Primata ameaçado de extinção nasce no Zoológico de Brasília

É o segundo caso de reprodução em cativeiro da espécie na instituição

Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília.

Um primata nativo do Amazonas, cuja espécie está em perigo crítico de extinção, nasceu no início deste mês, no Jardim Zoológico de Brasília. O filhote de sauim-de-coleira (Saguinus bicolor) foi o segundo caso de reprodução em cativeiro da espécie assistida pela instituição.

Para dar nome ao filhote, a Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) fez uma campanha em seu Instagram. As opções serão Tucumã e Jambu, uma fruta e uma planta típicas da Região Norte, conterrâneas do sauim-de-coleira – o primata é uma espécie originária do Amazonas e vive em uma região metropolitana de Manaus. O resultado da votação sai nos próximos dias.

De acordo com o diretor de Mamíferos do Zoológico de Brasília, Felipe Reis, o sexo do filhote ainda é desconhecido, já que, em função da fragilidade do recém-nascido e pensando na preservação da espécie, os técnicos da instituição ainda não manejaram o pequeno animal. Quando completar 3 meses e tiver independência dos pais, os biólogos vão examiná-lo para identificar o sexo do filhote.

“Nesse momento, a gente não interfere na criação. São os pais que criam, e eles estão tendo um cuidado muito bom. Eu vejo o filhote tanto no pai quanto na mãe, que é o esperado para a espécie. Essa espécie ocorre na região metropolitana de Manaus e está criticamente ameaçada de extinção, última categoria antes de extinto. É uma espécie que está com risco altíssimo de desaparecer”, explicou Reis.

Sauim-de-coleira

O sauim-de-coleira tem este nome por sua característica marcante de pelagem, com pêlos claros no tronco e o restante do corpo de cor escura. Quando adultos, podem pesar entre 450 e 600 gramas. São animais que vivem em grupos, que podem ter de 7 a 15 membros. Na natureza, a expectativa de vida do sauim-de-coleira varia entre 10 e 12 anos de idade, e em cativeiro pode chegar a até 20 anos.

De acordo com o Zoológico de Brasília, estima-se que existam cerca de 46 mil animais da espécie vivendo na natureza atualmente.

A classificação da espécie como criticamente em perigo de extinção veio por meio de uma estatística do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), segundo o qual, pelo menos 80% da população de sauins-de-coleira poderia ser reduzida ao longo de três gerações.

Fonte: Agência Brasil

Erva-mate reduz obesidade, dizem pesquisadores americanos

Peso de ratos que ingeriram cafeína extraída da erva caiu 16%, garante estudo da universidade de Illinois.

Uma pesquisa da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, concluiu que o consumo de erva-mate pode levar à perda de peso. Divulgado na edição de janeiro do Journal of Functional Foods, o teste foi realizado com ratos, que receberam doses de cafeína sintética ou extraída da erva e do café.

Por 28 dias, os roedores receberam uma quantidade de substância equivalente ao que os humanos consomem em quatro xícaras de café por dia, durante 28 dias. A perda de peso, após esse período, chegou a 16% e de gordura, a 22%.

“Chá de erva-mate e cafeína podem ser considerados agentes anti-obesidade”, disse o autora da pesquisa, a diretora de Ciências Nutricionais da universidade, Elvira Gonzalez de Mejia.

Leia a pesquisa em Inglês

 

Fonte: G1 RS

Dente de animal que viveu milhões de anos atrás é encontrado em Maquiné

Segundo pesquisadores, dente é de um animal muito similar ao mamute, que viveu no período Pleistoceno. Objeto foi encontrado quando homem estava pescando em rio

Foto: Rosineide Schmitt/arquivo pessoal

Um dente de um fóssil foi encontrado em um rio em Maquiné, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, na semana passada. Segundo pesquisadores, o dente é de um animal muito similar ao mamute, que viveu entre entre 2,5 e 11,7 milhões de anos atrás, durante o período Pleistoceno.

A dona de casa Rosineide Schmitt, de 37 anos, enviou uma foto do dente para a RBS TV. Ela contou  que o marido dela estava pescando, quando avistou um objeto diferente.

