Polícia Civil descobre esquema de venda de álcool gel falsificado

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um enfermeiro, servidor da Secretaria da Saúde de Casca, foi preso na operação desta quarta-feira

Álcool gel distribuído para a população seria falsificado Polícia Civil / Divulgação

A investigação sobre vacinas contra a gripe falsificadas levou a Polícia Civil a descobrir outro esquema criminoso na área da saúde: o de venda de álcool gel também falsificado.

Na tarde desta quarta-feira (3), a polícia desencadeou a Operação Assepsia em Casca, Paraí, Passo Fundo e Guaporé.

Um enfermeiro, servidor da Secretaria da Saúde de Casca, responsável pela vacinação na cidade, é suspeito de ter operado o esquema e foi preso pela polícia. O álcool foi adquirido pelo município para ser distribuído à população durante a campanha da vacinação.

São apurados crimes de estelionato contra a administração pública, falsificação, corrupção e adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais.

A 1ª Delegacia de Combate à Corrupção cumpriu um mandado de prisão preventiva e três de busca e apreensão. Também foi decretada a prisão preventiva de dois homens já investigados pela venda de vacinas falsas.

A investigação começou a partir da Operação Anticorpo, que descobriu a venda, no município de Coxilha, de vacinas tetravalente contra a gripe. Com as apreensões feitas naquela operação e a partir de depoimentos, a polícia passou a rastrear o esquema do álcool gel.

Representantes de empresas produtoras do álcool no Rio Grande do Sul e em São Paulo foram ouvidos na investigação da Divisão Estadual de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro e disseram que o produto sob suspeita não condizia com o que é produzido por suas empresas.

A suspeita é de falsificação do produto que foi comercializado com o poder público.

Fonte: ZH

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.