Somente seis das 2.256 escolas estaduais gaúchas possuem plano contra incêndios

Secretaria de Educação definiu como meta investir R$ 166 milhões para regularizar todas as escolas do Estado

Mateus Bruxel / Agencia RBS

Recentes incêndios em locais que não contavam com Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI), como o Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro, que causou a morte de 10 jovens, e o Hospital Fêmina, em Porto Alegre, ligaram o alerta para a situação em escolas públicas do Rio Grande do Sul. Somente seis das 2.256 escolas estaduais gaúchas possuem PPCI, conforme a Secretaria da Educação(Seduc-RS) – até a publicação desta reportagem, a pasta não havia informado os nomes das seis instituições.

As seis escolas que estão em dia com o PPCI foram regularizadas por iniciativa das próprias comunidades onde estão localizadas, e não do Estado. O secretário da Educação, Faisal Karam, determinou como prioridade da pasta para 2019 a regularização de todas as unidades.

— É lamentável chegar no início do ano de 2019 e não termos um projeto de prevenção contra incêndio nas nossas mais de 2 mil escolas. Mas essa é a realidade. O Estado está sendo omisso em responsabilidade. Acho que chegou o momento de enfrentar — declarou.

Estão em fase inicial de projetos para obter o PPCI 567 escolas (25%). Outras 853 (37%) tiveram os planos aprovados pelos bombeiros e aguardam elaboração de projeto a ser encaminhado pela Secretaria de Obras, que deve abrir licitação e escolher empresa para executá-lo. Outras 830 (36%) protocolaram os projetos e aguardam resposta do Corpo de Bombeiros.

A secretaria avalia que são necessários R$ 166 milhões em investimentos em 2019 para conseguir colocar todas as escolas em dia, com obras de pequeno ou médio portes para que todos os colégios tenham PPCI.

—  Criamos um grupo de trabalho na última semana definindo que a prioridade é mover todos os recursos disponíveis em 2019, centrar esforço muito grande no PPCI. Para isso, terá que ser feito aumento no quadro funcional e terceirização de serviços — adiantou Karam, em entrevista à Rádio Gaúcha.

As aulas para 900 mil alunos da rede pública começaram nesta quarta-feira (20), mesmo sem a maioria das escolas estar preparada para emergências. Enquanto isso, a secretaria pede calma para pais de alunos e orienta que equipamentos de ar-condicionado não sejam ligados em instituições que não estão com a rede elétrica reforçada.

Fonte: ZH

Maior e Mais Brilhante Superlua de 2019 foi vista também em Crissiumal

Nesta terça-feira (19), a Lua está cheia e em seu ponto mais próximo de sua órbita ao redor da Terra – o perigeu. Esse fenômeno é chamado de Superlua.

A estimativa é de que ela só esteja ao mesmo tempo em sua fase cheia e tão próxima do nosso planeta novamente em 2026.

A última ocorrência de uma superlua, que culminou ainda com um eclipse lunar total, foi em 20 de janeiro, e a próxima está prevista para 19 de março.

Veja algumas fotos registradas em Crissiumal:

Fotos: Emerson Gomes

 

Fonte: Rádio Metrópole com informações do G1.

Emboscada: agente da Susepe tem carro interceptado por criminosos em Passo Fundo

Créditos: Arquivo Uirapuru

Na tarde desta domingo (17), a Brigada Militar realizou buscas por um automóvel Gol de cor branca, onde estavam três homens armados com pistolas, após uma tentativa de emboscada contra um agente penitenciário que atua no Presídio Regional de Passo Fundo (PRPF).

O agente retornava ao presídio, quando foi abordado pelo trio de criminosos. Eles desceram do automóvel e tentaram atirar contra agente penitenciário, que estava conduzindo o veículo Prisma da SUSEPE.

O servidor conseguiu escapar e acionar a BM, que efetuou buscas , mas não logrou êxito na localização dos elementos. Um alerta foi emitido aos servidores do PRPF e demais regiões durante deslocamentos com viaturas e, até mesmo, em veículos particulares.

