Operação investiga venda de dados por servidores da Receita Federal do Rio Grande do Sul

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Nesta terça são sendo cumpridos oito mandados de prisão e 12 de busca no Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

A Polícia Federal investiga a comercialização de dados extraídos de sistemas internos da Receita Federal por servidores do órgão. Nesta terça-feira (10), são cumpridos oito mandados de prisão preventiva – três contra servidores públicos – e 12 de busca e apreensão também nos estados do Paraná, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

A operação ocorre em conjunto com a Corregedoria da Receita Federal, que no ano passado passou informações para a PF que indicavam a atuação ilegal dos servidores. A investigação iniciou em setembro.

Dados relacionados à atividade de comércio exterior eram extraídos de sistemas internos e repassados, mediante pagamento, por intermediários, a empresas que desempenham atividades de exportação ou importação.

As ordens judiciais foram decretadas pela 7ª Vara Federal de Porto Alegre com o objetivo de permitir a coleta de informações complementares sobre os cirmes que podem ajudar na investigação.

Os crimes investigados na Operação Spy são corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. Participam da operação cerca de 60 policiais federais e 10 servidores da Receita Federal.

Fonte: G1

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.