Brigada Militar prende homem por porte ilegal de arma de fogo em Crissiumal

Foto – BM Divulgação

Por volta 23h10min deste sábado, 4 de abril, Policiais Militares prenderam um homem por porte ilegal de arma de fogo.

A prisão ocorreu no centro da cidade, sendo localizado no bolso do casaco do homem um revólver de calibre 32, municiado.

Diante da apreensão a Brigada Militar conduziu o homem até a Delegacia de Polícia.

Bateria de colheitadeira é furtada em propriedade rural de Crissiumal

Furto foi percebido nesta sexta.

A vítima comunicou a Brigada Militar que deixou sua máquina colheitadeira New Holland 5050 em sua lavoura, onde o mesmo estava efetuando a colheita de soja na quarta-feira, na localidade de Lajeado Crissiumal.

Ao retornar na manhã de sexta-feira encontrou a colheitadeira sem a bateria, Marca Mil Léguas, 12 volts de 180 Amperes, com valor aproximado de R$ 800,00.

Relata que foi o único item subtraído da colheitadeira e que não possui suspeita.

 

*CRPO

Crissiumal: Som automotivo é apreendido em ocorrência de perturbação do sossego alheio

Fato ocorreu na noite desta sexta

BM/Divulgação

Após receber várias ligações via 190 a Brigada Militar de Crissiumal atendeu na noite desta sexta (03) uma ocorrência de perturbação do sossego alheio.

O fato ocorreu por volta das 22h30min, quando denunciantes informaram que um grupo de pessoas estariam com som alto e de algazarra na Praça da Matriz na cidade.

No local foi flagrado um veículo transitando em via pública com som alto ligado, sendo então abordado o condutor e identificado.

Foi então apreendido o som, confeccionado o termo circunstanciado e após assinar o termo de comparecimento em juízo o infrator foi liberado.

 

*CRPO

Crissiumal: Secretaria de Assistência Social informa sobre o auxílio emergencial do Governo Federal

Saiba quem tem direito

A secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social de Crissiumal comunica que o Governo Federal irá publicar o Decreto para regulamentar o funcionamento do benefício emergencial e enviará uma Medida Provisória de crédito extraordinário ao Congresso Nacional para o pagamento do auxílio. Terão direito ao valor os trabalhadores informais, com mais de 18 anos, cuja família tenha renda mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135). A pessoa também não pode ter tido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28.559,70.

Os candidatos a receberem o auxílio devem cumprir uma das condições: ser microempreendedor individual (MEI); ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS); ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único – quem não estiver cadastrado poderá fazer uma autodeclaração por sistema digital que está sendo desenvolvido pelo governo –; e ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Não terá direito ao auxílio emergencial quem recebe benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou renda de programa de transferência que não seja o Bolsa Família, além dos que integram a População Economicamente Inativa.

O Governo Federal também alerta para as fake news. Sites falsos foram criados e disseminados pelo aplicativo WhatsApp para tentar obter dados dos beneficiários. O recado é para não fornecer dados para qualquer pessoa ou site que fale em nome do benefício.

Quem tem direito ao benefício?

1. Trabalhadores que cumpram uma das condições:

a) Ser microempreendedor individual (MEI);

b) Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS)

c) Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único – quem não estiver cadastrado poderá fazer uma autodeclaração por sistema digital que está sendo desenvolvido pelo governo

d) Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020

2. Ter mais de 18 anos

3. Família com renda mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135)

4. Não ter tido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28.559,70.

Quantas pessoas podem ser beneficiadas por família?

No máximo duas pessoas por família podem receber o auxílio emergencial de R$ 600. As mulheres chefes de família monoparental têm direito a receber o benefício em dobro, ou seja, R$ 1.200.

Quando posso sacar o benefício?

Após a sanção presidencial nesta quarta-feira (1.04), o Governo Federal vai publicar um decreto para regulamentar o funcionamento do benefício e enviar uma Medida Provisória de crédito extraordinário ao Congresso Nacional para o pagamento do auxílio.

Onde posso sacar o benefício?

