Motociclista morre após colisão com carro na BR-471, em Santa Cruz do Sul

Foto: PRF/Divulgação

Uma colisão frontal entre um Peugeot 206, com placas de Indaial (SC), e uma motocicleta de Santa Cruz do Sul foi registrada por volta do meio-dia desta terça-feira (20), causando a morte do motociclista. O acidente ocorreu na altura do km 151, na BR-471, no sentido Rio Pardo a Santa Cruz do Sul.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o homem, de 20 anos, morreu no local.

Segundo o motorista do carro, ele desviou para o acostamento a fim de evitar o choque com outro veículo que estaria realizando uma ultrapassagem. Porém, perdeu o controle e colidiu frontalmente com a motocicleta, que seguia no sentido contrário.

O casal que estava no carro foi encaminhado para atendimento no Hospital Santa Cruz, mas não corre perigo.

Fonte: G1 RS

Daer vai manter radares móveis nas rodovias gaúchas, garante Eduardo Leite

Manifestação ocorreu após publicação de decreto

Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Com a publicação da suspensão do uso de radares móveis em rodovias federais, o governo do Estado garantiu que não está em planejamento medida semelhante para as rodovias gaúchas. Ao contrário, o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella, reforçou que após o fim dos contratos de monitoramento por pardais em julho, os equipamentos móveis são fundamentais enquanto novos contratos não são firmados.

O governador Eduardo Leite disse que a operação do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) não mudará quanto ao emprego dos equipamentos na malha rodoviária gaúcha. “Pode haver reclamação sobre as multas, mas não tenho dúvida de que haverá muitas reclamações em eventual omissão do Estado se alguém tiver a vida de um parente ceifada por conta do desrespeito ao limite de velocidade”.

Questionado sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro, Costella disse ser contrário a medida. “O que se tem que fazer é estudar a forma correta de utilização do radar. Não se pode ficar atrás de uma moita ou árvore para multar. Agora, estudos técnicos mostram que quando se retira os radares das estradas, há aumento da imprudência dos condutores e eu estou preocupado, porque amanhã pode ser (um acidente grave])com um ente querido ou um desconhecido. A perda de uma vida não tem preço e uma forma de conter a imprudência é com o uso de radares”, disse após cerimônia de assinatura de ordem de serviço de asfaltamento de acesso a oito municípios.

Costella defendeu que possam ser realizados eventuais estudos para a modificação das velocidades máximas de algumas rodovias estaduais que têm como limite 80 km/h, “mas não se pode admitir motoristas trafegando a 170 km/h, conforme muito flagrantes recentes”, sustenta.

Em nota, a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários (FenaPRF) manifestou preocupação “com a real possibilidade de aumento da violência no trânsito” diante do despacho do presidente Bolsonaro. No texto, a entidade ressalta que “o trabalho e dedicação de cada policial rodoviário federal, com o auxílio de instrumentos e tecnologias na fiscalização e educação para o trânsito, têm contribuído para a diminuição dos números de acidentes e de vítimas do trânsito nas rodovias e estradas brasileiras”. Além disso, acrescenta que a utilização de tecnologias na fiscalização é fundamental para a redução do alto número de acidentes e mortes no trânsito.

Licitação dos controladores de velocidade

Dois contratos para a instalação de pardais nas rodovias estaduais serão lançados no final. As propostas preveem a colocação de 25 aparelhos OCR leitores automáticos de placas, 25 câmeras de monitoramento, além de 93 lombadas eletrônicas.

Os editais pretendem repor os controladores de velocidade, desligados no fim de julho com final dos contratos até então vigentes. Os equipamentos serão distribuídos em 24 rodovias estaduais.

O investimento é da ordem de R$ 354 mil por mês, totalizando R$ 8,5 milhões ao longo de 24 meses para os dois contratos. Esse é o valor global máximo estipulado. Estima-se que o valor efetivamente contratado venha a sofrer redução.

Fonte: Correio do Povo

Buracos danificam veículos e podem causar acidentes na ERS-207, em Humaitá

 

Situação de perigo, de transtornos e de prejuízos, enfrentam motoristas que transitam pela ERS-207, no trecho entre a BR-468 e a cidade de Humaitá.

