Em pleno Dezembro, geada é registrada na Serra Catarinense

Foto: Mycchel Legnaghi

A cidade de São Joaquim, no alto da Serra Catarinense registrou, durante o gélido amanhecer desta segunda-feira (03/12), a geada de número 100 no ano de 2018. A geada foi registrada em um ponto de baixada no Vale do Caminhos da Neve, há pouco mais de 03 quilômetros do centro da cidade.

Segundo informações do Climaterra, entre 64 anos, desde que se começou a ter dados climatológicos em São Joaquim, o 2018 é o primeiro em que deu geada em todos os meses de Janeiro a Dezembro.

SC/FRIO! É DEZEMBRO… As mínimas:

1,2ºC Urupema*
1,9ºC Urubici/F.Keiser
2,5ºC S.Joaquim/F.Keiser
3,2ºC Painel/G.Hugen e F.K
3,8ºC B.Jardim/Inmet
5,9ºC Lages*
7,0ºC Campo Belo do Sul*
7,2ºC Curitibanos/UFSC
7,5ºC Campos Novos*
7,5ºC Palmeira*
7,6ºC Frei Rogério*
7,8ºC Bom Retiro*

Fonte: São Joaquim Online

Imagens de um puma na estrada de acesso ao Salto do Yucumã, em Derrubadas

Fotos: Parque Estadual do Turvo/Reprodução

Um Puma (Puma concolor) também conhecida como onça-parda ou leão-baio foi flagrado circulando pela estrada que dá acesso ao Salto do Yucumã, no Parque Estadual do Turvo em Derrubadas/RS.

As imagens foram registradas na noite de 16 de novembro de 2018, porém o vídeo foi postado na noite desta segunda-feira (26/11) na página do facebook do Parque.

O Parque Estadual do Turvo é o último refúgio gaúcho de espécies como a onça-pintada. A viabilidade das pequenas populações de onça no parque, se mantém apenas em função das ligações com as áreas florestadas da Argentina e com possíveis contatos com as populações mais numerosas da bacia do Rio Iguaçu, segundo a Secretaria Estadual do Meio Ambiente ( Sema).

Fonte: Parque E. do Turvo

Mensagem de um ano de falecimento de Jacson Conrad

Foto: Arquivo Pessoal

A quem chora por mim, lembre-se de minha alegria e conforte seu coração… Aos que sofrem por minha ausência, estarei em seus sorrisos!

JACSON… Há um ano você se foi. Parece que foi ontem que recebemos a desoladora notícia que você já não estava mais entre nós. Os nossos corações ficaram devastados, e aos poucos vamos reunindo forças para seguir a vida sem você aqui, sem a tua presença no nosso dia a dia.

Parece que estamos vivendo em um sonho sem fim, um sonho eterno… As tuas imagens e lembranças continuam vivas dentro de nós e em nossa casa, sentimos falta de seu sorriso, sua voz, seus abraços, suas brincadeiras, do seu jeito simples e especial de ser e amar.

A sua partida foi tão rápida que nem tivemos tempo de nos despedir, você era tão jovem e cheio de vida, e isso nos causa ainda mais dificuldades em aceitar e entender. Mas respeitamos a vontade de Deus, aceitamos com resignação a dor, e tentamos transformá-la em aprendizado, em sabedoria. Tentamos transformar a saudade e as lágrimas pela sua ausência em um sorriso ao lembrar os momentos felizes que passamos juntos.

JACSON… Um ano se passou. E outros anos virão sem você. É difícil reaprender a viver, mas pensamos que você está em paz, em um lugar cheio de luz e com a alma serena, nos traz tranquilidade para seguir a vida.

JACSON… Que a luz que te ilumina seja tão grande quanto a saudade que sentimos de você, do seu sorriso, seu olhar, seu jeito simples e amigo.

Você estará eternamente em nossos corações e em nossas melhores lembranças!

Te amaremos para sempre!

SAUDADES: Dos pais Eliseu e Ione, irmão Gabriel, namorada Bruna, familiares e amigos.

A família agradece a todas as pessoas que durante este ano apoiaram e deram forças, através de palavras de carinho, mensagens de fé e conforto. Faltam palavras para agradecer. Muito obrigado à todos.

Convidamos a todos para participar da missa de um ano de falecimento em memória de JACSON ALENCAR ROYER CONRAD a realizar-se neste sábado, 24 de novembro, ás 18h na Igreja Matriz de Crissiumal.

Geada é registrada próximo à divisa com o RS, em SC

Foto: Mycchel Legnaghi

A gélida cidade de São Joaquim, no alto da Serra Catarinense, teve novo registro de geada durante o amanhecer desta quarta-feira (21/11) no Vale do Caminhos da Neve, onde a baixada, de um pouco mais de 1.200 metros e há cerca de 3km do centro da cidade amanheceu recoberta por um fina camada de gelo, proporcionando mais um belo espetáculo típico de inverno, porém já próximo do verão.