Conforme a lei aprovada, quando estiver regulamentado, o benefício será repassado pelos bancos públicos federais: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, BASA (Banco da Amazônia) e BNB (Banco do Nordeste).
Como deve proceder quem não tem Cadastro Único no governo federal?

A pessoa que se encaixa no perfil para receber o auxílio emergencial e não estiver no Cadastro Único poderá fazer uma autodeclaração pela internet em uma solução tecnológica que será divulgada em breve pelo governo.
Sou beneficiário do Bolsa Família. Posso receber o auxílio emergencial?

Sim, caso o auxílio emergencial seja mais vantajoso que o valor recebido no Programa Bolsa Família. Como os integrantes do Bolsa Família já estão no Cadastro Único, não será necessário pedir a alteração do benefício.

Fonte: Prefeitura de Crissiumal

Crissiumal: Prefeitura emite decreto seguindo as recomendações do decreto do Governo do Estado sobre fechamento do comércio

Apenas atividades essenciais seguem funcionando

A Prefeitura de Crissiumal adotou na manhã desta quinta-feira (02/04) o Decreto do Governo do Estado que estabelece o fechamento excepcional e temporário do comércio em todo o Estado do Rio Grande do Sul. 

Os serviços considerados essenciais, que envolvem alimentação, abastecimento, energia, telecomunicação, saneamento, telecomunicações saneamento básico e cuidados médicos, além de indústria e construção civil permanecem mantidos.

LEIA ABAIXO O NOVO DECRETO

DECRETO Nº 044/2020

REITERA A DECLARAÇÃO DE ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA EM TODO O TERRITÓRIO DO MUNICÍPIO DE CRISSIUMAL PARA FINS DE PREVENÇÃO E DE ENFRENTAMENTO À EPIDEMIA CAUSADA PELO COVID-19 (NOVO CORONAVÍRUS), RECEPCIONA E ADOTA NA INTEGRALIDADE AS PREVISÕES CONTIDAS NO DECRETO ESTADUAL N. 55.154, DE 01 DE ABRIL DE 2020.

ROBERTO BERGMANN, Prefeito Municipal de Crissiumal, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições que lhe confere a Lei Orgânica do Município,

CONSIDERANDO as disposições normativas já adotadas pelo Município de Crissiumal, nos Decretos Executivos nº 31, de 17 de março de 2020, nº 38, de 19 de março de 2020, nº 39, de 20 de março de 2020, nº 40, de 24 de março de 2020, nº 41 de 26 de março de 2020, nº 42 de 27 de março de 2020, bem como as adequações que se fazem necessárias.

CONSIDERANDO que o Estado do Rio Grande do Sul publicou o Decreto nº 55.115, de 12 de março de 2020, dispondo sobre as medidas temporárias de prevenção ao contágio do vírus, no âmbito estadual, e todas as alterações posteriores, principalmente o Decreto Estadual nº 55.154 de 01 de abril de 2020.

CONSIDERANDO que a situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença no Município;

CONSIDERANDO as informações prestadas pelo Governador do Estado do Rio Grande do Sul nos pronunciamentos veiculados pela página oficial do Governo do Estado do Rio Grande do Sul nas datas de 31 de março de 2020 e 01 de abril de 2020.

CONSIDERANDO reunião através de teleconferência realizada pela AMUCELEIRO no dia 27 de março de 2020.

CONSIDERANDO a competência de caráter suplementar do Município no que tange às suas particularidades.

CONSIDERANDO a evolução dos casos do novo Coronavírus (COVID-19) no Brasil, no Estado do Rio Grande do Sul e a inexistência de aparelhamentos necessários para o imediato atendimento das situações decorrentes do COVID-19.

*D E C R E T A:

Art. 1º Fica reiterado o estado de calamidade pública, no Município de Crissiumal, em razão da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do surto epidêmico de coronavírus (COVID-19), pelo mesmo período que perdurar a calamidade pública no Estado do Rio Grande do Sul, conforme Decreto nº 55.128, de 19 de março de 2020 e Decreto Estadual nº 55.154, de 01 de abril de 2020.

