Desmoronamento em represa no Chile deixa duas meninas brasileiras mortas

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Meninas de 3 e 7 anos teriam ultrapassado barreira de segurança

Duas meninas brasileiras, de 3 e 7 anos, morreram após desmoronamento de uma rocha em uma represa, no Chile, nesta segunda-feira. O caso ocorreu em San José de Maipo.

As turistas, que estavam acompanhadas dos pais, teriam ultrapassado uma barreira de segurança, na represa de El Yeso. A responsabilidade do gestor turístico da área será apurada.

As meninas viajavam com os pais em um grupo de turistas com cerca de 20 pessoas. A menina de 3 anos morreu na hora. Já a mais velha chegou a ser atendida e encaminhada a um centro médico, mas não resistiu e morreu.

Conforme o governo chileno, há sinais de advertência sobre os riscos da região. A administração local também falou sobre a possibilidade de responsabilização por parte dos agentes de turismo. “Há sinais, os operadores turísticos sabem como isso funciona, há uma lei municipal, o município está constantemente em contato com eles”, disse Mireya Chocai, do governo local.

Segundo a investigação policial, o veículo que levava os 20 turistas passou por uma barreira que impede o tráfego por razões de segurança. Nesse local, os turistas começaram a fazer uma caminhada, quando aconteceu o deslizamento.

O acidente ocorre quase duas semanas após a morte de seis turistas brasileiros em um apartamento no bairro Bellas Artes, no centro de Santiago, intoxicados por monóxido de carbono. A polícia ainda investiga esse caso.

Fonte: Correio do Povo

Rádio Metrópole

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.