 

Fonte: Rádio Uirapuru

Cachorro é picado por cobra ao tentar proteger donos

Fotos: Prefeitura de Cidreira/Divulgação

Um cachorro da raça pinscher foi picado por uma cobra, na quarta-feira (13), em Cidreira, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. A serpente conhecida como cruzeira apareceu no pátio de uma casa, no bairro Salinas.

De acordo com os fiscais da vigilância sanitária, que foram chamados para retirar o animal, o cão foi picado enquanto tentava proteger os donos.

O cachorro foi atendido por um veterinário, tomou soro antiofídico e está fora de perigo.

A Prefeitura de Cidreira orienta a população para que evite empilhar tijolos, telhas e materiais de construção próximos às casas, já que esses ambientes são favoráveis para a procriação de cobras. Ao encontrar um animal peçonhento, as pessoas devem pedir ajuda à vigilância de saúde ambiental.

Fonte: G1 RS

Corpo de gerente do Sicredi pode ter sido carbonizado no pátio da casa do suspeito

Foto: Divulgação

O Eco Regional teve acesso aos documentos da investigação do caso Potrich e apurou que a polícia encara, fortemente, uma possibilidade para a ocultação do corpo do bancário, no dia 13 de novembro de 2018. Ele poderia ter sido carbonizado. A informação ganha peso, tendo em vista a vegetação queimada nos fundos da casa do suspeito, que mora no mesmo condomínio da família Potrich.

O material apurado pela equipe de investigação também mostra interceptações telefônicas entre o suspeito C.A.W.P e o pintor, que trabalhava na sua casa e acompanhou os policiais em diligências no condomínio. Eles falam sobre o local onde teria sido feito fogo e que os cães farejadores insistiram em se aproximar.

 

*Eco Regional

Kits de robótica serão usados por alunos da rede estadual a partir deste ano

Seduc / Divulgação

Cerca de 16 mil alunos da rede estadual de ensino terão acesso a kits de robótica a partir deste ano letivo. A iniciativa é da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), que investiu R$ 1 milhão na aquisição do material pedagógico. O processo de compra começou em 2018, ainda no governo de José Ivo Sartori, e a entrega dos conjuntos é realizada pelo novo titular da pasta, Faisal Karam.

Do total de kits, 120 estão destinados a escolas que têm, entre seus alunos, estudantes com altas habilidades ou superdotação. Isto é: crianças e adolescentes que se destacam na área intelectual, acadêmica, liderança, artes ou psicomotricidade. De acordo com a assessora técnica da Educação Especial da Seduc, Márcia Garcia, a ferramenta tecnológica, que será usada nas salas de recurso, permite que o aluno se desenvolva de forma mais global.

— Mas os kits não ficam restritos apenas a esses alunos. Todos os estudantes acabam sendo beneficiados, pois a ideia é que essa ferramenta circule pela escola — esclarece.

Cada kit, que custou cerca de R$ 1,1 mil a unidade, é composto por placas e circuitos eletrônicos, sensores de distância ultrassônicos, microcontroladores, resistores, plataformas e conexões para montagem. A ideia é de que o aluno possa desenvolver a robótica a partir da criatividade.

— O projeto está apenas no início. A proposta é que todas as escolas possam ser contempladas futuramente — destaca Márcia.

Além dos alunos com desenvolvimento acima da média, a Seduc destinou mais de 500 kits para 109 escolas com turno integral, sendo 97 de Ensino Fundamental e 12 de Ensino Médio, como também para o ensino profissionalizante.

Em Porto Alegre, 21 instituições de ensino receberam os kits nesta semana. Entre as escolas contempladas estão a Rio Branco e o Instituto Estadual de Educação Dom Diogo de Souza.

— Foram dois os critérios para a escolha dos colégios: ter sala de recursos e ter matrículas com estudantes de altas habilidades — explica.

Fonte: ZH

PRF prende homem por porte ilegal de arma em operação em Carazinho

PRF/divulgação

A operação ocorreu durante a noite desta quarta-feira (13) na BR 285 em Carazinho. Um homem foi preso portando uma arma calibre .38 e 9 munições.