Art. 2º O presente decreto adota a integralidade das previsões contidas no decreto estadual nº 55.154/2020, que estabelece, conforme anexo, normas critérios e procedimentos a serem observados pelo Poder Público local e pelas pessoas físicas e jurídicas do Município.

§ 1º Excepcionam a adoção dos critérios do Decreto Estadual nº 55.128, de 19 de março de 2020 e Decreto Estadual nº 55.154, de 01 de abril de 2020, as medidas sanitárias de interesse exclusivamente local e de caráter supletivo as determinações do Estado.

CAPÍTULO I

Seção I

Da Administração Pública Direta e Indireta

Art. 3º Os órgãos e as entidades da administração pública municipal deverão limitar o atendimento presencial ao público apenas aos serviços essenciais, observada a manutenção do serviço público, preferencialmente por meio de tecnologias que permitam a sua realização à distância.

§ 1º Fica mantido Expediente Interno e turno único em todas as repartições públicas municipais de Crissiumal, exceto nos serviços essenciais na Secretaria Municipal de Saúde, que continua com atendimento normal, e na Secretaria Municipal de Obras Públicas, Habitação, Saneamento e Trânsito, que terá plantão diário para serviços públicos em andamento que necessitam de conclusão.

§ 2º Os atendimentos nas secretarias que estiverem em Expediente Interno serão prestados via telefone (55)3524-1200 (Paço Municipal), (55)3524-1221 (Parque de Obras) ou no e-mail de cada setor, constante na página do Município na internet www.crissiumal-rs.com.br.

Art. 4º Os titulares dos órgãos da Administração Municipal deverão avaliar a possibilidade de suspensão, redução, alteração ou implementação de novas condições temporárias na prestação e acesso, bem como, outras medidas, considerando a natureza do serviço no período de calamidade pública, o fluxo e aglomeração de pessoas nos locais de trabalho, emitindo os regramentos internos necessários.

§ 1º Nos termos deste artigo, os servidores, efetivos ou comissionados, empregados públicos ou contratados, estagiários poderão desempenhar suas atribuições em domicílio, em modalidade excepcional de trabalho remoto, ou por sistema de revezamento de jornada de trabalho, no intuito de evitar aglomerações em locais de circulação comum, sem prejuízo ao serviço público.

§ 2º Caberá aos secretários organizar as escalas de seus servidores, empregados e estagiários de modo a reduzir aglomerações e evitar circulação desnecessária no âmbito das repartições, de modo a desempenhar as suas atividades preferencialmente por meio de teletrabalho, sempre que possível.

§ 3º Na impossibilidade de trabalho remoto e/ou revezamento, caso necessário o afastamento, após verificada a existência de férias e outras compensações, poderá haver dispensa do comparecimento, sem prejuízo de sua remuneração ou bolsa-auxílio, nos mesmos termos no disposto no art. 3º, §3º da Lei Federal nº 13.979/2020.

§ 4º Fica dispensada a utilização do registro eletrônico do ponto aos para os servidores que se enquadrarem no artigo 5º do presente Decreto, devendo ser realizada a aferição da efetividade por outro meio eficaz de acordo com as orientações definidas no âmbito de cada órgão, entidade ou secretaria municipal.

§ 5º Fica recomendado que as reuniões sejam realizadas, sempre que possível, sem presença física.

Art. 5º Deverão executar suas atividades remotamente enquanto perdurar o coronavírus (COVID-19):

I – os servidores e empregados públicos:
a) com sessenta anos ou mais;
b) imunodeficientes ou com doenças preexistentes crônicas ou graves;
c) responsáveis pelo cuidado de uma ou mais pessoas com suspeita ou confirmação de diagnóstico de infecção por COVID-19, desde que haja coabitação;

II – as servidoras e empregadas públicas gestantes ou lactantes.

§ 1º A comprovação de doenças preexistentes crônicas ou graves ou de imunodeficiência ocorrerá mediante autodeclaração, na forma do Anexo I, encaminhada para o e-mail institucional da chefia imediata.

§ 2º A condição de que trata a alínea “c” do inciso I ocorrerá mediante autodeclaração, na forma do Anexo II, encaminhada para o e-mail institucional da chefia imediata.

