Jovem mata ex-companheira e tenta suicídio

No entardecer deste sábado, dia 19/05, uma tragédia chocou os moradores de Constantina/RS.

O jovem identificado como Tarciso Madoloz efetuou disparo com arma de fogo contra sua ex-companheira, Maiqueline Conteratto (27 anos), e posteriormente tentou suicídio.

O fato ocorreu no bairro Taquaruçu, na esquina da Rua Daniel Apóstolo de Oliveira com a Rua Dr. Luiz Carlos Tonnet,nas proximidades da residência dos pais da vítima.

Segundo informações, o casal estava em processo de dissolução de união estável e o fato ocorreu quando Maiqueline retornava para casa dos seus pais após ter participado de um evento beneficente realizado nesta tarde.

Ambos foram socorridos pela SAMU e encaminhados ao hospital AHCROS. Maiqueline não resistiu, vindo a óbito, e Tarciso foi encaminhado com vida para hospital em Passo Fundo/RS.

Fonte: Constantina Web

Jovem de 18 anos é dada como desaparecida no Noroeste do RS

Os pais de Melany fernandes da silva, 18 anos, registraram na Delegacia de Polícia de Santa Rosa, que a jovem encontra-se desaparecida. Conforme boletim de ocorrência, o pai foi até a parada de ônibus esperar a filha como fazia diariamente, porém o ônibus passou e a jovem não desceu.

A partir deste momento os pais passaram a procurar pela jovem que estava com o celular desligado e não entrou em contato para dizer onde estava. Depois de entrar em contato com amigos e lugares que ela poderia estar o caso foi registrado na polícia por volta das 3h da madrugada de hoje (18-05).

Conforme familiares a jovem estava trajando um moletom preto, calça jeans clara e tênis preto. Informações sobre o paradeiro da jovem devem ser repassadas para a polícia.

Fonte: No Ar Notícias

PRF encontra feto às margens da BR-386, em FW

A Polícia Rodoviária Federal, na manhã desta quinta-feira (03-05) localizou um feto, já sem vida, no acostamento da BR 386, em Frederico Westphalen.

A polícia foi acionada por meio de ligação de um cidadão que afirmou que havia uma criança dentro de uma sacola em frente a um motel da região, no km 26.

A PRF deslocou-se até o local e encontrou um feto, sem sinais de vida e ainda com cordão umbilical, dentro de uma sacola azul.

 O corpo foi retirado do local por uma funerária e será submetido a necropsia. A ocorrência foi encaminhado a polícia judiciária.

 

Fonte/Foto: PRF

Agricultor morre em acidente com trator no interior de São José do Inhacorá

Acidente ocorreu no interior de São José do Inhacorá.

O agricultor Beno Haupenthal, 76 anos morreu na manhã desta quinta-feira (19), em um acidente com trator na localidade de Linha da Barra, interior de São José do Inhacorá.

Ele chegou ser socorrido pela ambulância do município para o hospital São Francisco de Assis; mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

De acordo com informações, o agricultor foi atingido na cabeça pelo trator que foi empurrado para pegar no tranco.

 Policiais civis de Três de Maio se deslocaram até o local do acidente e o corpo será encaminhado para o IML de Santa Rosa.

*Metrópole

Post. Emerson Gomes

PRF apreende cerca de 75 mil maços de cigarros na BR 386 em Seberi

Foto: PRF/Divulgação

A PRF aprendeu na noite desta terça-feira (10) durante a ação de combate ao crime na BR 386 em Seberi, um caminhão carregado com cerca de 75 mil maços de cigarros contrabandeados. O veículo também portava placas clonadas.

O motorista ao se deparar com a fiscalização policial, abandonou o caminhão, um M.Benz/ 712, em um posto de combustíveis próximo à unidade operacional da PRF. Os agentes resolveram abrir o baú que estava carregado de cigarro de fabricação estrangeira.