A mínima no Estado de Santa Catarina foi registrada pela Rede de Estações Keiser no Rancho Mescalero, próximo a ponte do Rio Pelotas em Bom Jardim da Serra, onde também pode ter ocorrido a incidência de geada. Em Bom Jardim da Serra a temperatura ficou na casa dos 2.7ºC.

De acordo com o Climaterra, este é a geada de número 99 somente ano de 2018 no Campos de Cima da Serra.

Fonte: São Joaquim Online

Diretoria do HCC decide suspender atendimentos eletivos devido a atrasos nos pagamentos do Estado

Serão atendidas apenas urgências e emergências 

Em reunião extraordinária realizada na manhã desta terça-feira (13/11) a Diretoria do Hospital de Caridade de Crissiumal definiu a suspensão dos atendimentos eletivos.

Em virtude do cenário econômico que estamos enfrentando no País e principalmente no Estado do Rio Grande do Sul, agravado nos últimos meses com a falta e atrasos dos repasses, o HCC está suspendendo por prazo indeterminado os atendimentos de pacientes eletivos. Por isso, serão mantidos apenas os atendimentos de urgência e emergência e retornos cirúrgicos.

O Hospital tem a receber repasse de 3 meses de programas estaduais (Ortopedia, Saúde Mental e Porta de Entrada) sendo esse último, recurso para manutenção do Pronto Socorro, além de parte da produção de setembro e outubro, totalizando R$ 562.000,00 (quinhentos e sessenta e dois mil reais).

Os atendimentos serão normalizados mediante retomada do pagamento e cronograma dos valores em atraso.

Fonte: Diretoria HCC

 

Confira Nota da Federação com dados atualizados desta terça (13) referente atrasos de pagamentos para as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do RS:

https://www.metropole1070.com.br/site/wp-content/uploads/nota_federacao2.pdf 

 

Crissiumalense é modelo da montadora Lexus no Salão do Automóvel em SP

 Alessa Caneppele é modelo da montadora Lexus, no Salão do Automóvel em SP

Foto: Reprodução Facebook

 

A Crissiumalense Alessa Caneppele completa três anos em SP como modelo profissional e  estreou nesta quinta-feira (08), no Salão do Automóvel  2018 em São Paulo, como modelo da montadora Lexus, que é a divisão de luxo da Toyota.

A Lexus anunciou durante o Salão de São Paulo que, a partir de 2019, passará a ter apenas modelos híbridos em sua linha no Brasil. Os primeiros carros dessa nova fase foram revelados durante o evento: os novos UX e ES.

 O Salão do Automóvel é o maior evento de carros da América Latina e foi aberto nesta quinta-feira, e vai até o próximo dia 18 de novembro.

Veja vídeo  https://www.facebook.com/260601384073455/videos/2203396389948987/UzpfSTEwMDAwMzExMTY4NDE2NzozMDYwNjExMjk0OTk0MTQ6NzU6MDoxNTQzNjUxMTk5Ojg4NTk0NjQ3MDU3Nzc3Mzc3OTM/

 

 

 

Alessa já foi finalista do Miss RS 2015 e é modelo comercial da Mega Model Brasil. Foto: Reprodução Facebook

 

Fonte: Rádio Metrópole

Criminosos atacam agências bancárias no Norte e Noroeste do RS

Em dois casos, ocorridos nas cidades de Joia e Casca, os criminosos trocaram tiros com a polícia. Terceira ocorrência foi na cidade de Mato Castelhano

O Rio Grande do Sul registrou três ataques a banco na madrugada desta quinta-feira (8). Os casos ocorreram em Joia, na região Noroeste, onde o alvo foram caixas eletrônicos, em Casca, no norte do Estado, em que duas agências foram atacadas, e em Mato Castelhano, também no norte. Nos dois primeiros casos, houve troca de tiros com a polícia.

No primeiro ataque, por volta das 3h, pelo menos oito homens foram flagrados por uma guarnição da Brigada Militar (BM) ao tentar atacar caixas eletrônicos do Banrisul, no centro do município de Joia.

Conforme a BM, os criminosos haviam arrombado a porta quando a BM chegou. Ao avistarem os policiais, o grupo efetuou disparos e conseguiu fugir em um carro ainda não identificado. A Brigada Militar afirma que os assaltantes não conseguiram levar o dinheiro e que foi encontrado um explosivo não detonado dentro do banco. A Polícia Civil investiga o caso.

Em Casca, o ataque simultâneo a agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal ocorreu cerca de uma hora depois. Nesta ocorrência, os bandidos chegaram a explodir alguns caixas eletrônicos. No entanto, com a chegada da BM, houve confronto com os policiais e os criminosos também conseguiram fugir.

