CBF divulga tabela detalhada do Campeonato Brasileiro de 2020

Primeira rodada está marcada para os dias 8 e 9 de agosto

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quarta-feira (22) os detalhes das dez primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro de 2020. A primeira rodada será disputada nos dias 8 e 9 de agosto, sábado e domingo, respectivamente. O jogo de abertura do Brasileirão será entre Fortaleza e Athletico-PR, na Arena Castelão, na capital cearense, no dia 8 de agosto, às 19h (horário de Brasília).

O Flamengo, atual campeão, estreia no domingo (9), às 16h, contra o Atlético-MG, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). A CBF informou que a ordem dos confrontos de cada time foi mantida, de acordo com a decisão do Conselho Técnico, do dia 27 de fevereiro de 2020. A previsão de encerramento da competição é fevereiro de 2021.

Diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19) e, por consequência,  das restrições sanitárias, os clubes concordaram em jogar fora de suas cidades ou estados de origem,  caso haja necessidade. As alterações dos locais dos confrontos podem ser feitas até dez dias antes da data do jogo.

Sobre os direitos de transmissão das partidas, tudo indica que haverá uma nova fase de disputas judiciais. Alguns clubes possuem contrato de transmissão com a Globo, outros com a Turner. Entretanto, está em vigor a Medida Provisória 984/2020, que dá ao clube mandante os direitos de transmissão das partidas.

Em comunicado oficial, a CBF afirmou que a definição da transmissão dos jogos segue o ordenamento legal vigente no país. A entidade termina a nota dizendo que “a CBF não é signatária dos contratos individuais entre clubes e emissoras, cabendo à entidade o estrito cumprimento das determinações legais em vigor”.

Confira abaixo a primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Clique aqui para ver a tabela completa das dez primeiras rodadas.

Rodada 1

Sábado, 8 de agosto

19h – Fortaleza x Athletico – Arena Castelão

19h30min – Coritiba x Internacional – Estádio Couto Pereira

21h – Sport x Ceará – Ilha do Retiro

Domingo, 9 de agosto

11h – Botafogo x Bahia – Estádio Nilton Santos

16h – Flamengo x Atlético-MG – Maracanã

16h – Santos x Red Bull Bragantino – Estádio Vila Belmiro

16h – Goiás x São Paulo – a definir

19h – Grêmio x Fluminense – Arena do Grêmio

19h45min – Palmeiras x Vasco – Allianz Parque

 

Fonte: Agência Brasil

Libertadores volta em 15 setembro; Sul-Americana, em 27 de outubro

Finais deverão acontecer em janeiro de 2021

A  Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou a retomada das Copas Libertadores e Sul-Americana. A Libertadores reiniciará no dia 15 de setembro e a Sul-Americana em 27 de outubro. Ambas as competições terão seus regulamentos mantidos, como previsto inicialmente. Em nota a entidade afirmou que o retorno estará em conformidade com as determinações das autoridades sanitárias de cada país. 

“Esse fator, somado à elaboração e aprovação unânime do Conselho do Protocolo Conmebol e de um manual operacional para viagens e treinamentos possibilita o retorno da Conmebol Libertadores e da Conmebol Sul-Americana. Com a aplicação rigorosa e responsável de todos os jogadores de futebol, o desejo de retorno do futebol se tornará uma realidade das condições de saúde, sempre cuidando da saúde de todos.”

De acordo com o calendário divulgado pela Conmebol, os dois campeonatos, que foram suspensos em março devido à pandemia do novo coronavírus, serão concluídos em 2021. As finais ainda não têm data confirmada, embora haja marcação no cronograma para ocorrerem em 23, 24 ou 30 de janeiro. As semifinais de ambas as disputas estão agendadas para 6 e 13 de janeiro. Em relação a decisão da Recopa no ano que vem, que é o confronto entre os campeões da Libertadores e Sul-Americana, ocorrerá em 12 e 19 de fevereiro.

A Libertadores foi interrompida quando se encontrava na 3° rodada da fase de grupos, tendo sete representantes brasileiros em busca do título continental: Athletico-PR, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo. Já a Sul-Almericana foi suspensa na 2° fase, com dois clubes do Brasil na disputa – Bahia e Vasco.