“Ele estava pescando lá no rio e tem umas pedras, aí ele encontrou e trouxe para casa de curioso. Resolvi fotografar e enviar porque não sabíamos o que era. Ficamos admirados, é difícil encontrar uma coisa assim aqui”, conta Rosineide.

Os doutorandos em paleontologia da UFRGS, Maurício Schmitt e Pedro Fonseca, e o doutor em paleontologia e pesquisador do Consejo Nacional de Investigaciones Científicas e Técnicas da Argentina Augustín Martinelli informaram que o material se trata de “um dente superior de um Gomphoteriidae, possivelmente do gênero Stegomastodon”.

“Gomphoteriidae é um grupo de animais muito similares aos mamutes, e são bastante comuns na América do Sul, sendo encontrados em vários países, como Argentina, Brasil, Equador, Venezuela, Paraguai, Uruguai”, afirmam.

Segundo os especialistas, Stegomastodon era um animal bem parecido com o elefante atual, com cerca de 2,5 metros de altura e 7,5 toneladas.

Os pesquisadores disseram ainda que fósseis do período Pleistoceno são bastante comuns na planície costeira do Rio Grande do Sul.

Os especialistas acrescentaram que a Legislação Brasileira não permite ter fósseis em casa. Eles têm que ser depositados em coleções científicas. Rosineide disse que não sabia disso e que pretende doar para alguma instituição de pesquisa que se interessar.

Fonte: G1 RS

 

Crissiumal: Noite Natalina foi realizada na Abemec

Na sexta-feira (06/12/2019) aconteceu a Noite Natalina na ABEMEC para as crianças, adolescentes, famílias e comunidade, com o objetivo de celebrar mais um ano de conquistas e realizações, despertando sentimento de gratidão e empatia uns com os outros, bem como fortalecer o espírito Natalino entre as famílias.

A atividade contou com brilhantes apresentações das crianças e adolescentes, buscando compartilhar com as famílias o trabalho desenvolvido na Entidade durante o ano. Além das apresentações, foi proporcionando um ambiente de socialização e convivência entre o público, com espaço de acolhida e confraternização.

Vale ressaltar que a atividade foi realizada através de integração entre a ABEMEC Sede e Núcleos Bairro Mirim e Bairro Paraíso. Avalia-se de maneira positiva a realização do evento e a participação das famílias, sendo que o Evento contou com mais de 300 pessoas participantes.

“Que as alegrias deste ano que termina se prolonguem e invadam este novo ciclo que se inicia. Gratidão por todas as bênçãos proporcionadas”!

TV é o grande bem cultural do brasileiro, revela IBGE

Levantamento aponta que dispositivo com tela plana está presente em 74% das casas

Imagem Ilustrativa

A cultura no Brasil ainda é um luxo para poucos. Levantamento divulgado nesta quinta-feira (05) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que a grande maioria dos municípios do País não tem cinemas, museus ou teatros. O grande bem cultural do brasileiro segue sendo a televisão, presente em praticamente todos os lares, sem distinção de raça, gênero e classe social – e agora também em versão de tela plana.

As razões são diversas, como demonstra o Sistema de Informações e Indicadores Culturais 2007-2018, que faz um cruzamento de dados de diversas pesquisas do IBGE. As verbas públicas destinadas à área perderam importância ao longo dos anos e o número de empresas privadas do setor diminuiu. Em tempos de crise econômica, a cultura também está longe de ser uma prioridade na destinação do orçamento familiar.

“A crise dos anos recentes levou a uma queda generalizada na capilaridade geográfica dos equipamentos culturais e meios de comunicação entre as medições de 2014 e 2018”, aponta a pesquisa. Os cinemas, por exemplo, estão presentes em apenas 10% dos municípios. Os museus aparecem em 25,9% das cidades e os teatros em 20%. As livrarias tiveram uma queda acentuada desde 2001, quando podiam ser encontradas em quase metade dos municípios (42,7%), e 2018 (17,7%).