Não há informações se alguma quantia foi levada dos bancos. Nenhum policial ficou ferido. Como houve ataque a uma agência da Caixa, a Polícia Federal assumirá as investigações desse ataque.

Em Mato Castelhano, cidade de 2,4 mil habitantes a 20 quilômetros de Passo Fundo, criminosos arrombaram um posto bancário do Banrisul que fica às margens da rodovia que corta o município. De acordo com a Brigada Militar, o crime ocorreu por volta das 4h e ainda não há confirmação sobre as circunstâncias.

A BM afirma que uma dupla em motocicleta foi vista fugindo da região após o ataque. A polícia afirma que é o terceiro ataque no mesmo local em um período de 60 dias. No dia 29 de setembro, o mesmo posto foi explodido por uma quadrilha.

Ataque na Serra no dia anterior

 Cambará do Sul, na serra gaúcha, registrou minutos de tensão no fim da manhã desta quarta-feira (7). Criminosos encapuzados, com coletes à prova de balas e portando armas longas assaltaram a agência do Banrisul, no centro da cidade.

Durante o assalto, os ladrões obrigaram reféns a fazer um cordão humano em frente à agência bancária para impedir a ação das forças de segurança. Na fuga, eles abordaram e alvejaram a tiros um caminhão de ração na RS-020. Eles obrigaram o motorista a atravessar o veículo na rodovia, para atrasar a ação da polícia, antes de atear fogo nele.

Segundo o Grupo Rodoviário da Brigada Militar de Gramado, após a abordagem ao caminhão, os assaltantes fugiram em direção à Praia Grande (SC). A polícia faz buscas na região, mas não há informações sobre prisões.

Fonte: Gaúcha ZH

Caso Bernardo: TJ nega pedido de juíza e mantém júri em Três Passos

Magistrada entendia que a transferência para Porto Alegre era necessária para garantir a ordem pública

Félix Zucco / Agencia RBS

Os desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ) decidiram nesta quarta-feira (7), por maioria, manter o júri do Caso Bernardo em Três Passos. A juíza responsável pelo julgamento dos quatro réus foi quem solicitou para que o local do júri fosse transferido para Porto Alegre.

“Por certo, os fatos imputados aos réus foram os de maior repercussão na história da Comarca de Três Passos. Resta, portanto, evidente que as pessoas da comunidade, juízes naturais dos crimes dolosos contra a vida, tenham, de alguma forma, ouvido conversas ou declinado manifestações sobre os fatos, como também o fizeram os magistrados, os membros do Ministério Público, os advogados e os profissionais do direito e os de diversas áreas do conhecimento”, considerou o relator do recurso, desembargador Sylvio Baptista Neto, que também presidente a 1ª Câmara Criminal do TJ.

A juíza Sucliene Engler Werle entende que a transferência do local do júri era necessária para garantir a ordem pública, a imparcialidade do julgamento e a segurança do acusados. Entre os motivos, ela citou um carro de som que circula pela cidade reproduzindo a voz do menino pedindo por socorro, sempre que um ato processual é realizado no município.

O relator citou decisões das cortes superiores a respeito do desaforamento, que se trata de medida excepcional. Afirmou que, apesar de ser inegável a repercussão nacional e internacional do caso, com grande carga de informações, isso não causaria efeito a transferência de local do julgamento.

“Existem fatos que, quando da cobertura de imprensa, passam a ter repercussão geral, com caráter difuso. O chamado ‘Caso Bernardo’, como o da ‘Boate Kiss’, o ‘Caso Nardoni’, o ‘Caso Bruno’ (…). Por certo que as mesmas informações que possuem a pessoas que vivem na Cidade de Três Passos, também, possuem as que residem na região, as de nosso Estado e de nosso País (…). Assim, o deslocamento do julgamento, ferindo o princípio do juiz natural, praticamente teria o mesmo efeito, pois se o julgamento fosse marcado para uma Comarca próxima ou na Capital, também haveria movimento midiático, envolvimento social, manifestações e outros episódios como os destacados na representação”, considerou o desembargador.

Quanto à estrutura do Salão do Júri da Comarca, considerado pequeno para comportar um júri de grande repercussão, o relator considerou que cabe ao juiz presidente manter a sobriedade do julgamento.

“O que vai ocorrer na sessão do júri é um julgamento, apenas, e não um espetáculo midiático. Todos nós sabemos que o Tribunal do Júri comporta, pela dialética e pela forma, a transformação da Sessão em espetáculo, muitas vezes, onde, pela atenção midiática, as partes procuram sobrepor os seus talentos personalíssimos. Todavia, essa é uma das funções do juiz presidente, que deve impedir que a sobriedade e que a seriedade do julgamento pelo Tribunal do Júri se transforme em espetáculo.”

