Apostador de Palmitinho acerta na quina da Mega-Sena

Foto: Everton Silveira

Um apostador de Palmitinho por pouco não ficou milionário no concurso 2.144 da Mega-Sena. O sorteio aconteceu no sábado, dia 20, e o caminhão da sorte da Caixa Econômica Federal esteve na cidade de Nova Petrópolis, na serra gaúcha. A aposta ganhadora da quina foi feita na casa lotérica de Palmitinho.

Ninguém acertou as seis dezenas. O apostador de Palmitinho vai receber R$ 21.418,23, junto com outros 187 apostadores que também acertaram a quina.

Conforme a casa lotérica a aposta foi realizada na manhã de sábado(20) e trata-se de um bolão com três combinações de números, cujo valor pago pela aposta foi de R$ 10,50. Para ganhar o prêmio principal que esta acumulado em mais de R$70 milhões, faltou apenas acertar o número 21.

As dezenas sorteadas foram 07, 16, 21, 33, 55 e 60. O próximo sorteio acontece nesta quarta-feira, dia 24, e o prêmio está acumulado em R$90 milhões.

Fonte: Grupo Chiru

Falecimento de Élio M. Lutz

Os filhos: Lisandra, Nara e Jane juntamente com demais familiares comunicam o falecimento do pai Élio Martin Lutz, ocorrido às 10h30 desta terça-feira (23), aos 72 anos, em sua residência.

Seu corpo está sendo velado no Salão Comunitário de Linha Fátima NC.

Culto será realizado às 10h desta quarta (24) no salão, seguindo logo após para sepultamento no cemitério de Linha Fátima -NC.

BM desmente boato sobre assalto em Humaitá

Boato se espalhou na noite dessa segunda

O boato sobre um suposto assalto a uma empresa distribuidora de produtos frigoríficos, no município de Humaitá, se espalhou pelo aplicativo de mensagens WhatsApp na noite desta segunda-feira, 22 de abril.

Os policiais militares foram acionados após o proprietário desconfiar da atitude de dois homens. O dono estava sozinho na distribuidora e por precaução, ele resolveu avisar a Brigada Militar.

Os policiais realizaram buscas mas ninguém foi localizado e não houve tentativa de assalto.

A Brigada Militar esclareceu que apenas se tratava de um boato.

 

Vacinação contra febre aftosa no rebanho gaúcho começa em maio

Produtores devem comprar as doses para a vacinação do rebanho em casas agropecuárias credenciadas 

Foto: Fernando Dias/Seapdr

A primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Sul será realizada de 1º a 31 de maio, conforme programação da Secretária de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). Deverão ser imunizados todos os bovinos e búfalos, totalizando cerca de 12,5 milhões de animais. A estimativa é de que 300 mil propriedades estarão envolvidas no processo. A meta é atingir uma cobertura vacinal superior a 90%.

Em 2018, ambas as etapas (maio e novembro) superaram 97% de cobertura. Este ano, haverá redução na dosagem de aplicação de 5ml para 2ml. “Estamos iniciando o processo de divulgação do calendário para que nossos produtores se programem para vacinar o rebanho e garantir que nosso Estado fique livre desta grave doença”, afirma o secretário Covatti Filho.

Dosagem reduzida

Conforme o Departamento de Defesa Agropecuária da Seapdr, este ano a vacina contra a febre aftosa sofreu alterações na sua formulação, com redução na dosagem de aplicação de 5ml para 2ml – a vacina passou a ser bivalente, permanecendo a proteção contra os vírus tipo A e O (removido o tipo C) e as apresentações comercializadas agora serão de 15 e 50 doses. A composição do produto também foi modificada para diminuir as reações vacinais (nódulos).

Os produtores devem comprar as doses necessárias para a vacinação de seu rebanho em casas agropecuárias credenciadas pela Seapdr. Em seguida, deverão comprovar a vacinação através da apresentação da nota fiscal de compra e declaração do quantitativo de animais vacinados, nas inspetorias ou escritórios de Defesa Agropecuária. O prazo máximo para a comprovação da vacinação é de 5 dias úteis após o término da etapa. Aqueles que não comprovarem a vacinação serão autuados, conforme determinação do Decreto Estadual 52.434/2015, e terão sua propriedade interditada até a regularização dos procedimentos.

A doença

A febre aftosa é uma doença viral, altamente contagiosa e de rápida disseminação, com impactos econômicos e sociais. Os últimos focos da doença no estado ocorreram em 2000 e 2001, e acarretaram graves prejuízos econômicos, como o sacrifício e abate sanitário de aproximadamente 29 mil animais e gastos de U$$ 25 milhões em custos diretos, além de perdas econômicas geradas pelo impedimento do comércio nacional e internacional de produtos de origem animal e vegetal.

Para manter o RS livre dessa grave doença, a conscientização quanto ao controle e prevenção é fundamental: vacine seu rebanho e avise imediatamente o serviço veterinário oficial se observar animais com sinais clínicos compatíveis com a febre aftosa (babando e mancando).