A PRF promoveu abordagens com ênfase na fiscalização do uso de álcool e outras substâncias psicoativas na direção de veículo automotor. O trabalho se estendeu por toda a noite desta quarta-feira.

Os condutores abordados eram convidados a realizar o teste do etilômetro, sendo que 2 deles recusaram o teste e foram autuados. A multa nesse caso é de R$ 2.934,70 e a suspensão por 12 meses do direito de dirigir.

Um dos condutores abordados, que dirigia uma Toro com placas de Santa Bárbara do Sul, estava com direito de dirigir suspenso exatamente por ser flagrado em um teste do etilômetro. Ele aceitou realizar o teste que deu negativo. Porém, quando realizada busca no veículo, foi encontrada uma arma municiada.

O homem foi preso e encaminhado a polícia judiciária para confecção do flagrante. Ele responderá pelos crimes de violar a suspensão do direito de dirigir e porte ilegal de arma de fogo. O veículo foi liberado para condutor habilitado.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

Estupros no RS têm queda de 32,9% em janeiro de 2019, mas número de feminicídios se mantém estável

Secretaria de Segurança Pública registrou ameaças em 329 municípios gaúchos no primeiro mês do ano

Foto: Fabiano do Amaral

O número de casos de estupro caiu quase 33% no Rio Grande do Sul em janeiro passado, comparado com o mesmo período de 2018. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), nos primeiros 31 dias de 2019, 130 crimes do tipo foram registrados no Estado, ante a 194 no mesmo mês do ano passado.

Porto Alegre concentrou a maioria das ocorrências deste ano, segundo a SSP. Foram 33, ao todo – 11 a mais que em dezembro de 2018, porém cinco a menos que em janeiro de 2018, quando foram registrados 38 estupros na Capital.

Apenas neste ano, Viamão já teve sete estupros em janeiro e foi a segunda cidade com o maior número de casos, seguida por Uruguaiana e Alvorada, ambas com cinco. Ao todo, 53 cidades gaúchas tiveram pelo menos um caso de estupro em 2019.

Considerando no recorte apenas os meses de janeiro, o Rio Grande do Sul teve queda de 36,8% nas ocorrências de estupro desde 2016, quando foram contabilizadas 206 ocorrências no Estado. O número havia caído em 2017, mas voltado a aumentar no ano seguinte para tornar a reduzir em 2019

Feminicídios estáveis

Conforme a SSP, os casos de feminicídio consumado mantiveram-se estáveis – sete em janeiro de 2018 e outros sete em janeiro de 2019. No entanto, os casos de feminicídio tentado cresceram, passando de 35 para 44.

Outro crime registrado pela SSP é a ameaça. Apenas em janeiro, houve 3.503 ocorrências do tipo, em 329 dos 496 municípios gaúchos. Janeiro fechou com média de 113 casos de ameaças por dia no Rio Grande do Sul. Ainda elevado, mas em queda na comparação período igual de 2018, que fechou com 3.625 casos.

 

Fonte: Correio do Povo

Casal de bilionários doa 40 milhões para construção de nova emergência do SUS em Porto Alegre

Foto: Alexandre Fritsch | Santa Casa

O casal bilionário Nora Teixeira e Alexandre Grendene, um dos empresários mais bem-sucedidos do Brasil com negócios na indústria calçadista, oficializou a doação de R$ 40 milhões para que o Complexo Hospitalar da Santa Casa de Porto Alegre construa uma nova emergência do SUS. A unidade fará parte do novo hospital do complexo, localizado no Centro Histórico. Para retribuir o gesto dos doadores, a Santa Casa anunciou que o empreendimento de saúde se chamará Hospital Nora Teixeira.

Com o aporte, a emergência passará dos atuais 600 metros quadrados para 2,325 mil metros quadrados. “Este ato de doação contribui com o acesso à saúde da população que mais necessita”, afirmou Nora, ao lado do marido, ao oficializar a doação ao provedor da Santa Casa, Alfredo Englert, na tarde desta quarta-feira (13).

