Colheita do milho se aproxima dos 50% da área cultivada no RS

 

Segue a colheita dos grãos de verão desta safra, com o milho atingindo quase metade (47%) da área cultivada, a soja com 4% da área, o feijão 1ª safra com 78% da área já colhida e o arroz, 10%. De acordo com o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira (28/02), o avanço significativo desta fase das culturas ocorreu devido ao clima quente e seco.

A safra de milho é mais adiantada na parte Noroeste da metade Norte do Estado, apresentando boa qualidade do produto, com baixa porcentagem de grãos quebrados e trincados. Nas regiões Serrana, Metropolitana e Sul, inicia a colheita. Em todo o Estado, o desenvolvimento do milho é considerado ótimo, com a produtividade das lavouras apresentando ótimos rendimentos, variável entre regiões. Há relatos de que, em algumas lavouras, a produtividade ultrapasse 220 sacos por hectare no Alto da Serra do Botucaraí. No geral, 16% da área de milho está madura, 25% em enchimento de grãos, 6% em floração e os demais 6% em germinação e desenvolvimento vegetativo.

Majoritariamente em enchimento de grãos (71%), a cultura da soja evolui para a maturação, com várias lavouras apresentando coloração amarelada das folhas e vagens com grãos formados. Nas regiões da Serra e Campos de Cima da Serra, há excelente carga de vagens, indicando perspectiva de ótimo rendimento. As demais fases são 4% das lavouras já colhidas, 11% estão maduros, 12% em floração e 2% em desenvolvimento vegetativo.

Em geral, a cultura da soja segue com bom desenvolvimento e potencial produtivo. As áreas colhidas nas regiões Celeiro, Noroeste Colonial e Alto Jacuí apresentam variação de produtividade entre 50 e 70 sacos por hectare, de acordo com nível de fertilidade do solo. Na Fronteira Oeste e Campanha, a limitação até o momento para potencial produtivo diz respeito ao porte baixo e a falhas no estande de algumas lavouras.

Em algumas lavouras do feijão 1ª safra, a produtividade final da cultura está próxima a 30 sacas por hectare, considerada muito boa. Em lavouras mais tecnificadas, as produtividades ultrapassaram 40 sacas por hectare, mas em boa parte das zonas de produção o rendimento tem variado entre 1,2 e 1,5 tonelada por hectare. As demais fases da cultura são 2% em floração, 15% em enchimento de grãos e 5% maduras e por colher.

Feijão 2ª safra – O cultivo da safrinha avança no Estado, com as lavouras apresentando bom crescimento e desenvolvimento vegetativo devido à boa umidade do solo proporcionada por chuvas regulares, associadas à intensa radiação solar, a temperaturas elevadas e a boa adubação. Tais condições proporcionam ótimo potencial produtivo. Nas primeiras lavouras semeadas, são realizados os tratos culturais de adubação nitrogenada em cobertura e controle de plantas invasoras. A recuperação da umidade do solo mantém a expectativa de boa colheita.

Para a safrinha ou segunda safra de feijão, a Emater/RS-Ascar aponta uma área de 19.520 hectares e uma produtividade média de 1.469 quilos por hectare, perfazendo uma previsão de produção de 28.673 toneladas

No Rio Grande do Sul, o arroz está com 41% da área cultivada na fase de enchimento de grãos, 27% maduro e já 10% colhido. No Vale do Rio Pardo, nas lavouras que iniciaram colheita, a produtividade e a qualidade do grão são boas. O estado fitossanitário da cultura é bom, e o desenvolvimento é normal. Já nas regiões da Fronteira Noroeste e Missões, a semana com alta insolação favoreceu a colheita do produto, que deve se estender pelas próximas semanas, já que a semeadura apresentou largo escalonamento em função das condições climáticas na época desta operação. Produtores relatam que a produtividade tende a diminuir nas próximas lavouras colhidas, em função da ocorrência de noites frias e chuvas na época do florescimento das lavouras tardias.

