Negociação de Anderson com chineses está em compasso de espera

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

17800998

Se o Inter quiser ficar com Anderson, é bom torcer para que os chineses do Hebei Fortune encontrem na Europa os reforços para montar um time forte neste primeiro ano na primeira divisão. Como as janelas nos principais mercados do lado de lá do Atlântico fecham entre o dia 31 de janeiro e 4 de fevereiro, trata-se de uma semana decisiva para os negócios do Hebei.

Os europeus até podem vender fora desse prazo. Mas isso é quase improvável, já que não haveria como fazer a reposição. Se não conseguirem sucesso na Europa, os chineses devem voltar outra vez suas atenções para o Brasil. Anderson faz parte de uma lista de nomes apresentados ao Hebei. Suas estatísticas foram analisadas e aprovadas pelos analistas de desempenho do clube.

Em um primeiro momento, os jogadores em atividade no nosso mercado ficam em segundo plano. O novo técnico, o sul-coreano Lee Jang-Soo, prefere apostar em brasileiros que estejam na Europa, mais adaptados ao estilo de jogo de intensidade que pretende implementar.

Lee tem cartaz na China. Ele era o técnico do Guangzhou Evergrande na primeira onda de grandes investimentos no futebol do país, em 2011. Naquela ocasião, ele ganhou de presente o argentino Conca, tirado do Fluminense e cativado por um salário que o tornou o terceiro jogador mais bem pago do mundo.

Mesmo que esteja ainda em processo de recuperação técnica no Inter, Anderson desfruta de cartaz no futebol asiático. Surfa na onda de oito anos no Manchester United, com participação em quatro títulos da Premier Legue, um da Liga dos Campeões e um do Mundial de Clubes. O futebol inglês é popular na China, com quase todos os jogos transmitidos ao vivo. É comum ver nas ruas jovens envergando camisetas do United, clube com forte presença no mercado asiático.

Empresários envolvidos na transferência apostam em uma definição na primeira semana de fevereiro. Até porque, a partir do dia 4, a China para devido às festividades de Ano-Novo. Por uma semana, nenhum negócio é feito, nenhuma reunião marcada. São os raros dias em que nada acontece no país em que tudo funciona sete dias por semana. A transferência de Anderson para a China é tocada por duas frentes independentes. No Brasil, o escritório do empresário Jorge Machado é quem trata das conversas com o Hebei. Mas, como o próprio meia revelou ao final da partida contra o Fluminense, seu agente, o português Jorge Mendes, está na China e mantém conversas sobre sua transferência. Mendes talvez seja o principal empresário do futebol no momento. Em sua carteira de clientes estão nomes como os de Cristiano Ronaldo e o de José Mourinho.

Quem é o Hebei
O magnata Wang Wenxue comprou o Hebei Zhongji Football Club em janeiro de 2015. Rebatizou-o Hebei China Fortune Football Club e levou-o em um ano à primeira divisão. Wang é, segundo a revista Forbes, o 32º homem mais rico da China, dono de uma fortuna de US$ 3,7 bilhões. Na lista mundial da Forbes, ocupa a posição 557. Sua empresa, a Fortune, atua na área de gestão e desenvolvimento de cerca de 30 parques industriais em 20 cidades diferentes do país. O Hebei conta no momento com três estrangeiros, sendo um deles o atacante brasileiro Edu, de longa trajetória no futebol alemão.

*Zero Hora

Por: Leonardo Oliveira

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.