§ 3º A prestação de informação falsa sujeitará o servidor ou empregado público às sanções penais e administrativas previstas em Lei.

§ 4º O disposto nas alíneas “a” e “c” do inciso I do caput não se aplica aos servidores e empregados públicos em atividades nas áreas de segurança, saúde ou de outras atividades consideradas essenciais pelo órgão ou entidade.

Art. 6º Servidores municipais que apresentarem sintomas de gripes, poderão ser dispensados dos serviços mediante autorização superior.

Art. 7º O Setor de Recursos Humanos poderá receber, no formato digital, atestados de afastamento gerados por motivo de saúde enquanto perdurar o Coronavírus.

§ 1º O servidor ou empregado público deverá encaminhar o atestado de afastamento em formato digital no prazo de até cinco dias contados da data da sua emissão.

§ 2º O atestado de afastamento original deverá ser apresentado pelo servidor ou empregado público no retorno de suas atividades.

Art. 8º Fica suspensa a participação de servidores ou de empregados, exceto aqueles relacionados aos serviços de saúde, em eventos ou em viagens interestaduais ou internacionais.

Art. 9º Aos servidores e aos empregados públicos que tenham regressado, de locais onde há transmissão comunitária do vírus COVID-19, conforme boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde, bem como aqueles que tenham contato ou convívio direto com caso suspeito ou confirmado, deverão ser aplicadas as seguintes medidas:

I – Os que apresentem sintomas (sintomáticos) ou suspeitos de contaminação pelo COVID-19 deverão ser afastados do trabalho, sem prejuízo de sua remuneração, pelo período mínimo de quatorze dias ou conforme determinação médica;

Art. 10 A suspensão das atividades escolares, da educação infantil, atendimento em creches municipais, anos iniciais e finais do ensino fundamental da rede de ensino municipal até 30 de abril de 2020.

Art. 11 Ficam adiadas ou suspensas as licitações em andamento, ou novas, que seriam realizadas pelo Departamento de Licitações do Município, sendo mantidas apenas as licitações que requerem urgência, como por exemplo as da área da Saúde, bem como para atendimentos de atividades essenciais, como por exemplo de infraestrutura.

Art. 12 Os gestores dos contratos de prestação de serviço deverão notificar as empresas contratadas para que, sob pena de responsabilização contratual em caso de omissão, conscientizem seus funcionários quanto aos riscos e prevenção do COVID-19, e ainda quanto à necessidade de reportarem a ocorrência dos sintomas de que trata o inciso V do art. 8º.

Art. 13 Fica determinado o atendimento em regime de plantão do Conselho Tutelar do Município.

Art. 14 Fica mantido o Comitê Extraordinário de Saúde, com o objetivo de estabelecer e divulgar ações de prevenção a transmissão do vírus criado pelo decreto municipal nº 031/2020.

Art. 15 Mantem-se suspensos, até o dia 30 de abril de 2020, os prazos de:

I – sindicâncias, os processos administrativos disciplinares e processos administrativos especiais.

II – interposição de reclamações, recursos administrativos e recursos tributários no âmbito Municipal;

III – atendimento da Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011, a Lei de Acesso à Informação;

Art. 16 Determina-se que somente serão transportados na área da saúde pacientes que estejam em situação de urgência e emergência, com a exceção dos pacientes nas áreas de oncologia e hemodiálise.

Art. 17 Determina-se que a administração municipal deverá afixar mensagem sobre os cuidados de prevenção sobre o Coronavírus, em repartições públicas, no transporte coletivo, estabelecimentos comerciais e espaços públicos de convívio social.

Art. 18 Determina-se a adoção das orientações normativas, portarias, boletins divulgados pelos órgãos competentes; No caso de dúvidas sobre COVID-19 (Coronavírus), entrar em contato pelos telefone 150 ou nos (55) 3524-1495 (ESFs 1 e 2), 3524-2063 (ESF 5), 3524-1878 (ESFs 3 e 4).