OUTRAS CULTURAS
Aipim/mandioca – Na região Noroeste, a cultura apresenta bom desenvolvimento e sanidade; é realizado o controle de invasoras com capina manual. Nos municípios de produção comercial, os produtores continuam colhendo e negociando a produção do aipim. Os negócios com mandioca implantada na última safra melhoraram em relação a preços, estando em R$ 20,00/cx de 27 quilos em Nova Candelária. O clima é favorável à cultura. As áreas cultivadas em agosto já apresentam colheita de produto novo sendo comercializado na feira e mercados. Em Alecrim está em processo final de legalização uma agroindústria de mandioca descascada, que pretende abastecer mercados do município e da região.

Oliveira – Na região Sul, a cultura da oliveira se encontra no período de frutificação e início de colheita. As expectativas de produtividades estão dentro da normalidade, acima de 1.500 kg/ha. Os produtores estão otimistas com a produção e produtividade e a colheita é realizada de forma manual, objetivando a primeira colheita de frutos maiores para a elaboração de azeitonas em conserva.

Erva-mate – A cultura está em pleno desenvolvimento nas áreas da Produção e Nordeste Gaúcho, com práticas de colheita, monitoramento de pragas (broca da erva-mate e ampola) e controle de invasoras (roçadas). Os preços têm variações de R$ 10,00 a R$ 15,00/arroba (15 quilos de folha verde) entregue na indústria, de acordo com o polo ervateiro e o padrão da matéria-prima.

No Vale do Rio Pardo e na Serra do Botucaraí, a erva-mate está sendo comercializada com preços em torno de R$ 12,00/arroba, posta na ervateira. Para o produto comercializado sem o serviço de colheita e transporte, o produtor recebe de R$ 7,00 a R$ 9,00/arroba. Alguns plantios novos são observados na região da Serra do Botucaraí (polo do Alto Taquari). A erva-mate orgânica certificada é comercializada com valores em torno de R$ 18,00/arroba. Os principais municípios produtores dessas regiões são Fontoura Xavier, Itapuca, Venâncio Aires, Mato Leitão e São José do Herval.

Nogueira – Há grande expectativa de boa produção este ano nas áreas do Alto Uruguai. Além disso, em 2018, foram implantados dez hectares de novas áreas, buscando aumentar a produção futura.

PASTAGENS E CRIAÇÕES
As condições climáticas continuam propiciando umidade e temperatura favoráveis a um bom desenvolvimento e produção de massa verde das pastagens, no geral. Porém, em algumas áreas, as pastagens cultivadas de verão começam a diminuir a sua produção e a tornarem-se mais fibrosas, ficando menos nutritivas e menos palatáveis para os animais.

Beneficiados pelo suporte forrageiro oferecido pelas pastagens nativas e cultivadas, os rebanhos leiteiros vêm apresentando bom estado físico e sanitário e mantendo um bom nível de produção de leite. Como é comum nesta época do ano, o calor e a umidade favorecem a multiplicação e o contágio por parasitos externos e internos, o que exige alguns cuidados, como o uso de medicamentos para o controle estratégico de verminoses e para o combate a parasitos externos, especialmente o carrapato que, além de causar parasitose, pode transmitir a tristeza parasitária.

Os rebanhos ovinos do RS continuam apresentando boa condição corporal, em consequência do bom suporte alimentar oferecido pelos campos. No manejo sanitário, destacam-se as atenções e cuidados para o controle de verminoses e parasitas externos, como miíases, sarna e piolho. O período de encarneiramento já começou em algumas propriedades e deverá se estender até abril.

Na região de Porto Alegre, os pescadores artesanais de cabo estão com as atividades paralisadas, mantendo-se apenas na captura e venda de iscas. Já a pesca embarcada consegue realizar a captura de algumas espécies e está sendo a responsável pela oferta de pescado. Na região de Santa Rosa, a retomada da pesca artesanal após o período de defeso manteve baixa captura durante todo o mês.

