. O Conselho Tutelar acompanha o caso.

Fonte: G1