Fonte: Agência Brasil

CBF afirma que Brasileiro começa no dia 9 de agosto

Entidade se posiciona após declaração de governador de São Paulo

Horas após o governador de São Paulo, João Doria, afirmar, ontem (6), que os clubes de futebol de seu estado não poderão iniciar a participação no Campeonato Brasileiro antes do término do Campeonato Paulista, a Confederação Brasileira de Futebol divulgou nota na qual diz que o começo do Brasileirão será em 9 de agosto.

“A respeito da declaração do governador de São Paulo, João Doria, em coletiva nesta segunda-feira sobre o Campeonato Brasileiro, a CBF afirma que: 1 – Os clubes de São Paulo aprovaram, em reunião no dia 25 de junho, com a presença dos 40 clubes das Séries A e B, as datas de 9 de agosto para o início da Série A do Campeonato Brasileiro e 8 de agosto para início da Série B. 2 – Para preservar estas datas, os clubes concordaram em jogar fora de seus domínios, transferindo o seu mando de campo para outra cidade ou estado caso o seu local de jogo não esteja liberado nas datas de início das competições. Essa decisão foi tomada em votação que contou com o apoio de 19 clubes da Série A, incluindo todos os de São Paulo. 3 – Os clubes de São Paulo disputantes do Campeonato Brasileiro da Série A reafirmaram sua posição em contato com a CBF, nesta segunda-feira, 6. A CBF e a Federação Paulista de Futebol [FPF] estão em permanente sintonia em relação aos temas de interesse do futebol brasileiro”, diz a nota.

Doria expressou sua posição um dia após a publicação de entrevista do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, ao jornal O Globo, na qual ele confirma a abertura das Séries A, B e C do torneio nacional para os dias 8 e 9 de agosto.

“Temos três rodadas para concluir o campeonato [na verdade, duas para finalizar a primeira fase, tendo ainda o mata-mata pela frente]. Sem concluir [o Estadual], os times de São Paulo não podem participar do Brasileiro. Estamos levando isso em conta, os aspectos de saúde e o protocolo assinado com a Federação Paulista de Futebol [FPF]. E esta, por sua vez, com as equipes da primeira divisão [Série A1]”, afirmou Doria, em entrevista coletiva. “Sobre a decisão da CBF de voltar no dia 9, não houve consulta prévia ao governo do estado de São Paulo”, completou.

Ainda não há uma data oficial para reinício do Paulistão, suspenso após a 10ª rodada da primeira fase. Na última sexta (3), o secretário de esportes do estado de São Paulo, Aildo Ferreira, disse que a realização de eventos esportivos poderá ser autorizada a partir de 27 de julho nas regiões que passarem, ao menos, quatro semanas na terceira de cinco fases do plano de reabertura das atividades no estado. Ou seja, onde a pandemia do novo coronavírus (covid-19) estaria mais controlada.

Fonte: Agência Brasil

CBF projeta início do Brasileirão para o dia 9 de agosto, data que pode coincidir com a final do Gauchão

Ideia é retomar as competições nacionais mesmo que os Estaduais não tenham sido encerrados

Foto: CBF/ Divulgação

Em reunião realizada ontem(25) com os clubes das Séries A e B, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) projetou a retomada do Brasileirão para o final de semana do dia 9 de agosto. As datas básicas e o cronograma de retorno foram propostos pelo presidente da entidade, Rogério Caboclo, e apoiados pelos dirigentes das equipes.

A ideia da CBF é de que as competições nacionais sejam reiniciadas mesmo sem o término do campeonatos estaduais. No caso do Gauchão, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) ainda trabalha com a possibilidade de voltar a disputa na segunda metade de julho, se estendendo justamente até a data estipulada para o retorno do Brasileirão, caso o Caxias não vença o segundo turno da competição.