Art. 19 Institui-se, no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde, uma equipe médica ou de enfermagem especial, para atendimento a domicílios, a fim de se evitar o deslocamento da população às unidades de pronto-socorro e hospitais de média e alta complexidade.
Parágrafo único: Para fins de atendimento às solicitações de visita médica, fica criado um setor de tele atendimento, para agendamento dos atendimentos, através dos telefones (55) 3524-1495 (ESFs 1 e 2), 3524-2063 (ESF 5), 3524-1878 (ESFs 3 e 4).

Art. 20 O Município revisará todos os alvarás expedidos para execução de eventos, atendendo os boletins informativos dos órgãos oficiais responsáveis.

Capítulo II
DA MOBILIDADE URBANA

Art. 21 – Fica determinada situação de distanciamento social a toda pessoa com 60 (sessenta) ou mais anos de idade, para restringir a circulação no território do Município de Crissiumal;

§ 1º – Fica permitido à pessoa com 60 (sessenta) anos ou mais de idade o deslocamento somente para realização de atividades estritamente necessárias, como por exemplo atendimento médico e hospitalar, realização de exames laboratoriais, vacinação, aquisições em comércio de produtos alimentícios e em farmácias.

§ 2º – Fica determinado que todas as pessoas que ingressarem no território do Município de Crissiumal vindas de outros locais onde já existirem casos confirmados de COVID-19 (Coronavírus) deverão obrigatoriamente entrar em contato com a Secretaria Municipal da Saúde através dos telefones (55)3524-1495, 3524-2063, 3524-1878 (horário comercial) e 99130-7187 informando a sua condição para que sejam orientados de como proceder a partir de então.

Art. 22 Em caso de descumprimento ao disposto neste Decreto Executivo aplicam-se as penalidades previstas na Lei Municipal nº 1.541/1999 – Código de Posturas e legislações correlatas, sendo desde já autorizado aos órgãos competentes, com objetivo de atender o interesse público e evitar o perigo de contágio e risco coletivo, adotar todas as medidas legais cabíveis.

Art. 23 Para melhor entendimento do Decreto Estadual nº 55.154 de 01º de abril de 2020, anexamos ao presente Decreto Municipal um resumo explicativo do mesmo (vide anexo I).
Parágrafo Único – O Decreto Estadual nº 55.154 de 01º de abril de 2020 na íntegra poderá ser acessado no link: www.diariooficial.rs.gov.br/materia?id=401187

Art. 24 Ficam revogados os Decretos Municipais nº 038/2020; 039/2020; 041/2020 e 042/2020.

§ 1º Ficam mantidas as disposições dos Decretos Executivos nº 31, de 2020, e do Decreto Executivo nº 40, de 2020, no que não contrariarem o presente Decreto Executivo.

Art. 25 Este Decreto Executivo entra em vigor na data de sua publicação com validade até 15/04/2020.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CRISSIUMAL, Estado do Rio Grande do Sul, aos 02 dias do mês de abril de 2.020.

ROBERTO BERGMANN
Prefeito Municipal
Registre-se e Publique-se:

GILMAR ANTONIO SOARES DA SILVA
Secretário Municipal de Administração

ANEXO I AO DECRETO MUNICIPAL Nº 044/2020

O QUE DETERMINA:

O fechamento, em caráter excepcional e temporário, dos estabelecimentos comerciais situados no território gaúcho, incluindo lojas, centros comerciais, teatros, cinemas, casas de espetáculos, entre outros que impliquem atendimento ao público.

AS EXCEÇÕES:

– Tele-entrega e modelo take away (quando o cliente vai até o estabelecimento para retirar a compra), desde que sem aglomeração de pessoas.

– Estabelecimentos industriais de qualquer tipo, inclusive de construção civil, estão permitidos, com proibição de atendimento ao público em aglomeração ou grande fluxo de clientes.

– Estabelecimentos comerciais que forneçam insumos às atividades essenciais.

– Estabelecimentos que prestam serviços não essenciais, mas que não atendem ao público.
– Estabelecimentos que desempenham atividades consideradas essenciais.

O decreto lista 37 tipos de atividades ligadas a áreas de saúde e segurança da população, tais como serviços médicos e hospitalares; assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade; segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos; atividades de defesa civil; transporte de passageiros e de cargas; telecomunicações e internet; serviço de call center; captação, tratamento e distribuição de água e de esgoto e de lixo; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica; iluminação pública; produção, distribuição, transporte, comercialização e entrega, realizadas presencialmente ou por meio do comércio eletrônico, de produtos de saúde, de higiene, de alimentos e de bebidas; entre outros.