No local, o ponto mais crítico fica nas proximidades da ponte do rio Erval Novo, onde inúmeros buracos obrigam veículos a trafegar no acostamento ou na contramão, aumentando o risco de acidentes.

A rodovia é de competência da Superintendência do Daer – Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem, de Santa Rosa, e necessita de uma urgente operação tapa-buracos.

TP News

Federação dos Policiais Rodoviários fala em até 200 vidas preservadas ao ano com uso de radar

FenaPRF diz não não ter sido procurada para analisar os estudos criticados pelo presidente Jair Bolsonaro

Após a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que irá acabar com os radares móveis em rodovias na próxima semana, a entidade que representa os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) se manifestou e disse que a suposta “indústria da multa”, referida pelo mandatário, não existe. Além disso, com números, ressaltou que a utilização de equipamentos e o reforço presencial na fiscalização têm contribuído para a diminuição dos acidentes graves em rodovias federais.

Em entrevista ao Direto ao Ponto, desta terça-feira, o diretor de comunicação da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), Rafael Casotti, disse que o uso adequado do radar é importante para a redução de óbitos e feridos em decorrência de acidentes nas estradas federais. Conforme dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 2017, houve diminuição de feridos e mortos por conta da utilização do equipamento, em especial, em feriados. A redução foi de 3,5% e 2,7%, respectivamente, em relação ao ano anterior. “Estamos falando em quase 200 vidas preservadas e isso é resultado também do uso do radar. Defendemos que qualquer mudança seja precedida de estudos técnicos”.

De acordo com balanço divulgado em janeiro, a superintendência regional da PRF registrou queda de 20% no número de mortes em acidentes de trânsito em 2018 na comparação com 2017. Houve 249 acidentes graves com 314 óbitos nas estradas federais gaúchas. Já no ano anterior, foram registrados 323 acidentes graves e 390 vítimas fatais. Na época, a PRF atribuiu o resultado ao maior rigor na fiscalização. No Estado, são usados 22 radares móveis.

A Federação, conforme Casotti, não foi procurada para analisar os estudos criticados pelo presidente Bolsonaro. “Não acreditamos que a exclusão total será uma medida que vai diminuir o número de acidentes nas estradas, ao contrário”, ressaltou.

De acordo com Bolsonaro, a ideia é eliminar a fiscalização móvel já na próxima semana. Com isso, para evitar uma disparada dos casos de motoristas trafegando em velocidade acima do permitido, segundo Casotti, seria necessário a substituição dos radares pela presença de efetivo da PRF, o que é inviável, considerando inclusive o fechamento recente de postos da corporação.

No Rio Grande do Sul, por falta de efetivo, sete postos da corporação foram fechados em 2015. São 730 agentes para realizar o monitoramento de 6,1 mil km de malha federal. Seriam necessários, pelo menos mais 350 policiais rodoviários.

No Brasil, há 10 mil agentes da PRF para cuidar de 72 mil km de rodovias federais. “Para cuidar dessas vias sem equipamento, somente com efetivo e esse é justamente o nosso gargalo. Hoje, não sei como seria feita essa compensação”.

Em março, o governo ainda informou que as lombadas eletrônicas serão desativadas, paulatinamente, de acordo com a finalização de contratos. “Via de regra, todo equipamento instalado é precedido de estudos técnicos, portanto, a simples retirada não é solução. Eventual reanálise de localização poderia ocorrer, mas a retirada não é bom para a defesa da vida humana”.

O chefe de Estado ainda reiterou a intenção de acabar com a exclusividade dos Detrans no momento de fazer o exame de saúde, que atesta se o motorista está apto ou não para dirigir. Ele disse que sem o uso do simulador e sem realização de exame de saúde, a obtenção da Carteira Nacional de Habilitaçãoficará mais barata.

Suspensão e acordo 

Em abril, Bolsonaro decidiu suspender um contrato para instalação de radares em rodovias federais. O ato afetou um acordo que envolvia o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que previa a instalação de 8.015 radares em cinco anos.

No final de julho, um acerto entre o Ministério da Infraestrutura e o Ministério Público Federal determinou a instalação de, aproximadamente, 1.140 radares em rodovias federais de todo o país. No Rio Grande do Sul, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) projetou instalar 245 equipamentos. Do total, são 192 lombadas eletrônicas e 53 controladores, os pardais.