A Copa do Brasil também voltaria a ser disputada em agosto. A CBF irá organizar um novo calendário, com dois jogos por semana, exceção aos períodos reservados para as datas Fifa, que devem voltar em setembro. Com a fórmula do campeonato, com 38 rodadas em turno e returno, mantida, o torneio se estenderia até fevereiro de 2021.

O retorno das competições nacionais dependeria da autorização dos órgãos de saúde. Como as regiões do Brasil se encontram em estágios diferentes no combate ao coronavírus, 19 equipes da Série A do Brasileirão se dispuseram a jogar fora de suas cidades, caso não haja liberação para a prática esportiva em seus municípios.

 

Fonte: ZH

Calendário enxuto, máximo de 200 pessoas no estádio e sedes reduzidas: a proposta da FGF para o retorno do Gauchão

Estadual poderá recomeçar em 19 de julho

Lucas Amorelli / Agência RBS

A Federação  Gaúcha de Futebol (FGF) ainda busca aval para a retomada do Campeonato Gaúcho. Uma nova data de reinício da competição foi apresentada pelo presidente da FGF, Luciano Hocsman, em reunião com o novo secretário de Esporte e Lazer do Estado, Francisco Vargas, ontem(08).

De acordo com a proposta da FGF, o Gauchão voltaria em 19 de julho tendo a final marcada para 9 de agosto. Na primeira semana, de 19 a 26 de julho, ocorreria conclusão da fase de grupos — que já teve três rodadas disputadas. Em caso de título do Caxias no segundo turno, o campeonato seria encerrado no primeiro final de semana de agosto.

Para garantir que o campeonato possa ser retomado em julho, a FGF se mostrou disposta a reduzir o número de sedes do Gauchão. Os jogos podem ser disputados apenas na Capital e na Serra. Essas regiões contam com seis estádios: Arena, Beira-Rio, Passo D’Areia, Centenário, Alfredo Jaconi e Montanha dos Vinhedos.

A forma reduzida nos dá uma situação de segurança maior para se fazer (o retorno do Gauchão). Nós temos algumas cidades muito distantes das outras, são 12 delegações transitando pelo Estado. O formato que estamos propondo visa essa questão dos deslocamentos e da quantidade de cidades. Apresentar um formato como esse nos dá uma maior possibilidade de aceitação — admitiu Luciano Hocsman em entrevista à Rádio Gaúcha.

A proposta apresentada pela FGF conta ainda com a limitação na presença de no máximo 200 pessoas nos estádios em dias de jogos, incluindo delegações dos clubes, funcionários da FGF e profissionais da imprensa. Todas elas passariam por testes para covid-19 na véspera das partidas. Luciano Hocsman terá uma reunião com o governador Eduardo Leite para discutir o assunto. Na prática, porém, a decisão sobre o retorno do Gauchão não depende apenas do Governo do Estado. A mudança no modelo estadual de distanciamento controlado, feita  por Leite na semana passada, permite que os municípios estabeleçam regras próprias, inclusive para as atividades de clubes esportivos, durante a pandemia de coronavírus.

Ainda nessa segunda-feira, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan, suspendeu a sequência de flexibilizações de atividades restritas em função do aumento de 38% na ocupação nas UTIs da Capital por pacientes com coronavírus (leia mais na página 9).  Entre as atividades que poderiam receber liberação, estava a relacionada aos clubes profissionais.  Dessa forma, Grêmio, Inter e São José seguem proibidos de  realizar treinos coletivos.

— Nós vamos seguir olhando para esses números. Não é um momento de pânico, mas de cautela, de precaução. É um momento de mantermos os cuidados com a saúde — justificou Marchezan.

Neste momento, Pelotas é a única cidade que possui clubes no Gauchão com a bandeira amarela, de “baixo risco”, na classificação feita pelo Piratini para o coronavírus. Brasil e Pelotas, no entanto, sequer retomaram os treinos individuais. A prefeitura informa que avaliará a possibilidade de emitir um decreto liberando treinos coletivos se houver pedido dos clubes.

Proposta para a Divisão de Acesso

A Federação Gaúcha de Futebol propôs um campeonato único no segundo semestre deste ano para os clubes da Divisão de Acesso e da Terceirona, A competição seria disputada de forma regionalizada com a participação de 32 times sem possibilidade acesso ou rebaixamento.

