Corpo de mulher desaparecida há um ano é encontrado enterrado na casa do companheiro

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Após um ano de investigações, policiais da Delegacia de Polícia de Dom Pedrito, juntamente com a Decrab e a 2ª Delegacia de Bagé solucionaram um dos casos mais emblemáticos já registrados em Dom Pedrito

Vera Lúcia Severo Lemos havia sido dada como desaparecida em maio de 2018, fato que só foi comunicado à polícia um mês depois pela família da vítima. Naquela época, a Polícia Civil de Dom Pedrito iniciou investigações, adotando a linha de que realmente ela estaria desaparecida. Só que o tempo foi passando sem que nenhuma pista indicasse o seu paradeiro.

Diligências foram realizadas e na casa do ex-companheiro de Vera Lucia, algo incomum chamou a atenção dos policiais – o homem iniciara uma construção aos fundos de sua residência, começando pelo piso, antes mesmo das paredes, como se tivesse sido feito às pressas. Na casa desse homem, que por essa e outras circunstâncias passou a ser considerado suspeito, a polícia também encontrou uma faca com vestígios de sangue. Ela foi encaminhada ao IGP – Instituto Geral de Perícias que, depois da análise, constatou que a lâmina apresentava vestígios de sangue humano.

A partir daí foi solicitado ao poder judiciário local um Mandado de Buscas na casa do suspeito, para que pudesse ser feita uma escavação no local onde os policiais desconfiavam que o corpo de Vera Lucia pudesse estar ocultado.

Para o trabalho, além da Polícia Civil, várias frentes foram utilizadas – Instituo Geral de Perícias, Exército Brasileiro, através da 3ª Cia E Cmb Mec, Corpo de Bombeiros local, Corpo de Bombeiros de Santa Maria, que trouxeram dois cães farejadores, enfim, foi a culminância de um trabalho intenso de investigações que duraram mais de um ano.

Aproximadamente às 17h de ontem (14), os trabalhos iniciaram, então, inicialmente com os cães farejadores indicando já no primeiro momento que no local ou no entorno havia indícios de que ali havia ou esteve enterrado um cadáver. No interior da residência, o IGP trabalhava na tentativa de encontrar vestígios de sangue, com o uso do produto conhecido como “Luminol”.

A partir daí, começaram os trabalhos de escavação propriamente dita, etapa que se estendeu até depois da meia noite praticamente, momento em que foi oficialmente anunciado que um cadáver teria sido encontrado, certamente o de Vera Lúcia, identidade que ainda deverá ser comprovada pelo exame de necropsia.

Agora, as investigações continuam e uma das etapas será estabelecer uma conexão da faca encontrada com vestígio de sangue na casa do suspeito, com a vítima, através de exame de DNA.

O ex-companheiro que até este momento figurava na condição de suspeito de matar Vera Lucia, é aguardado na Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos quanto ao fato de ter sido encontrado um cadáver sepultado no interior de sua própria casa, e detalhe, justamente em um cômodo que servia de dormitório para uma filha sua.

Fonte: Portal Qwerty

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.