Uma nota dissonante são as bibliotecas públicas. Presentes em 87% das cidades. “Houve políticas públicas específicas durante muitos anos para aumentar a capilaridade das bibliotecas, o que explica a discrepância”, explicou o coordenador do setor de População e Indicadores Sociais do IBGE, Leonardo Athias.

A evolução tecnológica e as mudanças nas formas de consumo de cultura, claro, também influenciam essas estatísticas. Videolocadoras, lojas de disco e lan houses, que já tiveram presença significativa nos municípios, praticamente desapareceram em 2018.

O provedor de internet, por sua vez, já alcança 58% dos municípios brasileiros, cobrindo praticamente 85% da população do País. O telefone celular também está bastante difundido no Brasil. Segundo o levantamento, 78,2% das pessoas com mais de dez anos de idade têm um telefone móvel para uso pessoal.

O eletrodoméstico mais presente na casa dos brasileiros é a televisão, que está em nada menos que 97,2% dos lares. Diferentemente de qualquer outro bem de consumo, “a posse da televisão não apresenta diferenças significativas em relação à cor ou raça, grupos de idade, nível de instrução e gênero”, sendo, de longe, o aparelho mais democrático do País. A TV de tela plana, por sua vez, já está em 74% das casas.

Os gastos com cultura, como era de se esperar, aparecem em quarto lugar no orçamento das famílias, abaixo de alimentação, habitação e transporte. O gasto médio mensal é de R$ 282,86 e representa 7,5% do consumo total. Esse porcentual varia um pouco de acordo com as classes sociais. Mas nem tanto assim. Entre os mais pobres, é de 5,9%; entre os mais ricos, chega a 8%. E como não poderia deixar de ser, a maior parte desse orçamento é destinado à aquisição de eletrodomésticos, telefonia, TV e internet.

Verbas públicas

Os gastos públicos em cultura aumentaram de uma maneira geral entre 2011 e 2018, passando de R$ 7,1 bilhões para R$ 9,1 bilhões. No entanto, a verba cultural perdeu importância quando comparada ao total de gastos (de 0,28% para 0,21%).

O número de empresas e organizações voltadas para a cultura também caiu. De 353,2 mil (8% do total), em 2001, para 325,7 mil (6,5% do total), em 2017. O número de pessoas ocupadas neste setor também caiu, passando de 4,2% para 3,7% no mesmo período.

O setor segue o padrão de desigualdade geral do País. Em 2017, a região Sudeste concentrava 58,5% dos assalariados nas atividades culturais. O setor tem mais ocupados da cor branca do que pretos e pardos, mas o porcentual de negros está aumentando: de 42,3%, em 2014, para 45,7, em 2018. Entre 2014 e 2018 a participação feminina no setor cresceu de 43,7% para 50,5%.

 

Fonte: AE/CP

Governo lança plano para levar saneamento a áreas rurais

Meta é beneficiar 39 milhões de pessoas em 20 anos

O governo federal lançou ontem (3) o programa Saneamento Rural Brasil, que estabelece diretrizes e metas para a implantação de esgotamento sanitário e abastecimento de água em áreas rurais de todo o país. Coordenado pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), autarquia vinculada ao Ministério da Saúde, o programa pretende, pelos próximos 20 anos, realizar obras de infraestrutura em saneamento básico que podem beneficiar mais de 39 milhões de pessoas. São áreas prioritárias para investimentos os distritos municipais, as agrovilas, as comunidades quilombolas, as reservas indígenas e os assentamentos rurais.

“O programa identificou aquilo que precisa ser feito e também deu caminhos de como fazer, e os recursos necessários para os próximos 20 anos. Os recursos serão tanto recursos públicos, como também recursos privados”, afirmou o presidente da Funasa, Ronaldo Nogueira, em coletiva de imprensa após o lançamento do programa, no Palácio do Planalto.

Com base nas metas propostas no programa, o governo estima que serão necessários investimentos de R$ 218,94 bilhões até 2038, para execução de obras como abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e manejo de águas pluviais. O programa também prevê ações educativas e de gestão.