O caminhão tinha placas clonadas, sendo que o original tinha restrição judicial. A carga e o veículo foram encaminhados à Receita Federal. Buscas foram feitas ao motorista, mas até o momento não foi encontrado. A quantia exata de cigarro será apurada.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

Polícia fez buscas por corpo de contadora em Boa Vista das Missões

Polícia concluiu que Sandra Mara foi morta, porém, corpo ainda não foi localizado.

A Polícia Civil divulgou nesta segunda-feira, 2 de abril, que durante buscas em Boa Vista das Missões pelo corpo da contadora Sandra Mara Lovis Trentin, 48 anos, no dia 23 de março, o irmão do marido foi preso por posse de arma de fogo.

Enquanto agentes cumpriam mandado de busca e apreensão na propriedade rural da família de Paulo Ivan Landfeldt, encontraram uma arma de fogo de uso permitido. Morador do local, o irmão de Paulo Ivan foi preso e posteriormente posto em liberdade provisória após pagamento de fiança.

O órgão indiciou o marido e um rapaz de 22 anos – cujo nome não foi divulgado a fim de evitar vazamento de informações – por homicídio qualificado mediante paga, motivo torpe e feminicídio. Embora tenha concluído que a contadora foi morta, a polícia ainda não localizou seu corpo. No momento, o Ministério Público analisa se irá oferecer denúncia ao Judiciário contra ambos.

Inicialmente, em depoimento, o jovem disse que recebeu dinheiro do marido para matar a contadora, em quem teria dado dois tiros e escondido o cadáver. Ele até apontou um lugar no interior de Vicente Dutra onde o corpo teria sido supostamente ocultado, porém, policiais e bombeiros não o encontraram.

Depois, mudou a versão, afirmando que ouviu falar a respeito do caso e teria tentado extorquir o vereador, que exercia o cargo de presidente da Câmara de Vereadores de Boa Vista das Missões.

Os dois negam envolvimento. Ainda segundo a Polícia Civil, ambos fizeram uso do direito de permanecerem em silêncio ao serem questionados acerca de pontos contraditórios em seus depoimentos e não aceitaram utilização do detector de mentiras. Está sendo investigada a participação de outras pessoas.

Relembre

A contadora morava em Boa Vista das Missões junto com o marido, o vereador Paulo Ivan Landfeldt, e as três filhas que teve com ele, uma de 16 anos, outra de 11 e a caçula de 5. Além delas, Sandra é mãe de um rapaz de 26 anos, fruto de outro relacionamento.

Na manhã de 30 de janeiro, ela se dirigiu até Palmeira das Missões a fim de resolver problemas de trabalho, mas não retornou para casa, nem respondeu às mensagens e ligações feitas para seu celular. Sua caminhonete ficou estacionada na rua Rio Branco e embora não apresentasse sinais de violência, encontrava-se revirada. Dentro do veículo, foram localizados documentos pessoais das filhas, dinheiro, a bolsa e os chips do celular de Sandra, mas o aparelho não.

Fonte: Folha Noroeste

Pedestre morre atropelado no trevo de São Luiz Gonzaga

Acidente ocorreu na BR-285, na tarde deste sábado (31) (Foto: Amanda Lima/Rádio Missioneira)

Um pedestre morreu atropelado na BR-285, no trevo principal de São Luiz Gonzaga, na Região Noroeste do Rio Grande do Sul, na tarde deste sábado (31). Ele foi atingido por um motociclista que seguia em direção a Caibaté.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima tem 47 anos e morreu no local. O nome não foi

O acidente ocorreu por volta das 15h20. A PRF informou que a moto colidiu com o canteiro lateral do trevo. O condutor teria perdido o controle e atingiu o pedestre que estava às margens da rodovia, aguardando para cruzar a pista.

A moto ficou tombada na pista. O motociclista de 24 anos foi levado ao hospital. Ele sofreu lesões leves.

Fonte: G1

Duas mulheres presas em flagrante pelo delito de Tráfico de Drogas em Três Passos

Fotos: PC

A Polícia Civil e a Brigada Militar de Três Passos desencadearam nesta quarta-feira, 28 de março, uma operação conjunta objetivando o combate ao tráfico de drogas em Três Passos .

