Temporal danifica posto de saúde e diversas casas em Caiçara

Foto: Divulgação

Os fortes ventos que atingiram o município de Caiçara -RS no início da tarde desta quinta-feira, 17, causaram diversos estragos na cidade.

Segundo o prefeito Márcio José Menuzzi, o temporal ocorreu por volta das 14h e danificou o coberto do posto de saúde, além de diversas casas.

Árvores e postes de energia elétrica também foram arrancados, deixando a cidade sem luz. “A Defesa Civil já foi a comunidade e as famílias atingidas já estão recebendo atendimento”, informa Menuzzi.

Fonte: O Alto Uruguai

Mais de três mil pessoas estão fora de casa em função das chuvas no RS

Dos 11 municípios afetados, Alegrete é o que tem a pior situação

Foto: Maurício Cavichioli Rodrigues / Especial / CP

O número de pessoas fora de casa em função das chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul nos últimos dias, especialmente a Fronteira Oeste, passou de três mil. De acordo com o último boletim da Defesa Civil, emitido na manhã deste sábado, 2297 pessoas estão desalojadas e outras 879 estão desabrigadas.

Conforme a Defesa Civil, 11 municípios registram danos em função das chuvas: Alegrete, Bagé, Dom Pedrito, Jaguari, Pedro Osório, Quaraí, Rosário do Sul, São Borja, São Gabriel, São Francisco de Assis e Uruguaiana. Destes, nove já decretaram situação de emergência, sendo de São Gabriel o pedido mais recente. A cidade está sem abastecimento de água potável.

A pior situação, contudo, segue sendo de Alegrete, que contou com aelevação do rio Ibirapuitã na noite dessa sexta-feira. O manancial chegou a atingir 13,7 metros, por volta das 23h. Segundo a Defesa Civil, o município também está sem abastecimento de água potável.

Na manhã deste sábado, voltou a chover forte no Oeste do Estado. De acordo com informações da MetSul Meteorologia, o acumulado em Uruguaiana chegou a 51mm pouco depois das 12h30min. No município, o rio Uruguai, medindo 7,60m, atingiu neste sábado as primeiras casas. As famílias foram removidas para a Casa de Passagem da Secretaria de Desenvolvimento Social. A Defesa Civil, por meio do coordenador Paulo Woutheres, está monitorando a situação e informou que o manancial sobe em toda linha. A tendência é de mais chuva para a região ao longo do dia.

Desalojado x Desabrigado

A Defesa Civil é quem traz a definição dos termos. O desalojado foi obrigado a abandonar temporária ou definitivamente sua habitação, em função de evacuações preventivas, destruição ou avaria grave, decorrentes do desastre, e que, não necessariamente está num abrigo público. Pode estar na casa de parentes ou amigos. Já o desabrigado perdeu a sua unidade de habitação por dano ou ameaça de dano e está num abrigo público provido pelo governo.

 

Fonte: CP

Alerta do INMET para todo o Rio Grande do Sul

Foto: Reprodução

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu à 1h da madrugada desta quinta-feira, 10 de janeiro, um alerta com grau de severidade classificado como Perigo para todo o estado do Rio Grande do Sul.

De acordo com a alerta as chuvas podem atingir os 100 mm/dia, ter ventos intensos  de até os 100 Km/h e ocorrer queda de granizo nas áreas em destaque no mapa. Existe o risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

O alerta do INMET se estende até à 1h de sexta-feira (11).

 

Fonte: Inmet

Temporal causa estragos em Frederico Westphalen

O temporal que atingiu Frederico Westphalen e região na tarde desta quarta-feira, 9, derrubou árvores nas margens da BR-386, quilômetro 37.

As fortes rajadas de vento arrancaram as árvores pela raiz, e destelharam empresas dos arredores.

Como resultado, o trabalho de assistentes da Creluz para remoção dos destroços, causou lentidão no trânsito.

Fonte/Foto: O Alto Uruguai

Temporal causa estragos na Fronteira Oeste do RS

Em Alegrete, forte vento derrubou um eucalipto sobre a RS-377 na região da Vila Palma; rodovia ficou bloqueada por cerca de três horas

Anderson Petroceli / Especial

O temporal registrado entre a noite de terça (8) e madrugada desta quarta-feira (9) causou estragos e prejuízos em municípios da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

Em Alegrete, a ventania derrubou um eucalipto sobre a RS-377, na região da Vila Palma, por volta das 4h, provocando a interrupção no tráfego na rodovia. O trânsito foi liberado pouco antes das 7h.

Ainda na cidade, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) precisou fechar as portas devido ao acúmulo de água no prédio. Falta energia elétrica em parte do município.

Já em Uruguaiana, o temporal se intensificou entre 1h e 3h e atingiu principalmente a zona sul do município. O cenário na cidade é de postes e árvores caídas em vias públicas, e há registros de destelhamentos de residências.

Estragos em Bagé

Em Bagé, onde o acumulado de chuva chegou a 70 milímetros durante a madrugada, são registrados diversos pontos de alagamento na manhã desta quarta. Na cidade, a chuva mais forte foi por volta da meia-noite e os bairros mais atingidos foram Getúlio Vargas, Arvorezinha e Popular.