O hospital terá 13 andares e prevê investimento total de R$ 177 milhões, com previsão de ficar pronto em março de 2022. A pedra fundamental do projeto será lançado nas próximas semanas, quando já começam as obras.

A Santa Casa terá oito unidades na área do Centro, depois que o Nora Teixeira ficar pronto.Englert lembrou que o complexo dependeu muito de voluntários para sobreviver e creditou aos filantropos a capacidade da instituição manter 60% dos atendimentos pelo SUS. Em 2018, o complexo registrou déficit de R$ 165 milhões com o Sistema Único de Saúde.

A nova emergência será exclusiva para adultos e prevê aumento de leitos fixos de observação de 13 para 28, criação de dois postos de enfermagem na observação, ampliação de posições de medicação, salas de acolhimento e consultórios e centro de diagnóstico por imagem para a emergência.

Primeira doação beneficiou pets carentes

É a segunda vez que os Grendene contribuem para erguer uma estrutura de atendimento em saúde na Capital. Em 2016, foi inaugurada a Unidade de Saúde Victória, na zona leste, que levou o nome da filha do empresário Alexandre Grendene e teve aporte de R$ 7 milhões.

A unidade, que tem porte de hospital, tem blocos cirúrgicos, consultórios, UTI, setores de quimioterapia, fisioterapia, banco de sangue, farmácia, ambulatório, sala de recuperação para 150 cães e gatos e espaço de triagem para outros 120 pets.

Para conseguir atendimento clínico, os donos de animais domésticos devem se dirigir ao local com os animais e apresentar comprovante de residência em Porto Alegre, carteira de identidade e comprovante de inscrição no programa Bolsa Família. (Jornal do Comércio).

 

Fonte: POA 24 Horas

BRF recolhe carne de frango por risco de contaminação por salmonella

Arquivo/Agência Brasil

A empresa brasileira de alimentos BRF, dona das marcas Sadia e Perdigão, anunciou hoje (13) o recolhimento de aproximadamente 164,7 toneladas de carne de frango in natura destinadas ao mercado doméstico, e de outras 299,6 toneladas do produto que seriam vendidas para outros países. Em comunicado ao mercado, a companhia informa que a carne pode estar contaminada pela bactéria Salmonella enteritidis.

Já estão sendo recolhidos do mercado nacional coxas e sobrecoxas sem osso, meio peito sem osso e sem pele (em embalagens de 15kgs), filezinhos de frango (embalagem de 1kg), filé de peito (embalagem de 2kg) e coração (embalagem de 1kg).

Os lotes possivelmente contaminados foram produzidos nos dias 30 de outubro de 2018 e entre 5 e 12 de novembro de 2018, na unidade de Dourados (MS), e receberam o carimbo de inspeção do Serviço de Inspeção Federal (S.I.F. 18 ), vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o que pode ser verificado na embalagem dos produtos.

Por precaução, a BRF optou por recolher todos os lotes. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foram informadas do ocorrido e da decisão da empresa.

A empresa já iniciou o inventário e recolhimento dos produtos que se encontram em rota ou junto aos clientes no mercado interno e externo. Além disso, destacou um grupo de especialistas para investigar as origens do problema a fim de adotar  medidas para que a contaminação não volte a ocorrer.

A produção da fábrica de Dourados está mantida, mas, de acordo com a BRF, “sob um processo rigoroso de manutenção e liberação dos produtos”. O objetivo é assegurar que a ocorrência foi pontual e não se repetirá.

A BRF garante que a Salmonella enteritidis não resiste ao tratamento com calor, sendo eliminadas quando os alimentos são cozidos, fritos ou assados – o que, lembra a empresa, é a regra no consumo de produtos de frango in natura. Caso os alimentos não sejam devidamente preparados, a bactéria pode causar infecção gastrointestinal. Os sintomas mais comuns são: dores abdominais, diarreia, febre e vômito.

 

Fonte: Agência Brasil