“Amanhã será publicada uma portaria da Funasa que abre um chamamento público para os municípios fazerem o cadastramento de suas propostas. A meta de iniciar essas ações já é para o ano de 2020”, afirmou Nogueira.

Baixa Cobertura

Em termos de abastecimento de água, segundo dados do Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), menos de 30% das residências ruais estão conectadas à alguma rede. A maior parte do forneciemento de água (55%) é obtida a partir de poços artesianos e nascentes fluviais.

A situação de esgoto sanitário é ainda pior. Segundo o último Censo Demográfico, apenas 4% das domicílios rurais estão ligados à uma rede de esgoto. A maioria das residências (64%) possui fossa rudimentar ou fossa séptica (16%). Outros 16% dos domicílios despejam os resíduos de esgoto em valas, rios, lagos ou no mar.

 

*Agência Brasil

MP pede a suspensão da aplicação do agrotóxico 2,4-D no RS

Medida é recomendada até que os fiscais estaduais agropecuários suspendam a greve

O Ministério Público (MP) do Rio Grande do Sul pedirá ao governo do Estado a suspensão temporária da aplicação do herbicida 2,4-D, que vem causando prejuízos em produções de frutas como uvas, azeitonas e maçãs. A medida é recomendada até que os fiscais estaduais agropecuários suspendam a greve. A decisão foi tomada em reunião realizada na manhã desta quinta-feira (28) na sede do MP, em Porto Alegre, com a presença do procurador-geral do Estado, Fabiano Dallazen.

– Não houve oposição à medida, que precisa ser tomada diante da incapacidade do Estado neste momento de fiscalizar a aplicação do produto – afirmou Alexandre Saltz, promotor de Justiça responsável por inquérito aberto para apurar o caso.

Além da paralisação dos servidores, a decisão foi motivada pelos resultados dos laudos divulgados nesta semana pela Secretaria Estadual da Agricultura. Das 76 análises concluídas até agora em plantas com suspeita de deriva, 100% tiveram laudo positivo – número superior ao do ano passado. Ainda estão em avaliação pelo Laboratório de Análise de Resíduos de Pesticidas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) outras 73 amostras coletadas em 52 propriedades rurais.

Segundo o secretário adjunto da Agricultura, Luiz Fernando Rodriguez Júnior, o governo vai aguardar para conhecer o teor do pedido do MP e então avaliar os procedimentos a serem tomados.

– Ainda não recebemos a recomendação. Assim que a tivermos em mãos, analisaremos para darmos um retorno o mais rápido possível – garante Rodriguez Júnior.

Presente na reunião, a presidente da Associação dos Produtores de Vinhos Finos da Campanha Gaúcha, Clori Peruzzo, afirmou que a suspensão é a melhor solução neste momento.

–  A deriva do produto nesta safra deve prejudicar 50% da safra, mais do que no ano passado – lamenta a dirigente.

Em 2018, das 81 análises laboratoriais feitas em 24 municípios gaúchos, 69 deram resultado positivo para contaminação do herbicida 2,4-D em cultivos de uvas, azeitonas e maçãs nas regiões de Campanha, Fronteira Oeste, Central e Campos de Cima da Serra.

Municípios com laudos positivos até agora

Bom Jesus, Cacequi, Cachoeira do Sul, Candiota, Dilermando de Aguiar, Dom Pedrito, Ibiaçá, Jaguari, Jari, Maçambara, Mata, Minas do Leão, Pinhal da Serra, Piratini, Protásio Alves, Ronda Alta, Santana do Livramento,  Santiago, Santo Ângelo, São João do Polêsine, Silveira Martins, Toropi,  Viadutos.

Como denunciar

O produtor que suspeitar de deriva de agrotóxico deve comunicar a Secretaria da Agricultura pelo telefone (51) 3288-6296, WhatsApp (51) 98412-9961 ou e-mail [email protected]

No site agricultura.rs.gov.br, banner Denúncias 2,4-D, é possível conferir as informações que devem constar na queixa.