REGRAS PARA QUEM PODE OPERAR:

– Restaurantes, bares, lanchonetes e estabelecimentos que prestam serviços considerados essenciais ficam obrigados a respeitar medidas de higiene, a adotarem regime de revezamento de turnos e alterações de jornadas e a fazer uso de senhas ou outro sistema para evitar filas e aglomeração de pessoas, entre outras medidas elencadas na normativa.

– Os estabelecimentos que prestam serviços essenciais devem ter horários ou setores exclusivos para o atendimento de pessoas que pertencem ao grupo de risco (idade superior ou igual a 60 anos ou que tenham comorbidades) .

– O transporte coletivo público e privado, urbano e rural, deve ocorrer sem exceder a capacidade de passageiros sentados.

– O transporte coletivo intermunicipal de passageiros, público ou privado, deve ser realizado sem exceder a metade da capacidade de passageiros sentados.

OUTRAS DETERMINAÇÕES:

– Seguem suspensos os eventos e as reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, incluídas excursões, missas e cultos com mais de 30 pessoas, observando um distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas.

– Ficam suspensas até 30 de abril aulas, cursos e treinamentos presenciais em todas as escolas, autoescolas, faculdades, universidades públicas ou privadas, municipais, estaduais e federais, e demais instituições de ensino.

– As praias e águas internas permanecem interditadas em toda a extensão da areia.

– Lojas de conveniência dos postos de combustível poderão funcionar, em todo o território estadual, entre 7h e 19h, sem poder abrir aos domingos, com exceção daquelas localizadas em estradas ou rodovias, que poderão manter seu funcionamento regular.

 

Crissiumal: Secretaria da Saúde recebeu mais um lote de vacinas contra a gripe

Vacinas serão realizadas enquanto durar o estoque

A Secretaria Municipal de Saúde informa que chegaram mais doses da vacina contra influenza (gripe); e no dia 02/04 (quinta-feira) será realizada a Vacinação na Praça Borges ou em frente ao encaminhamento (dependendo da instabilidade do tempo).

As vacinas estão disponíveis somente para idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde. As vacinas serão realizadas enquanto durar o estoque.

Informamos ainda que serão finalizados os roteiros no interior (que haviam sido cancelados por falta de vacina).

Sexta-feira (03/03/2020) – Equipe 1

MANHÃ:

08h – Vila bender

09h – Três Ilhas

10h30min –  Lajeado Nass

TARDE:

14h – Vista Alegre

15h – Vista Nova

Sexta-feira (03/03/2020) – Equipe 2

TARDE:

14h – Linha Principal

Pedimos a compreensão de todos, pois estamos dividindo as doses com o público da cidade e do interior; e, ainda pelo fato da Campanha ter sido antecipada as doses estão chegando por pequenos lotes. Mantenham-se calmos que todos terão acesso a vacinação.

Fonte: SMS

Falecimento de Ivo Brauwers

A esposa :

Iraci Brauwers

Filhos:

Delci Brauwers e família

Veraci Brauwers e família

Vilson Brauwers e família

Daniele Brauwers e família

Com profundo pesar comunicam o falecimento do esposo, pai, sogro, e avô Ivo Brauwers, aos 75 anos; ocorrido nesta quarta 01 de abril, em sua residência em Humaitá.

Seu corpo está sendo velado na capela da Funerária Zillmer. Encomendação será nesta quinta(02), às 8h30min na capela, seguindo logo após para o sepultamento no cemitério de Vista Nova, Crissiumal.

Em virtude da pandemia do Corona vírus a família esclarece que segundo orientação do setor da saúde pública, o velório será restrito aos familiares e pessoas íntimas, sem aglomeração de pessoas

Nenhuma pessoa deve se sentir constrangida por não comparecer, pois estará colaborando com as orientações.

Sabemos que muitas pessoas gostariam se fazer presente pelo carinho e amizade, mas a família aceita condolências virtuais.