Se for aprovada, a competição será disputada de forma regionalizada. Seriam quatro regiões com dois grupos em cada. O campeão de cada chave ganharia um prêmio de R$ 60 mil e vaga para a final com o campeão do outro grupo da região. Os vencedores de cada região ganham vaga na Supercopa, competição que irá envolver ainda  equipes do Gauchão que não têm vagas para Série D e Copa do Brasil.

 Calendário proposto

  • Reinício do Gauchão: 19 de julho
  • Fim da fase classificatória: 26 de julho
  • Semifinal do 2º turno: 29 de julho
  • Final do segundo turno: 2 de agosto
  • Finais do Gauchão: 5 e 9 de agosto (Caso o Caxias, campeão do 1º turno, não conquiste o título do 2º turno)

Outras Medidas

  • Redução no número de estádios sedes (número provável de 5)
  • Jogos sem torcida, com máximo 200 pessoas no estádio (atletas, comissão técnica, organização e imprensa)
  • Realização de testes para covid-19 na véspera das partidas
  • Possibilidade das delegações viajarem no dia dos jogos e deixarem as cidades logo após as partidas

Fonte: ZH

CBF sugere retomada de estaduais na segunda quinzena de maio

Mesmo com crescimento de casos de Covid-19 no Brasil, entidade propôs volta do futebol

Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Em uma longa reunião na tarde de ontem, com a participação das federações estaduais, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) debateu o possível retorno dos treinamentos e jogos no Brasil. A entidade sugeriu a volta dos estaduais na segunda quinzena de maio, de acordo com a realidade de cada estado em relação à pandemia de coronavírus.

Caberá às federações discutir com suas respectivas autoridades sanitárias a viabilidade do retorno do futebol. Algumas federações, como as do Paraná e Santa Catarina, já teriam enviado pedidos aos governos estaduais para reiniciarem seus campeonatos no dia 16 do próximo mês. A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) tem uma reunião agendada com os clubes na sexta-feira, quando vai ouvir a posição de seus afiliados.

A CBF prometeu divulgar um protocolo para que todos adotem como base na prevenção do coronavírus e que pode ser utilizado de acordo com a realidade de cada região do país. Inter e Grêmio têm reapresentação agendada para sexta e sábado, respectivamente. A decisão final de retorno ou não às atividades nos CTs deverá ser tomada na reunião com a FGF, nesta sexta-feira.

A possível volta do futebol ganhou corpo após pessoas ligadas ao alto escalão do governo federal darem declarações nesse sentido. Até o presidente Jair Bolsonaro destacou que o governo vem trabalhando para a retomada do esporte, com parecer do Ministério da Saúde.

 

Fonte: CP

FGF define retorno da Divisão de Acesso para agosto

Clubes participantes receberão um auxílio para custeio de despesas

Max Peixoto/ Divulgação

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) definiu ontem (8) que a Divisão de Acesso será retomada no mês de agosto. A decisão foi tomada após uma videoconferência que contou com a presença dos clubes envolvidos na competição.

Segundo a FGF, a medida observa todas as orientações das autoridades no combate à pandemia do coronavírus. A Divisão de Acesso, que está paralisada desde o dia 16 de março, dá duas vagas na elite do futebol gaúcho. Três rodadas haviam sido disputadas.

Cada um dos 16 times que disputam o campeonato receberá um adiantamento no valor de R$ 22 mil para o custeio de despesas.

Os clubes também ficarão isentos do pagamento das taxas administrativas referentes a registro, rescisão, renovação ou prorrogação do contrato de atletas, até o limite de 60 jogadores. A fórmula da competição não foi alterada.

*ZH

 

Governo lança projeto para promover direitos humanos no esporte

Bolsonaro apresenta programa em partida da Supercopa em Brasília

Em parceria com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os ministérios da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e da Cidadania lançaram neste domingo (16), em Brasília, o Programa Integra Brasil, que pretende promover os direitos humanos na prática do futebol.

