Posts

Com gol de Charles, Inter vence Fluminense pela Primeira Liga

Volante marcou seu primeiro pelo time profissional

1486597262_12

Foto: André Ávila /Agencia RBS

 

Com o jovem volante Charles como titular e marcando gol, o Inter bateu o Fluminense de Abel Braga por 1 a 0, no Beira-Rio, em jogo válido pela Primeira Liga, e praticamente encaminhou a classificação à próxima fase do torneio _ ainda resta uma partida na fase de grupos, contra o Criciúma. O jogo valeu sobretudo para devolver a confiança ao time de Antônio Carlos Zago, ainda em construção, além de firmar Charles como o principal parceiro de Rodrigo Dourado, e de devolver à defesa alguma segurança. No sábado, o Inter receberá o Caxias, pelo Gauchão _ possivelmente com algumas mudanças, devido ao desgaste de três jogos em oito dias.
Antônio Carlos Zago parece ter ouvido os espíritos do Beira-Rio. Afinal, depois da derrota para o Novo Hamburgo, mandou a campo o time com três volantes, uma tradição colorada em um passado recente de vitórias. Tendo às costas Rodrigo Dourado, Charles e Anselmo, o meio-campo ficou mais protegido e, desta vez, a defesa ficou menos exposta.
Em seu primeiro desafio de primeira divisão na temporada, o Inter demonstrou um melhor resguardo defensivo, mas tinha alguma dificuldade para criar. Aos poucos, porém, o setor ofensivo foi se encontrando na partida. Muito devido às boas atuações de Dourado e de Charles, que constantemente se soltavam para o ataque. Aos 24 minutos, Charles (que havia sido preterido por Fernando Bob, na semana passada) iniciou a jogada. Encontrou Rodrigo Dourado, que devolveu para o volante passar para Roberson invadir a área e bater na saída de Júlio César. O goleiro defendeu, mas o rebote ficou com Charles, que chutou seco e marcou o seu primeiro gol com a camisa do time profissional.
Na prática, com Anselmo mais atrás, Zago ganhou dois armadores em Dourado e Charles _ o que evitou a sobrecarga a D’Alessandro. O Fluminense teve apenas uma chance de gol – ainda que tivesse a posse de bola por mais tempo -, com um chute de Léo à direita. O primeiro tempo chegou ao fim com um Inter mais seguro em campo. Além de marcar um gol, não chegou a correr riscos na defesa – é bem verdade que Abel Braga escalou um time misto para o jogo da Primeira Liga.
– Estou feliz pelo gol. Achei o Roberson entre os zagueiros e fiquei atento ao rebote. Precisamos voltar mais ligados no segundo tempo para sairmos com a vitória – disse Charles, no intervalo.
Na segunda etapa, o Inter se fechou ainda mais, a fim de barrar o ímpeto carioca e buscar um segundo gol em contra-ataques. Roberson foi lançado por D’Alessandro e bateu cruzado, à direita do gol. Depois do lateral-direito Alemão, que começou a partida, o segundo estreante da noite foi o lateral-esquerdo Carlinhos – que entrou no lugar de Anselmo, deslocando Uendel para o meio.
Com os dois times aparentando certo cansaço, o segundo tempo caiu em intensidade. Aos 34, Carlinhos devolveu ao Inter algo há muito perdido: a bola parada. Cobrou uma falta frontal no travessão. Ao final, dois sustos. Primeiro, Charles cortou mal um cruzamento e mandou a bola de cabeça contra o travessão de Danilo Fernandes. Depois, Osvaldo empatou o jogo, mas a arbitragem errou ao marcar impedimento no lance, anulando o gol.
Mesmo assim, o Inter fez o que precisava: obteve uma boa vitória, sem correr grandes riscos, e recuperou a confiança deixada em muitos gramados do Brasil na temporada passada.

Fonte: Rádio Gaucha

O que achou dessa notícia?