Segundo o Corpo de Bombeiros, ainda não é possível confirmar o número de pessoas afetadas e não há informação de feridos. Uma família precisou ser resgatada de uma casa, no bairro Popular, devido à alta da água.

A empresa Rio Grande Energia (RGE) informa que as equipes estão nas cidades avaliando os estragos e iniciando a recomposição da rede. A companhia alerta para que os moradores não encostem em fios energizados por questões de segurança.

Fonte: ZH

Temporal destelha casas e provoca queda de árvores no Noroeste do RS

Maiores estragos registrados foram em Condor, no Noroeste do estado. De acordo com a Defesa Civil estadual, chuva deve ser passageira.

Foto: Fernando de Quadros Soares/ Arquivo Pessoal

Confirmando o alerta emitido pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul, uma forte chuva, acompanhada de rajadas de vento, atingiu o estado nesta segunda-feira (7).

Na Região Noroeste do estado, a cidade de Condor registrou queda de árvores e destelhamento de 70 casas e 10 estabelecimentos comerciais. Inicialmente, a prefeitura estimou 400 pessoas desabrigadas. No fim da tarde, a administração informou que, na verdade, são 400 pessoas atingidas e que não há desabrigados. O município tem pouco mais de 6,5 mil habitantes.

O vendaval que atingiu, principalmente, o bairro central de Condor provocou estragos também em uma escola e um ginásio. O vento forte durou menos de cinco minutos.

A prefeitura está trabalhando em conjunto com a Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Brigada Militar para avaliar os danos, distribuir lonas para as famílias desabrigadas e fazer a limpeza das vias públicas. Parte da cidade está sem energia elétrica.

Segundo a Somar Meteorologia, a chuva chegou ao estado pela região de Uruguaiana, na Fronteira Oeste. Por lá, o vento alcançou 110 km/h. Ainda pela manhã, houve queda de árvores na cidade, de acordo com a Defesa Civil do RS.

Os maiores acumulados de chuva foram registrados em Quaraí, Alegrete e Caçapava do Sul, nas regiões Central e na Fronteira Oeste do estado.

Fonte: G1 RS

Temporal atinge Santo Augusto

Fotos: Ed Junior

Ventos fortes e chuva intensa foram registrados em Santo Augusto por volta do meio-dia desta segunda-feira, 07. A instabilidade era prevista pela Defesa Civil. A precipitação ficou em torno de 20 milímetros.

Em alguns pontos do município o vento forte causou danos, como no bairro Glória onde dois postes caíram na Rua Bom Fim esquina com a Reinoldo Lagner, e no bairro São João, onde ao menos uma residência teve o telhado parcialmente arrancado. Prejuízos já são relatados por moradores. Também houve queda de árvores no bairro Zeca Silva.

Motoristas devem trafegar com atenção redobrada, visto que algumas ruas estão interditadas. Também há informação de que a ERS-155 estaria interditada. Não há confirmação sobre esse fato.

Vários bairros da cidade ficaram sem energia elétrica pouco antes do meio-dia, nas primeiras horas da tarde o serviço já estava sendo restabelecido.

A Defesa Civil ainda não repassou detalhes da situação no município, mas informou que durante à tarde estará divulgando um balanço dos danos causados pelo temporal.

Fonte: Querência Online

Chuvas transformam estradas no interior de Coronel Bicaco em rio

Foto: RD Foco

As fortes chuvas da tarde desse domingo (30/12), causaram inundações em diversos pontos do interior de Coronel Bicaco, especialmente sobre as localidades de Galpões e Esquina São João, onde segundo informações, mais de 100 milímetros foram registrados em pouco mais de uma hora.

Vários pontos ficaram em situação intransitável, incluindo uma das vias de acesso a localidade de Galpões. O Prefeito Municipal enviou a equipe da secretaria de obras para realizar um levantamento dos estragos e já nesta segunda-feira tentarão realizar alguns reparos nos locais mais críticos.

Fonte: RD Foco

Temporal com fortes rajadas de vento deixou a ERS-155 em meia pista entre Santo Augusto e Ijuí

Foto: Internauta via WhatsApp

As fortes rajadas de ventos que atingiram na tarde desta quarta-feira (26/12) alguns pontos isolados da Região Noroeste, deixaram a ERS-155 entre Santo Augusto e Ijuí em meia pista.

Na ERS 155, próximo ao km 32, na antiga entrada para Chiapetta, os ventos derrubaram árvores sobre a pista, e em uma extensão próxima também muitos galhos ficaram sobre a rodovia.

A pista ficou por um período em meia pista e a Polícia Rodoviária Estadual esteve no local controlando o tráfego e desobstruindo a rodovia.

Fonte: Observador Regional

Temporais atingem cidades do Noroeste do RS

Defesa Civil trabalha para contabilizar os estragos

Foto: Divulgação

Temporais atingiram pelo menos duas cidades da região no começo da noite desta segunda-feira, 17. O caso mais grave foi registrado em Iraí em que algumas residências foram destelhadas, e árvores e postes caíram. A cidade ficou sem energia. A Defesa Civil contabiliza os estragos causados pela chuva.

Na BR-386, no município de Boa Vista das Missões o trânsito precisou ser interrompido. Isso porque nas proximidades do posto Paulinho o vento forte derrubou árvores sobre a pista. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) orientou o trânsito.

Fonte: O Alto Uruguai