Na operação foram apreendidos 132 pedras de “Crack”, mais de dois mil reais em dinheiro e cheques, munições calibre .38 e outros objetos de origem ilícita. Na ação duas mulheres foram presas.

Fonte: PC

PRF reforça policiamento nas rodovias federais da região Noroeste

Foto: PRF

A operação Semana Santa 2018 da Polícia Rodoviária Federal inicia amanhã (29) e se encerra no final do domingo de Páscoa (1º). Durante o período a PRF contará com reforço no policiamento ostensivo e preventivo em trechos críticos de acidentalidade e maior incidência de criminalidade de acordo com as estatísticas, visando garantir aos usuários das rodovias federais segurança, conforto e fluidez no trânsito.

A PRF atuará para coibir atitudes que possam gerar perigo, como dirigir sob a influência de álcool, exceder os limites de velocidade, realizar ultrapassagens forçadas e em locais proibidos e não utilizar o cinto de segurança.

As equipes dispostas em locais estratégicos utilizarão radares fotográficos e para cada condutor de veículo automotor abordado será realizado o teste de etilômetro. Além disso, o combate ao crime será intensificado com ações estratégicas.

– Restrições de tráfego

  • Quinta-feira (29): 16h as 22h
  • Sexta-feira (30): 6h às 12h
  • Domingo (1): 16h às 22h

Para aumentar a segurança nas estradas a PRF restringirá o tráfego de alguns veículos de carga em rodovias de pista simples. Combinações de veículos de carga (CVC), cegonhas e veículos com dimensão excedente devem obedecer ao período de restrição conforme previsão de maior fluxo nas rodovias.

A PRF atende pelo telefone 191 em todo território nacional e na região noroeste do estado diretamente no 3332-8244.

 

 

Fonte: PRF

Calote motivou informante a inventar ritual satânico para justificar morte de crianças no RS, diz polícia

Sede do templo onde a polícia acreditava que seriam realizados rituais satânicos em Gravataí (Divulgação/Polícia Civil)