 

Fonte: ZH

Três Passos terá show do Guri de Uruguaiana

Muitas atrações esperam pela comunidade trespassense e regional no mês de dezembro

Diversas atrações culturais fazem parte da programação de fim de ano do Município de Três Passos, entre elas o projeto Gaúchos de Sul a Norte, com produção cultural da SD Produções que tem realização da Secretaria Especial da Cultura e Ministério da Cidadania com apoio da Prefeitura Municipal de Três Passos.

A programação começa neste dia 29 de novembro, com a Noite Cultural da Assistência Social, projeto que é realizado anualmente para o público que participa das oficinas.

Já no dia 06 de dezembro, ocorre a abertura oficial do Natal Encanto 2019, com a apresentação do Projeto Cante e Encante, chegada do Papai Noel e entrega da chave da cidade.

Também, após a abertura, acontece o show do Guri de Uruguaiana, espetáculo de humor, onde o artista Jair Kobe interpreta um dos personagens de caracterização gaudéria mais queridos do público nos últimos tempos.

O Projeto Gaúchos de Sul a Norte, acontece no Parque Egon Júlio Goelzer, Palco B da Feicap. Realizado pelo Ministério da Cidadania, Governo Federal, com produção cultural de SD Produções e patrocínio de Bellenzier Pneus, Charrua, Cotricampo, Girando Sol e Motolândia, terá continuidade nos dias 07 e 08 de dezembro com diversas outras atrações.

O Festival Diversidade da Dança também vai encantar o município, na Praça Reneu Geraldino Mertz, com apresentações de dança de vários estilos, entre elas, o grupo árabe Hayat de Ijuí, e Gemp, de Crissiumal, que viajou países para levar cultura, arte e entretenimento.

A cidade já está toda decorada para dezembro, mês especial, porque além da cidade ficar especialmente diferente para o Natal é a data que marca o aniversário de 75 anos do município.

 

Programação Dezembro 2019

29.11.2019

18h 30min | Noite Cultural da Assistência Social

Local: Pirâmide da Feicap

 

01.12.2019

10h 30min | Natal Missioneiro

– Apresentações das Invernadas

– Almoço

– Chegada do Papai Noel

– Gurizada Missioneiro

– Fandango

– Grupo Balanço da Vaneira

Local: CTG Missioneiro dos Pampas

 

06.12.2019

19h | Sorteio do Caminhão de Prêmios da Cacis

19h 30min | Abertura do Natal Encanto 2019

– Show Cante e Encante

– Chegada do Papai Noel

Projeto Gaúchos de Sul a Norte

– Show do Guri de Uruguaiana

Local: Palco B da Feicap

 

07.12.2019

19h | Projeto Gaúchos de Sul a Norte

– CTG Missioneiro dos Pampas (Invernada Juvenil)

– CTG Missioneiro dos Pampas (Invernada Adulta)

– CTG Epopéia Farroupilha (Invernada Juvenil)

–  DTG Poncho Verde (Invernada Adulta)

Local: Palco B da Feicap

 

08.12.2019

18h 30min | Projeto Gaúchos de Sul a Norte

– Grupo e Arte e Cultura Costeiros do Yucumã

– Grupo Folclórico Adaga

– Marcelo Caminha

Local: Palco B da Feicap

 

14.12.2019

20h | Ceia de Natal

Local: Centro Cultural 25 de Julho

 

21.12.2019

14h | Natal da Criança Rádio Passos

Local: Bairros da Cidade

 

27.12.2019

19h | Sorteio Final do Caminhão de Prêmios da Cacis

20h | Festival Diversidade da Dança

– Street Boys Of Dança

– Show Time

Local: Praça Reneu Geraldino Mertz

22h | Baile de Aniversário do Município

Local: Salão do Clube Ipiranga/ Padre Gonzales

 

28.12.2019

Aniversário de 75 anos de Três Passos – Feriado

19h | Festival Diversidade da Dança

– Charme de Liberdade

– Hijos del Sol

– Hayat Dança do Ventre

– GEMP

Local: Praça Reneu Geraldino Mertz

 