Fonte/Foto: Correio do Povo

Bolsonaro quer o fim dos radares móveis para a próxima semana

Presidente disse que luta na Justiça para acabar com os pardais

Foto: Reprodução

Com a intenção de combater o que chama de indústria da multa, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que, a partir da semana que vem, o Brasil não terá mais radares móveis. “Vou deixar bem claro. Não são apenas palavras. Estou com uma briga, juntamente com o Tarcísio (Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura), na Justiça para acabarmos com os pardais no Brasil. Esta máfia de multa que vai para o bolso de alguns poucos. É uma roubalheira. Anunciou para vocês que a partir da semana que vem não teremos mais radares móveis no Brasil”, afirmou nesta segunda durante a cerimônia de liberação do trecho duplicado da BR 116 em Pelotas, na Zona Sul do Rio Grande do Sul.

Bolsonaro considera covardia a fiscalização contra caminhoneiros e outros usuários das estradas. “Estamos com um projeto na Câmara e vai passar por esta bancada maravilhosa. Também queremos que a validade da Carteira (Nacional e Habilitação) passe de cinco anos para dez anos”, disse Bolsonaro. “O Tarcísio já acabou com o simulador”, acrescentou ao se referir ao ministro de Infraestrutura.

O chefe de Estado ainda reiterou a intenção de acabar com a exclusividade dos Detrans no momento de fazer o exame de saúde, que atesta se o motorista está apto ou não para dirigir. “Sem o simulador e sem o exame de saúde, será menos R$ 600 no pagamento da Carteira Nacional de Habilitação”, completou.

Suspensão e acordo 

Em abril, Bolsonaro decidiu suspender um contrato para instalação de radares em rodovias federais. O ato afetou um acordo que envolvia o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que previa a instalação de 8.015 radares em cinco anos.

No final de julho, um acerto entre o Ministério da Infraestrutura e o Ministério Público Federal determinou a instalação de, aproximadamente, 1.140 radares em rodovias federais de todo o país.

No Rio Grande do Sul, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) projetou instalar 245 equipamentos. Do total, são 192 lombadas eletrônicas e 53 controladores, os pardais.

Fonte: CP

Rádio Metrópole

Homem morre em acidente na BR-386, no norte do RS

João Rogério Moehlecke, 52 anos, dirigia um Del Rey e bateu de frente com um Fox

PRF / Divulgação

Um homem de 52 anos morreu em um acidente na noite deste domingo (11), na BR-386, em Almirante Tamandaré do Sul, no norte do Estado. A vítima foi identificada como João Rogério Moehlecke.

Conforme a Polícia Rodoviária Federal, a vítima dirigia um veículo Del Rey, com placas de Almirante Tamandaré do Sul, e colidiu frontalmente contra um Fox, com placas de Carazinho.

O motorista do Fox teve ferimentos graves e foi encaminhado ao hospital de Carazinho.

O acidente ocorreu no km 169 da rodovia. Bombeiros tiveram que auxiliar a Polícia Rodoviária Federal, já que que o ferido ficou preso nas ferragens. Uma perícia determinará as causas da colisão frontal.

Fonte: ZH

 

Acidente com ônibus escolar deixa duas crianças feridas no Noroeste do RS

 

Um acidente de trânsito entre um ônibus escolar de Coronel Barros e um caminhão furgão, com placas de Passo Fundo, foi registrado por volta das 7h30 desta quinta-feira (8), no túnel de passagem, na BR-285 em Coronel Barros.

Segundo informações, o transporte escolar tinha como destino final a Escola Miguel Burnier, onde deixaria os alunos. O ônibus entrou no túnel e, quando dobrou à esquerda, em direção ao colégio, chocou-se com o caminhão que estava na contramão.

Duas crianças ficaram feridas sem gravidade e foram encaminhadas ao Hospital de Caridade de Ijuí (HCI). Os motoristas do ônibus e do caminhão não se feriram.

A Brigada Militar de Coronel Barros acompanha o caso.

Fonte/Foto: RPI

Crissiumal: Conselho Municipal de Trânsito deliberou sobre alterações em algumas vias da cidade

Na semana que passou os membros do Conselho Municipal de Trânsito de Crissiumal reuniram-se para debater diversos assuntos encaminhados para análise e parecer do Conselho.