Crissiumal: Aproveitando a umidade do solo, prefeitura efetua manutenção da ERS-305

A equipe de máquinas da Secretaria de Obras Públicas de Crissiumal vem realizando nos últimos dias a manutenção da rodovia ERS-305, nos acessos que interligam Crissiumal aos municípios de Três Passos e Horizontina.

Nesta terça-feira, dia 31 de março, a equipe realizou o patrolamento da rodovia, no trecho que liga ao município de Horizontina, nas imediações à localidade de Esquina Uruguai, para o qual foram utilizadas seis máquinas motoniveladoras (patrolas) para a realização do serviço.

De acordo com o Secretário de Obras, os trabalhos de manutenção da rodovia devem seguir ainda na quarta-feira (01/04), até onde houver umidade suficiente do solo para a realização do serviço, pois com o solo seco não é possível efetuar o patrolamento.

Por: Andréia Cristina Queiroz

Prefeitura de Crissiumal informa sobre tratativas com a ACI, a respeito de tributos municipais

Foto: Emerson Gomes/Arquivo

Tendo em vista o que está acontecendo a nível mundial, o município de Crissiumal não está insensível quanto a prorrogação dos tributos municipais; e, desde o dia 18 de março de 2020, através do protocolo nº 485, advindo da ACI, o Município vem tratando sobre várias possibilidades.

O Executivo Municipal obviamente por si só, bem como, em atendimento ao protocolo supracitado, há mais de dez dias, vem tratando da possibilidade/viabilidade no que tange à tributos de competência municipal no geral, mesmo antes do Decreto de Calamidade Pública.

Foram realizados diversos encontros, dentro das duas últimas semanas, juntamente com a Associação comercial e Industrial (ACI), onde o presidente da Câmara sempre foi mantido informado das possibilidades no tocante à prorrogação de tributos e taxas de competência municipal.

O embasamento legal, bem como as alterações em sistema, para viabilizar tal prerrogativa constam em Projeto de Lei, do qual será enviado para apreciação dos nobres edis, inicialmente, em relação a taxa de localização e taxa alvará de saúde municipal.

No caso específico do IPTU, os carnes foram impressos e entregues via correio ou diretamente no setor de expediente. Quanto a prorrogação é necessária que se faça uma avaliação mais criteriosa, e deverá ser levado em conta também que um percentual considerável de contribuintes já efetuou o pagamento integral ou parcelado. Mesmo assim, está em estudo uma possível prorrogação dos prazos de pagamento.

Tamanha complexidade e seriedade do assunto abordado, causa-nos indignação e estranheza, o oportunismo político de algumas pessoas em cima de um Decreto de Calamidade Pública, do qual chega a nosso conhecimento através de publicações em redes sociais  e, de imediato, na tentativa de ludibriar a população crissiumalense, como se nada tivesse sendo feito pela administração Municipal. O mesmo acontece com relação à compra de equipamentos de saúde, para evitar qualquer atitude de amadorismo neste momento, o Município somente está recebendo orientações e demandas de profissionais da área de saúde. Julgamos extremamente desnecessário a criação de expectativas, frente a população atingida pela pandemia e sucessivamente o Decreto.

Diante de tudo isso e considerando a nossa preocupação com a atual situação novas medidas poderão ser adotadas a qualquer momento.

 

Por: Prefeitura de Crissiumal

Crissiumal confirma dois casos de dengue no município e investiga mais dois

A Secretaria Municipal de Saúde de Crissiumal confirmou esta semana os dois primeiros casos de dengue, neste ano, no município. De acordo com investigação um dos casos foi adquirido fora do município. São, ainda, investigados mais dois casos suspeitos que aguardam os resultados dos testes.

A Secretária de Saúde Suelen Cocco afirma que as barreiras sanitárias são realizadas nos quarteirões, sempre que há casos suspeitos. Desde o mês de fevereiro já vinha se investigando outros casos que deram negativo e, mesmo sendo negativados, as barreiras sanitárias foram feitas.

