Chefe da Polícia Civil confirma corte de ponto caso agentes entrem em greve a partir de segunda-feira

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Conforme Nadine Anflôr, decisão do STF de 2017 trata da impossibilidade da categoria de paralisar atividades

A chefe da Polícia Civil gaúcha, delegada Nadine Anflôr, afirmou nesta quarta-feira (11) que os policiais civis não podem fazer greve e que se a categoria decidir parar a partir da próxima semana, haverá corte de ponto. Durante manifestação na tarde de ontem, servidores ligados ao Sindicato dos Agentes de Polícia do RS (Ugeirm) decidiram deflagrar greve a partir de segunda-feira contra o pacote apresentado pelo governador Eduardo Leite, que reestrutura carreiras e a previdência do funcionalismo público. A declaração da chefe de Polícia ocorreu durante a cerimônia de reinauguração da 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA).

Conforme a delegada, há uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de 2017 que trata da impossibilidade da categoria paralisar atividades. Nadine garante que têm trabalhado usando o diálogo com os policiais para que não haja nenhum desrespeito com o governo estadual e, principalmente, com o governador (em alusão aos bonecos utilizados pelos policiais civis durante a manifestação).

Em abril de 2017, o STF reafirmou o entendimento de que é inconstitucional o exercício do direito à greve pelos policias civis e demais servidores que atuam diretamente na área de segurança pública. Ou seja, a categoria faz parte de “carreira diferenciada”, o que significa que fica impossibilitada de realizar paralisações nos serviços.

Greve

Em votação unânime, os servidores da Polícia Civil ligados à Ugeirm Sindicato decidiram pela deflagração de greve na tarde desta terça-feira. A previsão é de que os funcionários paralisem as atividades a partir do momento em que o pacote de urgência do Executivo seja analisado na Assembleia Legislativa, o que pode ocorrer a partir de terça-feira da semana que vem.Conforme o sindicato, deve ser mantido efetivo de 30% para atendimento de ocorrências graves, como quando envolvem crianças, idosos e mulheres. Ocorrências simples podem ser feitas pela internet no serviço Delegacia Online.

 

*Rádio Guaíba

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.