Inter perde para o Botafogo e segue na zona do rebaixamento

thumb

Colorado fez jogo equilibrado e sofreu 1 a 0 de pênalti no fim da partida | Foto: Ricardo Duarte/Inter/Divulgação CP

 

O Inter fez um jogo equilibrado com o Botafogo, mas mostrando futebol muito modesto acabou derrotado no fim da partida. O castigo veio aos 39 minutos, com um pênalti polêmico que decretou a vitória por 1 a 0 do Fogão. O resultado mantém o Colorado em 17º lugar, na zona do rebaixamento com 33 pontos. O Botafogo chega aos 47, em 5º lugar, dentro do G6, que leva para a Libertadores.

Fechando um mês no Z4, o Inter terá a chance da recuperação, agora, num jogo difícil contra o vice-líder Flamengo, no Beira-Rio. A partida está marcada para domingo, às 17h.

A primeira etapa começou com o Botafogo dominando a posse de bola e o Inter ameaçando nos contra-ataques. As chances de gol foram poucas. Ao longo do jogo o Colorado equilibrou as ações. O primeiro chute a gol da partida foi apenas aos 22 minutos. Gustavo Ferrareis experimentou da intermediária e um desvio na zaga mandou para escanteio. Na cobrança de Alex, a bola ficou viva na área, até João Carlos afastar antes da chegada de Vitinho.

Melhores chances dos donos da casa

A reação do Botafogo veio com Dudu Cearense, que obrigou boa defesa de Danilo Fernandes. O volante recebeu na intermediária e disparou uma bomba que o goleiro colorado afastou de soco. No escanteio, Joel Carli desviou de leve, Danilo ficou vendido no lance, mas Ceará tirou em cima da linha.

No contragolpe, Valdívia por pouco não marcou um golaço. Ele chutou com muito efeito, da entrada da área e a bola passou a centímetros do canto direito. Aos 36, o Inter escapou de sofrer o 1 a 0. Joel Carli levantou na direita. Neilton dominou, passou por Ceará e chutou cruzado. A bola raspou no poste esquerdo, não entrando por centímetros.

A segunda etapa foi marcada por muito equilíbrio e boas chances para ambos os lados. Aos seis minutos, Camilo cobrou falta da quina da área. Ele tentou surpreender Danilo Fernandes, mas encobriu o travessão por muito pouco.

Inter desperdiça chances e acaba castigado

Aos 11, William aproveitou falha da defesa do Fogão, virou e chutou forte. Sidão pegou firme no canto esquerdo. Vitinho perdeu duas grandes oportunidades. Na primeira, aos 20 minutos, quase fez um gol de placa. Driblou três marcadores, chutou de chapa, mas o goleiro defendeu. Cinco minutos depois, Alex levantou na área, a zaga afastou errado e sobrou para Vitinho. Na cara do gol, ele chutou por cima.

O Botafogo respondeu em peso e quase marcou aos 26 minutos. Camilo cruzou na área, Sassá furou em bola, mas sobrou para Pimpão. Atacante chutou a um passo da pequena área, mas Danilo fez grande defesa com o pé.

Aos 37 minutos, contudo, o Colorado acabou castigado. Pimpão puxou contragolpe e lançou Sassá na área. Ele dividiu com Eduardo na área e sofreu a carga por trás. Penalidade marcada pelo árbitro. Sassá cobrou no canto esquerdo, Danilo Fernandes pulou no outro lado e o Fogão anotou o 1 a 0.

O Inter sentiu o golpe e pouco conseguiu produzir para retomar o empate. Derrota por 1 a 0 e muita pressão com o time ainda na zona do rebaixamento.

Brasileirão – 30ª rodada

Botafogo 1

Sidão; Emerson, Alemão, Joel Carli e Vitor Luis; Rodrigo Lindoso, Aírton, Dudu Cearense (Rodrigo Pimpão) e Camilo; Neílton (Gervasio Nuñez) e Vinícius (Sassá). Técnico: Jair Ventura.

Inter 0

Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Ceará (Geferson); Rodrigo Dourado, Anselmo, Gustavo Ferrareis e Alex (Seijas); Valdívia (Eduardo Sasha) e Vitinho. Técnico: Celso Roth.

Gol: Sassá (40min/2ºT).

Local: estádio Luso-Brasileiro, no Rio.

Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA), auxiliado por Kleber Lucio Gil (SC) e Guilherme Dias Camilo (MG).

Cartões amarelos: Vinícius, Airton e Joel Carli (B); William, Paulão (I).

Fonte: Correio do Povo

O que achou dessa notícia?