Taxista é morto com quatro tiros durante assalto em Passo Fundo

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

taxistacapa

O taxista Alvino de Lima Appio, 37 anos, foi morto com quatro tiros na madrugada deste sábado durante assalto na Vila Santa Marta, em Passo Fundo. O crime de latrocínio – roubo seguido de morte – ocorreu por volta das 4h30min na Avenida João Capattan, na Vila Santa Marta, distante 200 metros do CTG Tropel de Caudilhos.

Moradores das proximidades contaram que ouviram discussão, inclusive com vozes de mulheres, seguida de quatro ou cinco tiros. Em seguida, ouviram ronco de motores de dois veículos se afastando do local, mas somente ao amanhecer, avistaram o corpo do taxista no meio da vegetação ao lado da avenida. A Brigada Militar foi acionada com os PMs encontrando o veículo que o taxista trabalhava, um Ford Fiesta, distante 500 metros do local do crime.

O veículo estava batido e com dois pneus estourados. Alvino de Lima Appio trabalhava com o carro de um primo na estação rodoviária, mas teria saído do ponto em buscas de passageiros em boates no centro da cidade. Por volta das 4 horas, ele falou com um colega dizendo que iria ficar junto a uma boate na avenida Sete de Setembro esquina com a General Osório. Depois disso, o taxista não foi mais visto até o corpo ser encontrado.

A polícia acredita que ele tenha pego passageiros assim que chegou no local e saiu dali para encontrar a morte. A delegada plantonista, Carolina Goulart orientou os policiais a procurar câmeras de monitoramento nas proximidades da boate na expectativa de tenham captados imagens do taxista e as pessoas que saíram com em seu veículo.

No interior do carro, os peritos do Instituto Geral de Perícias-IGP encontraram o telefone celular do taxista, dois cartuchos de revólver calibre 38 e um projetil, mas a carteira da vítima não foi localizada. O caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Polícia, que deve concentrar as investigações na Vila Santa Marta, onde provavelmente residem os envolvidos. O delegado Diogo Ferreira inicialmente trata o fato como latrocínio, mas uma execução não está descartada. Alvino de Lima Appio trabalhava há cerca de um ano como taxista, era casado e deixa dois filhos menores, um menino de 2 anos e uma menina de 6 anos.

Após assassinato de colega, Taxistas fazem protesto em Passo Fundo

Os taxistas de Passo Fundo realizaram na tarde  deste sábado, 27, um protesto pelas ruas  da cidade . O protesto parou  o  trânsito no centro, onde os taxistas pediram justiça, mais segurança e uma rápida ação da polícia para identificar os responsáveis  pela morte de Alvino de Lima Appio, 37 anos.

O grupo, com mais de 60 veículos, percorreu as ruas, desde a Estação Rodoviária, passando pela Avenida Brasil, seguindo até a esquina com a Rua 20 de Setembro e retornando para o cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Bento Gonçalves e depois até a Santa Marta, onde ocorreu o crime.

Fonte: Rádio Uirapuru

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.