O trabalho de combate à dengue no município de Crissiumal é realizado durante o ano todo. Em nenhum momento o Município parou de trabalhar a conscientização da população quanto as precauções contra o mosquito Aedes aegypti, além de realizar vistorias nos pátios, afim de identificar focos do mosquito transmissor, através de um trabalho conjunto entre Agentes de Combate de Endemias e Agentes Comunitários de Saúde, com a participação da Vigilância sanitária. De acordo com a Secretaria de Saúde, mesmo com o intenso trabalho de prevenção ao coronavírus (Covid-19), que vem sendo realizado nas últimas semanas, em nenhum momento se deixou de tomar as medidas preventivas ao combate ao Aedes aegypti.

A prevenção e combate ao mosquito da Dengue é extremamente importante, considerando que em municípios vizinhos os casos de infectados pela Dengue vem crescendo assustadoramente.

Já é sabido que para prevenir a dengue é necessário evitar o acúmulo de água, uma vez que o mosquito deposita seus ovos em recipientes ou locais cheios do líquido. No entanto, existem diversas dicas que podem contribuir para evitar a criação do mosquito, como:

EVITE O ACÚMULO DE ÁGUA

O mosquito coloca seus ovos em água limpa, mas não necessariamente potável. Por isso é importante jogar fora pneus velhos, virar garrafas com a boca para baixo e, caso o quintal seja propenso à formação de poças, realizar a drenagem do terreno. Também é necessário lavar a vasilha de água do bicho de estimação regularmente e manter fechadas tampas de caixas d’água e cisternas.

COLOQUE TELA NAS JANELAS

Colocar telas em portas e janelas ajuda a proteger sua família contra o mosquito da dengue. O problema é quando o criadouro está localizado dentro da residência. Nesse caso, a estratégia não será bem sucedida. Por isso, não se esqueça de que a eliminação dos focos da doença é a maneira mais eficaz de proteção.

SEJA CONSCIENTE COM SEU LIXO

Não descarte lixo em valas, valetas, terrenos baldios, margens de córregos e riachos. Assim você garante que eles ficarão desobstruídos, evitando acúmulo e até mesmo enchentes. Em casa, deixe as latas de lixo sempre bem tampadas.

COLOQUE DESINFETANTE NOS RALOS

Ralos pequenos de cozinhas e banheiros raramente tornam-se foco de dengue devido ao constante uso de produtos químicos, como xampu, sabão e água sanitária. Entretanto, alguns ralos são rasos e conservam água estagnada em seu interior. Nesse caso, o ideal é que ele seja fechado com uma tela ou que seja higienizado com desinfetante regularmente.

COLOQUE AREIA NOS VASOS DE PLANTAS

O uso de pratos nos vasos de plantas pode gerar acúmulo de água. Há três alternativas: eliminar esse prato, lavá-lo regularmente ou colocar areia. A areia conserva a umidade e ao mesmo tempo evita que e o prato se torne um criadouro de mosquitos.

LIMPE AS CALHAS

Grandes reservatórios, como caixas d’água, são os criadouros mais produtivos de dengue, mas as larvas do mosquito podem ser encontradas em pequenas quantidades de água também. Para evitar até essas pequenas poças, calhas e canos devem ser checados todos os meses, pois um leve entupimento pode criar reservatórios ideais para o desenvolvimento do Aedes aegypti.

PISCINAS e aquários

Piscinas pode se tornar foco de dengue – por isso, a atenção deve ser redobrada com a limpeza em épocas de surto. Já no caso dos aquários, peixes são grandes predadores de formas aquáticas de mosquitos.

USO DE REPELENTE

O uso de repelentes, principalmente em viagens ou em locais com muitos mosquitos, é um método importante para se proteger contra a dengue. Recomenda-se, porém, o uso de produtos industrializados. Os repelentes caseiros, como andiroba, cravo-da-índia, citronela e óleo de soja não possuem grau de repelência forte o suficiente para manter o mosquito longe por muito tempo. Além disso, a duração e a eficácia do produto são temporárias, sendo necessária diversas reaplicações ao longo do dia, o que muitas pessoas não costumam fazer.

A população deve redobrar os cuidados para eliminar possíveis criadouros do mosquito. Essa é a única forma de prevenção.