Juntamente com a etapa de vacinação, ocorre a Declaração Anual de Rebanho, atividade de cunho obrigatório. O formulário deve ser retirado nas inspetorias ou escritórios de Defesa Agropecuária da Seapdr e entregue até o término do prazo para a comprovação da vacinação contra a febre aftosa.

 

Texto: Ascom/Seapdr

Mantenedora Setrem elege nova diretoria para gestão 2019-2021

Sócios elegeram Nelson Moura de Oliveira como novo presidente

Na noite de quarta-feira, 17 de abril, a Mantenedora da Sociedade Educacional Três de Maio – Setrem elegeu a nova diretoria para a gestão 2019-2021. O novo presidente é Nelson Moura de Oliveira e o vice é Ronaldo Fredolino Wendland. A eleição ocorreu na sede da Associação dos Funcionários da Setrem (Afuset), durante Assembleia Ordinária.

Membro desde 2011, Oliveira já atuou em outras funções na diretoria da Mantenedora e assume a presidência pela primeira vez, como forma de agradecimento ao que significa a Setrem na sua vida. “Assumi este desafio como uma forma de agradecer pelo que a Setrem me proporcionou na vida e, também, espero contribuir para o seu crescimento”, afirmou.

Nelson Oliveira ingressou na Setrem na 5ª série do Ensino Fundamental e saiu após concluir o Curso Técnico em Agropecuária, o que, segundo ele, lhe ajudou a definir sua carreira profissional. Hoje ele atua como topógrafo civil e é membro atuante na Comunidade Evangélica Luterana São Paulo de Três de Maio. Na Mantenedora Setrem já atuou como vice-secretário e foi tesoureiro da gestão 2017-2019.

Durante a Assembleia Ordinária também foram apresentados o relatório de atividades do ano de 2018, pelo diretor-geral da Setrem, Sandro Ergang, além do relatório anual de prestação de contas, pela vice-diretora Administrativa, Quedi Schmidt.

Diretoria da Mantenedora Gestão 2019-2021

Presidente: Nelson Moura de Oliveira

Vice-presidente: Ronaldo Fredolino Wendland

Tesoureiro: Flávio Jorge Huber

Vice-tesoureiro: Ernani Ademir Krause

Secretário: Dalziro João Valdameri

Vice-secretária: Marise Beckert Dapper

Conselho Fiscal

Marcos Ricardo Schulz

Ernani Carlos Boeck

Waldemar Blum

Lorita Iris Baisch Korb

Evandro Carlos Schütz

Conselho Deliberativo

Astrid G. Balz

Nadir Vanderlei Link

Pastora Fabiani Appel

Poder Judiciário define como será a participação das crianças e adolescentes na FEICAP 2019

A Juíza de Direito, Sucilene Engler, expediu no dia 16 de abril, portaria que resolve sobre a frequência de crianças e adolescentes durante as atividades da FEICAP 2019, tanto na área do Parque, quanto na área de shows artísticos e culturais.

Na Portaria 01/2019 ela define que a frequência de crianças e adolescentes aos shows que ocorrerem à noite, após as 22 horas, deve observar as seguintes determinações:

*CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE ATÉ 14 ANOS DE IDADE:  Deverão estar acompanhadas por seus pais ou ascendentes e colaterais (avôs, tios, irmãos) maiores, independente de autorização específica. Os mesmos devem estar portando documentos de identificação que comprove a relação de parentesco.

*ADOLESCENTES ENTRE 15 E 17 ANOS: A Portaria diz que estes também deverão estar acompanhados por seus pais ou responsáveis maiores (avôs, tios, irmãos) independentemente de autorização, ou por qualquer pessoa adulta, que esteja devidamente autorizada por escrito, com firma reconhecida em cartório pelos pais. Todos devem estar portando os documentos de identificação.

Sobre a participação nas demais dependências da feira

Já a frequência de crianças e adolescentes de até 14 anos, nas demais dependências da feira, deve ser: mediante acompanhamento dos pais ou ascendentes e colaterais, maiores; ou por qualquer pessoa adulta, portando a autorização por escrita com firma reconhecida em cartório, pelos pais.

Os adolescentes, entre 15 e 17 anos, terão livre circulação e entrada. Lembrando que, somente para participar dos shows, deverão seguir as determinações especificadas anteriormente, como estar acompanhados dos pais ou responsáveis; ou acompanhados de uma pessoa maior com autorização.

Todos devem estar portando documento de identificação e é expressamente proibida venda de bebidas alcóolicas, cigarros ou substâncias que causem dependência física ou psíquica.

Por: Elenara de Oliveira – Coordenadora da Comissão de Comunicação da 15ª FEICAP

Começa segunda fase da vacinação contra a gripe, com doses para idosos, professores e outros grupos

Cerca de 3,7 milhões de pessoas no Rio Grande do Sul estão incluídas no público-alvo da campanha e podem se vacinar gratuitamente em postos de saúde

Cleber Gomes / Agencia RBS

A  Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe  entra em nova etapa nesta segunda-feira (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir de agora, também podem receber a vacina trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, com a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.