Fonte/Foto: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar

Crissiumal comemora 64 anos de emancipação nesta quinta-feira, 28

 

Nesta quinta-feira, 28 de fevereiro, o município de Crissiumal estará comemorando 64 anos de sua instalação. Apesar, da criação do município ter ocorrido em 18 de dezembro de 1954, através da Lei Estadual nº 2.553, quando foi desmembrado do município de Três Passos; Crissiumal só obteve um governante de fato, a partir do dia 28 de fevereiro de 1955, com a posse do primeiro prefeito crissiumalense Lauro Pedro Thomaz, tornando, assim, a data oficial de comemoração do aniversário do município.

Segundo o livro “Apontamentos sobre o passado de Crissiumal”, do professor, historiador e escritor José Raymundo Pletschs, os primeiros moradores de Crissiumal chegaram ao território no ano de 1933, sendo da família de Domingos Maccari. Tendo estes recebido a companhia das famílias de Miguel Schütz, Armindo Schütz e Santo Bertaluci em 1935, com aumento da povoação nos anos seguintes. Em 06 de janeiro de 1936 Crissiumal foi reconhecida como povoado e em 28 de dezembro de 1953 como vila.

Em virtude do Feriado Municipal, o prefeito Roberto Bergmann estabeleceu, através do Decreto nº 027/2019, o atendimento de Turno Único, em todas as repartições públicas municipais de Crissiumal, para o dia 1º de março, sexta-feira, sendo o expediente da 7 às 13 horas, exceto nas creches e escolas que terão atendimento normal.

Fonte: Rádio Metrópole com informações da Prefeitura de Crissiumal

Grande evento marcará o Dia Internacional da Mulher, em Crissiumal

Na semana na qual se comemora o Dia da Mulher, em 8 de março, a Prefeitura de Crissiumal, através da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, estará promovendo um grande evento para homenagear todas as mulheres crissiumalenses.

Este ano, a programação especial envolve uma palestra com a médica ginecologista e obstetra, Drª Rosa Maria Nery; e na sequência a diversão será por conta de Carol Banda Show, de Ijuí, que subirá ao palco para animar a todas.

O evento, que é gratuito e exclusivo para mulheres, acontecerá no dia 07 de março, a partir das 20 horas, no CTG Estância da Saudade.

Durante a noite haverá, também, sorteio de prêmios e distribuição de brindes para as mulheres que se fizerem presentes.

Para que todas as mulheres do município possam participar dessa comemoração, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, em parceria com a Secretaria de Educação e Cultura do Município, disponibilizará às mulheres do interior, o transporte gratuito para o dia do evento, passando pelas principais localidades.

Você mulher, agende esta data, organize-se, convide suas amigas e participe deste evento. Será uma grande festa em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

Confira abaixo o roteiro dos ônibus:

– ROTEIRO 01 – Sai da Vila Cascata, passando por Bela Vista, Touro Preto, São Vicente, Barra do Reúno, Linha Pinto, Lajeado Paca, Linha Brasil, Zona Trentini, Zona Focjink, até o CTG.

– ROTEIRO 02 – Sai da Esquina Torquist, passando por Lajeado Grande, Alto Crissiumal, Mato Queimado, Vista Nova, subindo na APRONOVA, Linha Wendling, Linha Porto Alegre, Lajeado Crissiumal, até o CTG.

– ROTEIRO 03 – Sai da Zona Galle, passa por Boa Esperança, São Sebastião, Lajeado Guabirova, Esquina Butiá, Esquina Vidal de Negreiros, Italac, até o CTG.

– ROTEIRO 04 – Sai da Barra do Lajeado Grande, Esquina Navegantes, Esquina Cardoso, Três Ilhas, Canhada Funda, Lajeado Jacaré, Vila Bender, Esquina Gaúcha, Vila Planalto, Esquina Mendonça, Esquina Uruguai, Zona Grün, até o CTG.

– ROTEIRO 05 – Passando por Sussuaiá, Barra do Caçador, Esquina Flores, Barra do Mirim, Lajeado Teimoso, até o CTG.

