Menina de três anos passa praticamente um dia sozinha ao lado do corpo da mãe assassinada

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ana Cristina Borges foi assassinada no bairro Cajuru, em Curitiba

Menina de três anos foi encontrada ao lado do corpo da mãe morta (Fotos: Daniela Sevieri – Banda B)

Uma menina de apenas três anos foi a única testemunha de um crime brutal, ocorrido entre a noite e madrugada desta terça-feira (5), no Jardim Acrópole, no bairro Cajuru, em Curitiba. Ela passou quase 24 horas ao lado do corpo da mãe, esperando que ela levantasse, sem entender o que havia acontecido.

Mulher foi morta dentro de residência

A cunhada de Ana Cristina Borges, de primeiro nome Sueli, deu falta dela durante a manhã de terça-feira e resolveu arrombar a porta da casa durante a noite, tendo uma terrível surpresa.

“Cheguei de manhã e chamei ela, mas não atendia. Daí às 19h ela não apareceu e eu arrombei. Quando entrei, a menina estava lá, como querendo mamar ainda, porque ela mama no peito. É muita dor que estamos sentindo”, disse.

Para a cunhada, não há dúvidas quanto a autoria do crime, já que a própria garota mostrou o que o pai teria feito com a mãe. “Foi o ex-marido dela que fez isso. Para fumar pedra, acredito que foi ele quem fez isso”, lamentou a cunhada.

A vítima era protetora de animais e trabalhava em uma ONG nesse segmento. O casal foi casado por cinco anos, mas passaram a ter muitas brigas por conta do vício das drogas dele. De acordo com informações de familiares, ele havia saído de casa para a Praça Rui Barbosa, região Central de Curitiba, para usar drogas e voltava vez ou outra para levar dinheiro da vítima, de 39 anos.

O Conselho Tutelar foi acionado e a pequena garotinha ficará sob guarda de familiares. A Divisão de Homícidios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Fonte: Banda B

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.