O presidente Jair Bolsonaro participou do lançamento, antes do início da partida entre Flamengo e Atlético Paranaense, que vale o título da Supercopa, no Estádio Mané Garrincha. A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o secretário especial do Esporte, Décio Brasil, também estiveram presentes ao evento.

Com o lema “o Futebol nos Une”, o programa promoverá ações nas partidas. Entre os temas tratados, estão paz no futebol, combate às drogas, racismo, inclusão de pessoas com deficiência, direitos da criança e do adolescente, esporte como instrumento de inclusão social e combate à discriminação da mulher.

Cada mês contará com uma campanha específica, com ações em pelo menos dois jogos da Copa do Brasil ou do Campeonato Brasileiro. O programa também promoverá campanhas em regiões de vulnerabilidade social.

 

*Agência Brasil

 

Ginásio de Esportes de Nova Candelária recebeu empenho de R$1.800.000,00

O Município de Nova Candelária obteve uma importante conquista nesta virada de ano. Após muito esforço, contatos e articulações mantidos no decorrer de 2019 pela equipe técnica do município, no último dia 31 de dezembro o Ministro da Cidadania Osmar Terra, por meio da Secretaria Especial dos Esportes, sensibilizado com o projeto, determinou que fosse empenhado o valor de R$ 1.800.000,00 (um milhão e oitocentos mil reais) para a construção do Ginásio de Esportes, orçado inicialmente em R$ 3.600.000,00. O projeto encontra-se em fase de elaboração e tão logo esteja concluído, será encaminhado à aprovação e autorização para licitação junto ao Escritório de Negócios da Caixa Econômica Federal de Passo Fundo.

Este valor empenhado é o maior valor de repasse alcançado pelo município em sua história. Estima-se que em meados deste ano as obras serão iniciadas. Pela grandiosidade da obra, como pode ser conferido no vídeo, com quadra em tamanho oficial, capacidade para 1500 pessoas sentadas e outras tantas em pé, a construção adentrará o ano de 2021, no entanto, com os recursos para sua conclusão já assegurados e reservados.

 

Abertura dos Jogos Escolares de Crissiumal 2019, aconteceu na manhã desta terça-feira

Nove escolas da rede municipal e estadual de ensino irão participar das competições

Na manhã desta terça-feira, 26, junto ao Estádio Rubro Negro, ocorreu a Abertura Oficial dos Jogos Escolares do Município de Crissiumal, com a modalidade atletismo.

Participam da competição, alunos/atletas de nove escolas da rede municipal e estadual de ensino, são elas: EMEF Riachuelo, EMEF Rotermund, EMEF Benno Bender, EEEF Egon Trentini, EEEF La Salle, EEEM Ponche Verde, EEEM Rocha Pombo, EEEF Alcido Brust e EEEF Uruguai.

Conhecido como esporte-base, o atletismo desenvolve habilidades naturais do ser humano, como correr, saltar e lançar. No contexto escolar, o atletismo tem grande importância, pois as capacidades e habilidades inerentes aos seus conteúdos, frequentemente, servem de base para outras modalidades desportivas. Além de contribuir nas capacidades físicas e psicomotoras dos alunos, o Atletismo auxilia para o desenvolvimento social e sua relação com o processo de ensino e de aprendizagem em sala de aula.

A realização dos Jogos Escolares une as escolas do município em competições saudáveis, com a intenção de oportunizar a revelação de novos talentos no atletismo, nas escolas.

Durante o ato, a Secretária Municipal de Educação e Cultura, em seu pronunciamento, enfatizou a importância dos Jogos Escolares para a integração das Escolas do Município. Destacou, ainda, que a realização dos jogos é, também, um momento de muitas conquistas através dos esforços dos atletas, que demonstram espírito competitivo com respeito e amizade.

O aluno Eduardo Müller, da EEEM Ponche Verde, realizou o Juramento dos Atletas, representando todos os competidores.

Após o Ato, o professor e organizador dos jogos, Joel Rex, repassou as orientações das atividades na modalidade de Atletismo. E, ainda, pela manhã foi realizada algumas competições e efetuada a premiação de medalhas.