Uma das principais pautas foi a solicitação referente a implantação de estacionamento oblíquo em toda a extensão da Avenida Presidente Castelo Branco. Após, explanação e discussão dos membros, foi decidido que não há a possibilidade de efetuar estacionamento oblíquo no decorrer de toda a Avenida, considerando que as vagas transversais, já existentes, estão localizadas nos trechos em que a avenida possui o recuo da calçada, tornando a via mais larga. Ainda, considera-se, que há situações em que a via se torna perigosa por ser estreita, causando transtornos aos veículos que trafegam pelo local.

O Conselho salienta que já foi efetuado um estudo quanto a possibilidade de alterar o tipo de vaga de estacionamento nessa Avenida, mas a alternativa foi descartada, devido a via ser estreita e conter canteiros que separam os dois sentidos da avenida.

O Conselho, também debateu e deliberou outras solicitações da comunidade crissiumalense, como: a implantação de vagas de estacionamento para motos, na Avenida Presidente Castelo Branco, em frente à empresa Virtual Informática; a instalação de lombadas, também, na avenida central, sendo uma nas imediações ao Posto de Combustível BR do Nego e a outra em frente à Comercial Scherer; a  mudança do sentido de estacionamento, para carros e motos, em frente à Praça 25 de Julho (Matriz), na Rua Guarita, passando de paralelo à calçada para oblíquo.

Ainda, o Conselho abordou a necessidade de ser confeccionadas mais placas de sinalização.

Por: Andréia Cristina Queiroz

Rádio Metrópole

Jovem morre em acidente com moto em Cerro Largo

 

Um jovem morreu vítima de acidente com motocicleta na tarde deste domingo (04), no município de Cerro Largo. O acidente ocorreu por volta das 14h, próximo da ponte sobre o Rio Comandai na divisa com o município de campina das Missões.

De acordo com informações, André Colpo, 17 anos, pilotava uma motocicleta e próximo de um amigo que também se locomovia em uma motocicleta, os dois estariam em direção a comunidade de Linha Ressaca, município de Campina das Missões onde participariam de uma festa.

O jovem era natural do município de Guarani das Missões.

*Colaboração: Ubirajara Dol dos Santos 

Prefeitura de Crissiumal dispõe de ônibus novo para transportar alunos com mais segurança

 

A Administração Municipal de Crissiumal, através da Secretaria Municipal da Educação e Cultura / Setor de Transporte Escolar, estará realizando a partir do dia 29 de julho de 2019, o transporte dos alunos do trajeto de nº14, o qual vinha sendo efetuado pela Empresa Mirim.

A Administração está colocando um ônibus novo, de propriedade do Município a disposição dos estudantes, a fim de, proporcionar mais conforto e segurança aos alunos usuários do transporte escolar.

O roteiro, no qual será utilizado o novo ônibus, sai da cidade às 6 horas (manhã), vai até a localidade de Vista Alegre, entra a direita acessa a estrada de chão, vai até a divisa do município de Nova Candelária, faz a volta e retorna, quando chega na comunidade do lajeado Tigre, entra a esquerda e vai até a localidade de Lajeado Tigrinho (escola desativada), faz a volta e retorna até as imediações do Cemitério da Comunidade do Lajeado Tigrinho, entra a esquerda, passa em frente aos Viveiros Weber, segue até chegar a rodovia ERS 207, entra a direita e segue até a primeira entrada a esquerda, desce e vai até próximo da propriedade da família de Astor Vetorello, faz a volta  e retorna até a ERS 207, entra a direita e segue até a parada de ônibus, que dá acesso a Linha São Roque, vai até próximo da propriedade da família Luft, faz a volta e retorna novamente até a ERS 207, entra a direita e segue em direção às escolas Rotermund, Ponche Verde, APAE, Rocha Pombo e Benno Bender.

Diante da mudança de veículos para o transporte dos alunos desse trajeto, pedimos a compreensão dos familiares, visto que são melhorias que a Administração Municipal vem buscando implantar gradativamente na prestação dos serviços oferecidos aos munícipes.

Fonte:  SMEC Crissiumal

Rádio Metrópole