– ROTEIRO 06 – Passando por Santo Antônio, Linha Concórdia, Linha Principal, até o CTG.

– ROTEIRO 07 – Passando por Zona Webwr, Lajeado Tigre, Lajeado Boi, Vista Nova (no Ginásio), Vista Alegre, até o CTG.

– ROTEIRO 08 – Passando por Vila Planalto, Esquina Gaúcha, Lajeado Fazenda, Lajeado Joaquina, Lajeado Nass, Lajeado Hervas, Lajeado Bugre, Bela Vista Schmidt, Salgadinho (Roque Weber), até o CTG.

 

Por: Andréia Cristina Queiroz – Assessora de Imprensa da Prefeitura de Crissiumal

 

Crissiumal – Secretarias de agricultura e de obras concluíram obra de tratamento de efluentes


A Secretaria de Desenvolvimento Rural Pesca e Meio Ambiente juntamente com a Secretaria de Obras e Saneamento Básico,  concluíram nesta semana, em conjunto, uma importante obra no município de Crissiumal.

Trata-se da estação de tratamento de efluentes localizada em área pública na localidade de Esquina Uruguai, interior do município.

Os tanques e ou lagoas como são chamados, irão receber os resíduos urbanos (dejetos de poço negro), os quais passaram por processo de decantação por um longo período onde os micro-organismos se decompõem em um local apropriado, conforme exigem as Leis Ambientais, e posteriormente poderão ser devolvidos ao solo sem qualquer dano ao mesmo.

Outro processo importante acontece também com a água que está nesses resíduos. Esta passa de tanque em tanque até ser devolvida sem contaminação ao solo, o qual se encarrega do processo final de filtragem não poluindo as fontes de água ou lençol que exista em seu curso.

Crissiumal é um dos pouquíssimos municípios da nossa grande região que possui esta estação de tratamento de efluentes, uma importantíssima obra, que desde a criação do município de Crissiumal se esperava e agora nesta administração saiu do papel.

As secretarias orientam a todos que é proibida a entrada de pessoas estranhas naquele local em virtude das profundidades das lagoas oferecem altos riscos de acidentes por afogamento, por isso o local é todo cercado em sua totalidade para segurança de pessoas e animais.

Fonte / Fotos: Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, Pesca e Meio Ambiente

Gravuras rupestres de mais de 4 mil anos são encontradas no Paraná

Raquel Schwengber / Espaço Arqueologia

Cerca de 150 gravuras rupestres foram encontradas em um sítio arqueológico em Capitão Leônidas Marques, no sudoeste do Paraná. De acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), pesquisadores estimam que as figuras foram esculpidas em três rochas há pelo menos 4 mil anos.

Chamado de Vista Alta, o sítio arqueológico é alvo de pesquisas desde 2009, após ser identificado durante o licenciamento ambiental de uma usina hidrelétrica. De acordo com o Iphan, foi em janeiro que se iniciou uma avaliação “mais profunda” do local por estar “sofrendo impactos decorrentes de outras atividades”.

Uma equipe de pesquisadores brasileiros e portugueses fez fotografias do local com drone, que serão divulgadas em material cartográfico e utilizadas para modelos digitais do terreno. O Iphan solicitou um estudo para verificar a possibilidade de transformar o sítio arqueológico em um local de visitação.

“Todo o material que se encontra em estudo possibilitará produzir um vasto conjunto de informações sobre o sudoeste do Paraná, bem como de dados interpretativos sobre o comportamento humano nesta região, tanto nos aspectos tecnológicos como simbólicos. O sítio é considerado de alta relevância, e a sua localização privilegiada, em área não afetada diretamente pelo barramento, faz com que ele tenha grande potencial para ser preservado, estudado e visitado”, informou a instituição.

Ao todo, o Brasil tem mais de 26 mil sítios arqueológicos cadastrados no Iphan, dos quais de cerca 1,3 mil estão localizados no Paraná.