Cerca de 3,7 milhões de pessoas no Rio Grande do Sul estão incluídas no público-alvo da campanha e podem se vacinar gratuitamente em postos de saúde. O governo estadual quer atingir a meta de vacinar ao menos 90% deste público até o fim da campanha, em 31 de maio.

A doença

A influenza é uma doença sazonal, mais comum no inverno, que causa epidemias anuais, sendo que há anos com maior ou menor intensidade de circulação desse tipo de vírus e, consequentemente, maior ou menor número de casos e mortes.

No Brasil, devido a diferenças climáticas e geográficas, podem ocorrer diferentes intensidades de sazonalidade da influenza e em diferentes períodos nas unidades federadas. No caso específico do Amazonas, a circulação, de acordo com o ministério, segue o período sazonal da doença potencializado pelas chuvas e enchentes e consequente aglomeração de pessoas.

Até o fim de março, antes do lançamento da campanha, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O Amazonas foi o Estado com mais casos registrados: 118 casos e 33 mortes.

Grupos que recebem a vacina desde 10 de abril

  • Crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias)
  • Gestantes (em qualquer idade gestacional)

Grupos que receberão a vacina a partir de 22 de abril

Continuam podendo receber a vacina crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (cinco anos, 11 meses e 29 dias) e gestantes (em qualquer idade gestacional)

  • Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto)
  • Idosos (pessoas com 60 anos ou mais)
  • Povos indígenas aldeados
  • Trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional
  • Professores de escolas públicas e privadas
  • Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (doenças crônicas respiratórias, cardíacas, renais, neurológicas ou hepática, diabetes, imunossupressão, obesidade, transplantados ou pessoas com trissomias).

 

Fonte: ZH

Instabilidade segue presente em regiões do RS

Semana será de tempo fechado no Estado, conforme a MetSul Meteorologia

O sol chega aparecer em parte do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira, mas o Norte e o Leste do Estado seguem com muitas nuvens e chance de precipitação. Pode chover ou garoar em momentos do dia em regiões como os vales, a Serra, a Grande Porto Alegre e o Litoral Norte. Mais para o Oeste o tempo seco e mais aberto predomina.

Em trechos de Serra do Nordeste gaúcho espera-se nevoeiro ou neblina pelas nuvens baixas. Vento de Sudeste a Leste na maioria das regiões e por vezes moderado. Conforme a MetSul Meteorologia, será uma jornada com temperatura amena e baixa amplitude térmica nas cidades com tempo mais fechado.

Segundo a MetSul, o tempo não firma no Rio Grande do Sul ao longo dos próximos dias. Até vão ocorrer períodos de sol, mas a nebulosidade vai predominar e com períodos de chuva. A segunda metade da semana, em especial, será mais instável e chuvosa no Estado.

 

Fonte: MetSul

Foto: Alina Souza

Crissiumal : Motoristas e usuários deverão ficar atentos à sinalização de obras na Rua Inhacorá

Trecho está sinalizado a fim de evitar possíveis acidentes

Devido as obras de melhorias na canalização e drenagem das águas pluviais, a Rua Inhacorá está parcialmente interrompida, até que o serviço seja completamente executado.

Preocupado com a segurança dos motoristas e usuários da via, o secretário de Obras Públicas, Claudiomiro Thies, informou que a equipe de obras sinalizou o trecho para alertar quem trafega pelo local e evitar possíveis acidentes. Portanto, pede-se bastante atenção de todos, ao transitar pela Rua, principalmente, durante o feriadão de Páscoa, período em que a obra será paralisada.

Ainda, segundo Claudiomiro, os trabalhos na via deverão seguir nas próximas semanas.

O trecho da Rua Inhacorá o qual encontra-se em obras é o que faz a ligação entre a Rua Costa e Silva e a Avenida Santa Rosa. O trecho está recebendo melhorias para posterior asfaltamento da via.

Conjuntamente, com os trabalhos da Prefeitura, a CORSAN está efetuando a troca da tubulação do fornecimento de água potável, com isso, poderá ocorrer interrupções no abastecimento de água, durante a realização dos serviços.

Fonte: Andréia Cristina Queiroz

Distribuição de agasalhos da Campanha 2019 segue até o dia 10 de Maio

Distribuição pode ser feita de segunda à sexta, no CESIC

Teve início nesta semana a Campanha do Agasalho 2019 de Crissiumal, realizada pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social do Município.

A secretaria está realizando a distribuição de roupas para às famílias carentes junto ao CESIC, de segunda à sexta-feira, nos horários conforme expediente da Prefeitura.

De acordo com a Secretaria, cerca de, 200 famílias já foram beneficiadas nesses primeiros dias de Campanha. A Campanha teve início na segunda-feira (15) e seguirá até o dia 10 de maio.

Pede-se para que as pessoas levem sacolas para embalar e transportar os artigos.

Por: Andréia Cristina Queiroz