Corregedoria-Geral da Polícia Civil (Cogepol) do Rio Grande do Sul detalhou alguns pontos sobre a investigação falha que culminou na prisão de sete inocentes, que eram suspeitos de um falso ritual satânico com a morte de duas crianças em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Conforme a polícia, um calote motivou o informante do delegado Moacir Fermino, indiciado por crimes cometidos durante o curso da investigação, a forjar testemunhas para incriminar pessoas que não tinham ligação com o caso.
“Existe nos autos uma situação que envolve esse informante. Ele teria sido subcontratado para fazer a limpeza de um terreno de uma das pessoas presas, e esse serviço não foi prestado. Ele recebeu o valor e não executou o serviço. Isso nos leva a crer que esse seja um elemento preponderante”, afirma o delegado Antonio Lapis, da Delegacia de Feitos Especiais da Cogepol.
O objetivo dele era tirar de circulação uma das pessoas que haviam sido presas injustamente pelo delegado Moacir Fermino. Essa pessoa havia comprado um terreno e contratado outro homem para realizar a limpeza do local. Esse homem, não identificado, subcontratou o informante para fazer o trabalho.
Chamado apenas de Paulo pelos policiais, que não deram mais detalhes sobre sua identidade, o informante recebeu antecipado mais de R$ 20 mil para fazer a limpeza, mas não realizou o serviço. Com isso, o homem que acabou preso injustamente cobrou que fosse feita a limpeza do terreno, o que gerou desconforto de Paulo, que tramou para incriminá-lo, junto a outras pessoas.
Parte do pagamento foi feito com um Chevette. O carro, no entanto, seria revendido ao intermediário do serviço. O valor referente ao veículo, porém, também não foi pago, sob a alegação que a limpeza do terreno não foi feita.
“O Paulo tinha essa rixa com a questão do terreno. Era um serviço em torno de R$ 20 e tantos mil e que não foi executado. Por isso algumas dessas pessoas foram inseridas dentro desse contexto”, conta o delegado Lapis.
Para incriminar o desafeto, Paulo coagiu três testemunhas a prestarem depoimentos falsos à polícia. Amigo de longa data do delegado Moacir Fermino, ele fez com que essas pessoas colocassem a culpa da morte das crianças em um suposto ritual satânico, que não aconteceu. Como recompensa, elas seriam incluídas no Programa Protege, que dá assistência – inclusive financeira – a testemunhas ameaçadas.
“Existia a questão do oferecimento, que na cabeça deles era em torno de R$ 3 mil, e eles ficariam em uma casa com tudo pago. Então esse era o contexto que o Paulo trazia para as testemunhas. Só que, na prática, o sistema de proteção às testemunhas não é R$ 3 mil a ajuda de custo, é muito menos. Então, isso também movia de alguma forma o Paulo dentro da criação dessa história”, descreve o delegado.
Por esse crime, o informante foi preso em fevereiro deste ano, e acabou indiciado quatro vezes por corrupção de testemunhas.
Ainda de acordo com a polícia, todas as informações falsas eram repassadas pelo Paulo e validadas pelo delegado Fermino, mesmo que não fossem verdadeiras. O que importava para eles era que as pessoas que haviam sido presas injustamente não fossem soltas. “As investigações continuaram mesmo com divergências gritantes acontecendo”, lamenta Lapis.
Já o delegado Moacir Fermino teve três indiciamentos por falsidade ideológica e outros quatro por corrupção de testemunhas. Ele está afastado das funções desde fevereiro, e a Cogepol chegou a pedir a prisão do delegado, o que foi negado pelo Judiciário.
Para Lapis, Fermino buscava uma ascensão religiosa, e isso pode tê-lo motivado a concordar com as informações fornecidas por Paulo. “Ele é pastor de uma igreja e, dentro desse universo, acaba trazendo uma questão de status”, relata o delegado.
Em depoimento à polícia, Fermino negou a hipótese. Ele disse que simplesmente acreditou na história repassada pelo informante e buscou elementos para comprovar a tese. “Foi um depoimento longo, em que muitas vezes ele não respondia ao que estávamos perguntando”, afirma o delegado Lapis.
No entanto, a polícia anexou aos autos do inquérito um livro apreendido na casa do delegado Fermino que trata sobre rituais satânicos e a realização de uma seita. De acordo com o delegado Bruno Pitta, também da Delegacia de Feitos Especiais da Corregedoria, havia vários trechos marcados que coincidem com relatos das testemunhas às autoridades.
“A equipe constatou semelhanças em diversos trechos da narrativa com aquilo que foi narrado para nós no depoimento das testemunhas”, diz.
O delegado Lapis confirmou que jamais havia trabalho em um caso parecido com esse, mas que o objetivo da polícia era apresentar um trabalho técnico para descobrir a verdade.
“Acredito que com todo esse trabalho que foi realizado a gente conseguiu demonstrar o que aconteceu. Tínhamos essa preocupação de dar esse retorno para a sociedade, de que a Polícia Civil é um órgão técnico, que trabalha com a verdade, e que é transparente. Existem problemas, sim, e quando eles acontecem são atacados e enfrentados pela própria instituição”, ressalta.
Relembre o caso
Partes de corpos de duas crianças, um menino e uma menina, foram encontradas em setembro do ano passado, em dois locais distintos em Novo Hamburgo, e com alguns dias de diferença. Exames de DNA indicaram que eles são irmãos por parte de mãe, um menino de 8 anos, e uma menina de 12. A perícia apontou ainda que uma das crianças tinha ingerido uma grande quantidade de álcool, 14 vezes maior que o nível de embriaguez.
No início de janeiro, a Polícia Civil divulgou os decretos de prisão, autorizados pela Justiça, de homens que estariam relacionados a um ritual satânico, ligado a um templo em Gravataí. Quatro deles haviam sido presos. Algumas semanas depois, um quinto foi preso. Conforme a polícia, as crianças, teriam sido mortas durante o suposto ritual.

Fonte: G1