 

Fonte: Gaúcha Zh com informações do Estadão

Setrem – Dia de Campo Milho e Girassol é no dia 22 de fevereiro

Evento é gratuito e acontece no Campus Setrem a partir das 13h30min

Foto: Eduardo Erthal/Setrem

Na sexta-feira, 22 de fevereiro, acontece o Dia de Campo Milho e Girassol, no Campus Setrem. O evento é gratuito e inicia às 13h30min, com as inscrições no local. Neste ano serão apresentados, em cinco estações, temas sobre materiais genéticos, épocas de semeadura, cloreto em cobertura no milho e o consórcio milho/braquiária.

Na estação 1 e 2, profissionais das empresas Biomatrix, Advanta, Nidera, Morgan, Brevant, Semeali, Agricomseeds, Sempre, Forseed, KWS, Dekalb, Santa Helena e Limagrain apresentarão as novidades em materiais genéticos.

O coordenador do curso superior em Agronomia da Setrem, Marcos Caraffa abordará, na estação 3, as épocas de semeadura de milho. Na estação 4, o pesquisador da Embrapa Trigo Fabiano de Bona vai falar sobre cloreto em cobertura no milho. E na estação 5, o docente da Setrem Rodrigo Pizzani mostrará as vantagens do consórcio milho/braquiária.

O Dia de Campo Milho e Girassol é uma realização da Setrem, por meio dos cursos Técnico em Agropecuária e Bacharelado em Agronomia, em parceria com Cotrimaio, Sicredi, Emater/RS-Ascar, Sindicato Rural e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Três de Maio e São José do Inhacorá. Em caso de chuva, o evento será realizado no Auditório do Campus.

SERVIÇO

DIA DE CAMPO MILHO E GIRASSOL

Data: 22 de fevereiro de 2019

Horário: 13h30min (inscrições) e 14h (abertura)

Local: Campus Setrem

Inscrições: Gratuitas no local

Nova área de lazer será implantada em Boa Vista do Buricá

Na manhã de segunda-feira, dia 21 de janeiro de 2019, foi realizada a assinatura de um ACORDO DE COOPERAÇÃO entre o Poder Público de Boa Vista do Buricá e a Mitra Angelopolitana para a implantação de uma moderna área de lazer, com banheiros públicos e fraldário no centro de Boa Vista do Buricá.

O documento foi assinado pelo Prefeito Municipal em Exercício Sr. Elégio Brisch e também pelo Pároco Pe. Maurídio Weber, que em função de um procedimento cirúrgico encontra-se em recuperação na casa de familiares em São Miguel do Reúno, interior de Nova Candelária. Também estiveram presentes no ato, o Secretário de Administração Alexandre Kisiel, o Procurador Jurídico da Prefeitura Klaus Egewarth, o Coordenador Administrativo da Paróquia São José Airton Bones, a Secretária Maria Adelaide Hartmann, o Coordenador de Patrimônio Mário Weschenfelder e a Tesoureira Suzane Maria Recktenvald.

Conforme rege o Acordo, a Paróquia São José contribuirá com o empréstimo gratuito – comodato – do bem imóvel descrito na matrícula 2.137, do CRI de Boa Vista do Buricá, localizado na esquina da Avenida São José com a Avenida Três Passos, onde atualmente está localizada uma quadra de esportes.

Fica sob responsabilidade do Poder Público, a construção e implantação de área de lazer, dos banheiros públicos urbanos e fraldário no prazo de até 01 (um) ano a partir da data de assinatura do acordo, sendo também responsável pela manutenção, segurança e limpeza da área e dos empreendimentos nela realizados.

O Acordo tem prazo de vigência até 31 de dezembro de 2033, podendo ser prorrogado mediante ajuste entre as partes. Caso haja rompimento do contrato, ou o mesmo não seja renovado após o término do prazo, as benfeitorias realizadas pelo Poder Público reverterão em favor da Paróquia São José.

A implantação desta área de lazer já vem sendo estudada desde 2017, sendo o comodato do imóvel aprovado em Assembleia pela Paróquia. Este empreendimento representa uma grande conquista para Boa Vista do Buricá e irá tornar-se um cartão postal do município, sendo também um belo espaço de lazer para a população local e visitantes.

