Posts

Morador de Tiradentes do Sul morreu em balneário no interior de Esperança do Sul

O agricultor Vilson José Klar, 60 anos, morador de Esquina Salãozinho Tiradentes do Sul morreu enquanto se banhava nas águas do Rio São Francisco, na tarde deste sábado (29-12) no interior de Esperança do Sul.

Conforme informações, após afundar Vilson Klar, subiu uma vez para superfície, momento em que o filho mais novo tentou sem sucesso salvar o pai que desapareceu definitivamente. O afogamento aconteceu por volta das 16h40min, mas o corpo foi resgatado pelos Bombeiros de Três Passos, por volta das 19h.

De acordo com os bombeiros, o local em que aconteceu o afogamento existe um poço de aproximadamente quatro metros de fundura.

O corpo de Vilson José Klar, está sendo velado em Esquina Salãozinho, localidade Tiradentes do Sul, que ele morava com a família. Ele deixa a esposa e três filhos.

O sepultamento vai ser realizado às 17h deste domingo (30-12), no cemitério municipal de Tiradentes do Sul.

Fonte: No Ar Notícias

Homem morre em acidente em toboágua no Vale do Rio Pardo

Conforme a Polícia, ele perdeu velocidade e parou em algum ponto da estrutura quando foi atingido por outra pessoa no pescoço.

Estrutura do toboágua tem cerca de 8 metros Foto: Reprodução /Arquivo Pessoal

Estrutura do toboágua tem cerca de 8 metros
Foto: Reprodução /Arquivo Pessoal

Um homem de 27 anos, identificado como Anderson Artis da Siqueira, morreu enquanto descia um toboágua de quase 8 metros de altura em Passo do Sobrado, no Vale do Rio Pardo, na tarde deste domingo (25). Conforme a Polícia Civil, ele acabou perdendo velocidade e parou em um ponto da estrutura, quando uma outra pessoa que descia atingiu ele na altura do pescoço.

A vítima caiu na água inconsciente, quando foi socorrida e colocada na borda da piscina. Populares ainda tentaram fazer massagem cardíaca, mas ele morreu no local.

Segundo o delegado regional de Santa Cruz do Sul, Luciano Menezes, a investigação irá procurar os proprietários do Balneário Nunes, onde o caso aconteceu, para apurar se eles possuem responsabilidade no ocorrido.

“Vamos checar a possibilidade de homicídio culposo, pois há informações de que não tinha gente cuidando deste toboágua”, afirmou.

*Rádio Gaúcha