Também, em relação à segurança dos réus asseverou que cabe ao Estado zelar pela segurança de todos, como ocorreu ao longo da instrução do processo.

“Os réus estão hoje sob proteção do Estado, nos últimos quatro anos eles participaram de toda a instrução do processo sob proteção do Estado e, também, participaram de audiências e atos judiciais sob a proteção do Estado”

O desembargador Manuel José Martinez Lucas acompanhou o voto do relator.

Divergência

O desembargador Honório Gonçalves da Silva Neto divergiu dos colegas, votando em favor do pleito da juíza.

“Não há como identificar se algum dos possíveis jurados, que serão sorteados na sessão plenária, não participou das manifestações anteriormente realizadas na cidade; não tenha se manifestado nas redes sociais sobre o fato ou que tenha algum vínculo com as pessoas ouvidas na fase inquisitorial e processual, o que causa a dúvida sobre a imparcialidade do júri, principal motivo para o pedido de desaforamento, pois fere diretamente o princípio constitucional do juízo natural. Não há, pois, possibilidade de haver um julgamento justo com o corpo de jurados parcial”, sustenta o desembargador.

O Ministério Público (MP) se manifestou contrário à mudança de local para julgamento, entendendo que deveria ser mantido em Três Passos. Os réus Leandro Boldrini, Graciele Ugulini e Edelvânia e Evandro Wirganovicz seguem presos desde 2014.

Fonte: Gaúcha ZH

Defesa Civil Estadual esteve em Crissiumal nessa terça

Quase 5 mil telhas já foram entregues a população.

A Defesa Civil Estadual, através do Sargento Miranda e Major Paulo Kunkel, esteve em Crissiumal, nesta terça-feira, dia 30 de outubro, a pedido da COMDEC (Coordenadoria Municipal de Defesa Civil) e Prefeitura Municipal, afim de realizar uma vistoria previa, antes mesmo da entrega de todas as telhas.

Até o momento, 4.960 telhas de fibrocimento foram entregues a população que acenou necessidade, cadastrou-se, enquadrou-se, bem como, as famílias apontadas pelas técnicas responsáveis, quanto necessitadas. Além de, 160 vales materiais de construção proporcionados pela ADRA – Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais.

A vistoria deu-se, devido ao Município ter recebido denúncias de que alguns beneficiários estariam vendendo as telhas bem como outros que já teriam coberto suas casas de outra forma e mesmo assim estavam assinando o recebimento. Assim, conforme já informado anteriormente, as telhas são enumeradas e em breve passarão por vistoria individual das residências, o que, desde o início foi deixado bem claro à população quanto a real necessidade.

Conforme a COMDEC, houveram louváveis casos, poucos, em que o eventual beneficiário colocou as telhas a disposição, pois já havia coberto a residência.

Por outro lado, infelizmente, outros casos, na maioria relatada foram de pessoas que não tiveram esse espirito solidário e de real entendimento da situação.

No entanto, o Executivo Municipal já esteve em contato com a Delegacia de Polícia local e em restando comprovado os casos acima mencionados os nomes serão relatados a autoridade policial competente para as medidas cabíveis.

Em face a estes lastimáveis possíveis acontecimentos, pede-se encarecidamente, mais uma vez, a população que não mais necessita deste auxilio, que por gentileza informe as equipes, pois existem mais de 100 famílias que, ainda, não foram atendidas. Ainda, por outro lado, pode se isentar de um constrangimento desnecessário.

Após este relatório, na próxima semana, mais famílias necessitadas receberão telhas.

 

Fonte: SMPP – Prefeitura de Crissiumal

Em vantagem, Grêmio recebe River em busca de vaga na final da Libertadores

Tricolor venceu a partida de ida por uma zero na Argentina

É hora de definir a primeira vaga na final da Libertadores. Na noite desta terça-feira (30), o Grêmio recebe o River Plate para a segunda partida da semifinal.

Com a vantagem mínima conquistada na primeira partida, o Tricolor Imortal joga pelo empate por qualquer placar. Para o River, apenas uma vitória por dois gols de diferença coloca o time argentino na final. Vitória por um gol de vantagem, desde que marque pelo menos dois, também dá a vaga aos argentinos.

O jogo deve ter lotação máxima na Arena. Com ingressos esgotados, a expectativa é quem mais de 50 mil gremistas compareçam para acompanhar a partida.

Luan segue como desfalque por conta de uma lesão. Em contrapartida, Everton Cebolinha, que desfalcou o time gaúcho no primeiro jogo, retorna ao time. Renato Portaluppi, no entanto, fez mistério e não revelou os onze titulares que iniciam a partida.

A bola rola para Grêmio e River Plate a partir das nove e quarenta e cinco da noite, horário de Brasília.

*Agência do Rádio