Por: Débora Thomaz – Assessoria de Imprensa

Crissiumal – Cidadania foi tema de atividade com a terceira idade, durante colônia de férias

Mais uma atividade foi realizada na Colônia de Férias da Terceira Idade, na tarde desta terça-feira, dia 22 de janeiro.

A Assistente Social Fernanda Cavalheiro realizou uma oficina com o tema “Cidadania não tem idade”, voltada ao público de idosos e pessoas a partir de 50 anos, que fazem parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Terceira Idade, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.

Na oficina foi abordado que o exercício da cidadania é um movimento para que o cidadão se perceba como sujeito social ativo. E espaços de convivência como estes, são oportunidades para que o idoso posso se perceber e ser fortalecido na sua condição de cidadão, sujeito de direitos e também de deveres.

“É necessário investimento na percepção que a comunidade familiar e social tem sobre envelhecimento, para que tenha uma conduta junto aos idosos que respeite a sua autonomia”, afirma Fernanda.

A Coordenadora CRAS, Ana Dummel, também esteve envolvida com a ação, que aconteceu no Balneário Amorim.

Na tarde da próxima quinta-feira, dia 24, será realizado um Baile à Fantasia aos participantes da Colônia de Férias, com a orientação da educadora social Kátia Volpatto. Traga um amigo e participe!

Fonte: SMADS – Prefeitura de Crissiumal

Aniversário de Nova Candelária, 22 anos de desenvolvimento

O mês de dezembro é motivo para várias comemorações. Em Nova Candelária, especialmente, o dia 28 do mês 12 representa mais um ano de história, para um município que cresce constantemente. Comemoramos hoje 22 anos de emancipação político-administrativa de um pequeno município inserido na região do Vale do Alto Uruguai, pertencendo a Microrregião da Grande Santa Rosa, no Noroeste do Rio Grande do Sul.

Com uma área aproximada de 98 km², Nova Candelária teve sua população estimada em 2.710 habitantes, segundo o IBGE. A colonização do território iniciou por volta de 1935, quando chegaram os primeiros colonizadores oriundos das regiões das Colônias Velhas.

Em 13 de julho de 1962, por determinação de Dom João Hoffmann, bispo de Frederico Westphalen na época, foi instalada a Paróquia Nossa Senhora da Purificação de Candelária. Chamou-se Candelária por ser Orago da Capela Nossa Senhora da Purificação. Outra versão é de que a origem do nome foi inspirada nas bênçãos de Nossa Senhora da Candelária, da Alemanha.

Nova Candelária tem sua economia com base na produção primária, representada, principalmente pela suinocultura, seguida da produção de leite, milho e soja. O município destaca-se como um forte investidor na industrialização, com destaque para a produção gráfica, moveleira, de ração, metalúrgica e agroindustrialização. O feriado municipal será nesta sexta-feira 28 de dezembro, data em que se comemora mais um ano de belas histórias deste município.

Você, que vive, residiu ou nasceu em Nova Candelária, faz parte desta história. Parabéns ao município e parabéns a você!!

 

Por: Dalvane Rafael – Jornalista e Assessor de Comunicação da Pref. de Nova Candelária. MTB 19061/RS

ABEMEC recebe novamente a visita do Programa Mesa Brasil – SESC Ijuí

A Entidade ABEMEC recebeu na manhã de ontem (19/12), a visita do Mesa Brasil – Sesc Ijuí . Na oportunidade foi realizada a entrega de 250 kg de Batata e 100 Kg de Banana através do Programa.

Pontua-se a importância destes itens para a Alimentação das Crianças e Adolescentes que frequentam a Entidade ABEMEC Sede e Núcleos Bairro Mirim e Bairro Paraíso, qualificando o desenvolvimento das Atividades.

A ABEMEC agradece a parceria com o SESC de Ijuí, fazendo parte do Programa Mesa Brasil.

 

Por: Abemec