29.12.2019

19h | Festival Diversidade da Dança

– Caripaiguarás

– Mezcla

– Cia de Dança Sete8

– Soul Feeling

Local: Praça Reneu Geraldino Mertz

 

 

Por: Elenara de Oliveira

Festival de Cinema de Três Passos acontece em novembro

De 05 a 09 de novembro, Três Passos vive a SÉTIMA ARTE e será a morada de filmes curtas-metragens

O 5º Festival de Cinema de Três Passos – Olhares sensíveis –  acontece no cenário dos 124 anos do Cinema, 75 do Município e terá como palco o Cine Globo – raro cinema de calçada em atividade há 65 anos.

A programação, com acesso gratuito, inicia dia 05 de novembro, às 19h e contempla:

– a exibição de 124 filmes de curta-metragem, com duração de 01 a 20min, de todos os gêneros cinematográficos, produzidos em Três Passos/Região Celeiro, estados brasileiros e exterior, distribuídos em 10 sessões – 61 na Mostra Não Competitiva e 63 na Mostra Competitiva;

– participação dos corais: Vozes Missioneiras/CTG Missioneiro dos Pampas, Projeto Cante e Encante, Ricordi D’Itália/Centro Cultural Italiano, Centro Cultural 25 de Julho, da Escola de Música Gehlen e da Banda “Rusty Birds”.

Presença de realizadores de curtas-metragens e acolhimento pela comunidade

Vinte e cinco realizadores de curtas, que serão exibidos durante o Festival, oriundos de Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Paraná, Rio Grande do Sul e da França, confirmaram suas presenças e serão hospedados por pessoas da comunidade.

Direções de obras produzidas em nível local/regional e pelo Projeto #Cidade Cinematográfica Ano 3, envolvendo o universo educacional/comunidade, participarão com suas equipes.

O Coletivo Festival de Cinema, agradece a todos que, solidariamente, estão possibilitando a realização desta 5ª edição.

Agendamento de Escolas para participar do Festival: 3522-3000 – SMEC Três Passos – nos turnos manhã – 9h às 11h e tarde – 14h às 17h.

O Festival de Cinema é promovido pelo Movimento Pró-Arte com apoio da Prefeitura Municipal de Três Passos, 21ª CRE, Câmara de Vereadores, ACCIRS e Órgãos de Comunicação.

Confira a grade de Programação: www.cinematrespassos.com.br ou no  facebook.com/festivaldecinemadetrespassos

Momentos da Programação: 

05/11 (terça-feira), 19h início do Festival 

– Homenagem ao cineasta carioca Christian Jafas

– Palestra – Audiovisual e Educação

-Exibição de curtas produzidos pelo universo educacional/comunidade – Projeto #Cidade Cinematográfica Ano 3.

 07/11 (quinta-feira) 19h

 – Recepção/Abertura Oficial

– Homenagem Construtores da história do FCTP

– Exibição de curtas da Mostra Competitiva

 09/11 (sábado) 20h

 – Cerimônia de Premiação e Encerramento

–  21h30min – Confraternização no Green House

Por: Elenara de Oliveira

Nova Candelária prepara Torneio Municipal de Canastra

Inscrições poderão ser feitas até 28 de outubro

O Departamento de Desporto e Lazer de Nova Candelária, em parceria com o CRAS Viva Bem e os servidores municipais, organizam para o dia 10 de novembro, a partir das 09h00min, um torneio municipal de canastra.

As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 28 de outubro junto ao prédio do CMD de Nova Candelária, ao lado do posto da Brigada Militar, com Valdevan. O torneio será na sede dos servidores municipais e terá as modalidades de duplas masculinas, femininas e mistas, custando R$ 80,00 por dupla, com o almoço do dia 10.

O valor adquirido com as inscrições, menos o valor dos almoços, será distribuído proporcionalmente para as premiações, ficando 60% para a dupla campeã, 30% para a dupla vice-campeã e 10% a dupla da terceira colocação.

 

Por: Assessoria de Imprensa